Turismólogo aponta o Peru como um dos melhores destinos turísticos do continente

0
133

Sem dúvida o Peru têm muito para oferecer: cultura, estilo, história e algumas das melhores comidas do planeta. Este belo país é repleto de coisas para fazer, paisagens de tirar o fôlego, praias, passeios pela selva, trilhas, exploração no deserto e muito mais.

O turismólogo Gabriel Veronese esteve no Peru e afirma que é um roteiro que vale muito a pena incluir nos planos de férias: “Quando falamos de viagens, os brasileiros não costumam olhar com a mesma atenção para seus colegas latino-americanos, como olham para Europa e América do Norte, e com isso perdem a chance de conhecer lugares incríveis. O Peru é um dos lugares onde tive as melhores experiências culturais e gastronômicas da minha vida. Vale muito a pena”.

Para aproveitar o melhor deste país ainda pouco explorado pelos Brasileiros, Gabriel Veronese você dicas para fazer uma viagem inesquecível aproveitando tudo que este país vizinho pode oferecer. Confira:

Como Chegar?

A maioria dos voos chegam e saem de Lima, que é a capital. No entanto, o recomendado é programar com antecedência porque a quantidade de voos internacionais é limitada.

Transporte

Em Lima é muito comum o transporte público ser feito com vans. A melhor forma de descrever as vans é que são uma bagunça organizada. O trânsito na capital não tem a fama de ser dos mais organizados.

Gastronomia

Em Lima , capital do Peru, existem diferentes opções gastronômicas, especialmente nos bairros de Barranco e Miraflores. No Peru você experimentará comidas nunca vistas antes, exóticas e incrivelmente saborosas. Os peruanos têm uma variedade de pratos marinhos, forte influência da culinária chinesa e japonesa e gostam muito de carne. Se você for vegetariano, há opções também. Há muitos bons restaurantes vegetarianos no país e sempre há uma opção vegetariana nos menus dos principais restaurantes.

Entre os 50 melhores restaurantes do mundo, 3 estão em Lima. Dois deles, inclusive, estão entre os 15 melhores e um deles, entre os top 5 mundiais. O quarto dos cinquenta melhores restaurantes do mundo, é o Central, também de Lima, que traz aos clientes uma experiência que vai da Amazônia aos Andes em um menu rico e complexo. Em Lima também está o restaurante Maido, que é o melhor da América Latina e um dos 15 melhores do mundo. Mas prepare o bolso: um jantar para duas pessoas custa de R$ 400 até R$ 1,2 mil, aproximadamente.

Idioma

Não se preocupe se você não sabe falar espanhol. Há muitas pessoas que nas zonas turísticas falam português e conversarão os turistas para praticar. No entanto, se esforce para usar seu espanhol, pois você está no Peru e isto ajuda a passar a impressão que respeita a cultura local.

Semelhanças com o Brasil

É um país de muitos contrastes sociais e de classes, mas que tem um povo muito receptivo e amistoso, assim como o Brasil.

Machu Picchu

Nem só de Machu Picchu vive o Peru, mas este sem dúvida é o local mais icônico do pais, e recebe todos os anos mais de 1 milhão de turistas e encanta os que buscam arte, cultura e um pouco de aventura. Machu Picchu representa as ruínas incas mais famosas do Peru – e é difícil encontrar alguém que não tenha se impressionado ao vê-las de perto. Em resumo, o deslocamento é mais ou menos assim: Brasil -> avião -> Cusco (Peru) -> trem ->  Águas Calientes – > ônibus -> Machu Picchu

A viagem de Lima para Machu Picchu custa em média $ 339 e os hotéis em Cusco custam de 15 a 60 dólares a diária. Taxis costumam ser bem baratos, em média 2 dólares para os principais deslocamentos.

O trecho Cusco – Águas Calientes na verdade pode ser feito de diversas maneiras, mas esta é a mais usual. No entanto, se você for aventureiro, então a opção clássica é a trilha Inca, de 45 km, que dura de 4 a 5 dias e termina em Machu Picchu, chegando pela Porta do Sol. O viajante pode escolher acampamento de luxo ou uma opção mais roots. Também estão disponíveis versões dessa trilha que contemplam apenas um trecho. É muito importante estar em grupo, seja ele privativo ou não. Caminhadas independentes não são permitidas.

Quanto custa?

Outro ponto interessante quanto às finanças é que o país aceita abertamente o dólar americano nos pagamentos e compras do dia a dia. Inclusive, grande parte das entradas e passeios que envolvem Machu Picchu são feitos em dólar.

Cusco, no Peru, é um dos destinos mais acessíveis no continente americano. O preço da viagem dependerá do estilo de viagem que você deseja ter. Existem muitas opções para escolher. A partir de rotas para turistas de mochila às costas até o luxo total.

Deixe seu Comentário! Comentários de leitores ou artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião do G10News