Connect with us

Esporte

Tite lamenta resultado da Seleção Brasileira, mas elogia segundo tempo do time e atuação de Renan Lodi: “Jogou muito”

Publicado

em

O técnico Tite procurou minimizar o empate por 1 a 1, no amistoso contra a Nigéria, neste domingo (13), em Singapura, elogiando o segundo tempo da Seleção Brasileira. Com o resultado, o Brasil chega a quatro partidas sem vitórias, após o título da Copa América: empates com a Colômbia (2 a 2), Senegal (1 a 1) e Nigéria; além da derrota para o Peru (1 a 0). As informações são do jornal O Estado de S.Paulo e da CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Após um primeiro tempo apático e de pouco poder ofensivo, o Brasil saiu para o intervalo perdendo. No início do segundo tempo, Casemiro empatou o confronto.

“O resultado foi insuficiente. A seleção brasileira sempre quer vencer e busca vencer”, lamentou Tite. “No segundo tempo tivemos um bom desempenho. Tivemos posse de bola e criatividade. Não adianta ter posse de bola sem criar, mas criamos. Faltou efetividade para fazer o gol”, completou.

O treinador aproveitou para elogiar a atuação do lateral-esquerdo Renan Lodi, do Atlético de Madrid, que fez sua estreia na seleção, principalmente sob o aspecto ofensivo. “Jogou muito. Tivemos a oportunidade de ter um jogador agressivo pelos lados do campo”, comentou, sobre o jogo realizado pelo atleta de 21 anos.

A Seleção Brasileira voltou a campo neste domingo (13), no Estádio Nacional de Singapura, para enfrentar a Nigéria em jogo preparatório. Após sair perdendo no primeiro tempo, a Canarinho cresceu na etapa final, empatou com gol do Casemiro e chegou a colocar uma bola na trave do goleiro nigeriano. Com isso, o placar se manteve em 1 a 1 até o apito final.

O jogo

O primeiro tempo da partida começou com bastante movimentação, e a Seleção Brasileira logo teve uma boa oportunidade para marcar. Firmino recebeu a bola dentro da área após boa jogada coletiva, fez o giro e bateu para o gol, mas viu a finalização se perder pela linha de fundo. Na sequência, a Nigéria deu a resposta com Osimhen, que bateu de canhota, mas Ederson fez ótima defesa.

A Canarinho ainda criou mais duas chances de gol, de cabeça com Gabriel Jesus e dos pés de Roberto Firmino, mas foram os africanos quem marcaram, aos 34. Aribo recebeu dentro da área, limpou a marcação e colocou a Nigéria em vantagem.

No último grande lance da primeira metade de jogo, Philippe Coutinho cobrou falta com muita categoria da meia-lua. No entanto, a bola passou raspando à trave direita do goleiro nigeriano.

Depois da conversa no vestiário, o Brasil voltou com tudo para a etapa final. Em cruzamento pela direita, Marquinhos foi mais alto do que todo mundo e testou a bola no travessão. No rebote, Casemiro apareceu na pequena área para estufar as redes e deixar tudo igual em Singapura aos dois minutos: 1 a 1.

A partir do gol, a Seleção passou a pressionar a Nigéria. Aos 11, Gabriel Jesus foi no terceiro andar e mandou no cantinho, mas Uzoho fez um milagre. Quatro minutos mais tarde, após escanteio, Casemiro, também de cabeça, fez a bola explodir no travessão.

Aos 27, Gabriel Jesus fez ótima jogada pela esquerda, se livrou da marcação e serviu Richarlison dentro da grande área. O camisa 7 bateu com força, mas a zaga desviou a bola e colocou para escanteio.

Coutinho ainda teve mais uma grande oportunidade de marcar, quando Renan Lodi fez ótima jogada pela esquerda. O lateral cruzou para o camisa 11, que, da marca do pênalti finalizou no canto. A bola ia entrando, mas a defesa nigeriana cortou quase em cima da linha, evitando o gol da vitória brasileira.

O Sul

Continue Lendo
Patrocinado
Clique para comentar

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Informativo apresentação do meia Robinho, reforço do Grêmio

Publicado

em

Por

Com mais de 600 jogos como profissional, o meia Robinho chega para defender o Grêmio na temporada 2020. O jogador foi confirmado oficialmente nesta semana como novo atleta do tricolor.

Nos últimos cinco clubes que defendeu, Robinho conquistou pelo menos um título. Para conhecer um pouco mais do jogador, encaminhamos um material com informações e curiosidades.

Nos colocamos também à disposição para outras dúvidas e agendamentos de entrevistas.

Continue Lendo

Esporte

Lívia Portella apresentará a live “Parabéns Fluzão” em comemoração aos 118 anos do Fluminense

Publicado

em

Nada melhor que comemorar o aniversário do time de coração do que estando com ele. Lívia Portella, rainha das torcidas tricolores, apresentará a live “Parabéns Fluzão, a Live”, no próximo dia 20 de Julho, véspera do dia em que o clube comemora 118 anos. Entre as surpresas, artistas tricolores e participações do mundo do carnaval estão na programação.

A transmissão acontecerá simultaneamente, a partir das 20h30, através do Canal Flunews no facebook e Youtube e também pelas redes sociais da “Força, Glória e Tradição” e do Bloco Minha Raiz. Durante a live os torcedores poderão aderir a campanha “Sócio futebol” e participar do leilão da camisa nova oficial do clube.

“Será uma honra apresentar a live do meu Fluzão, ainda mais neste período que não podemos ir aos estádios, será uma forma de matar um pouco a saudade. Está tudo sendo preparado com muito carinho e teremos muitas surpresas. Irei unir as paixões do Futebol com o samba e faremos uma grande festa”, revelou Lívia

Além de ser rainha das torcidas Fiel Tricolor e FluChopp, Lívia também é princesa do Bloco Minha Raiz, além deste ano ter sido Rainha de Bateria da Escola de Samba Guerreiros Tricolores, formada por sambistas apaixonados pelo Fluminense, sendo a primeira majestade da história da agremiação.

Continue Lendo

Esporte

Governador considera difícil retorno do Campeonato Gaúcho

Publicado

em

Por

© Ricardo Duarte/Internacional/Direitos Reservados

Federação Gaúcha fez reunião com Eduardo Leite

Os clubes mais populares do Rio Grande do Sul, Grêmio e Internacional, voltaram a treinar nesta semana adotando medidas de segurança para evitar o contágio do novo coronavírus (covid-19) entre atletas e funcionários. O campeonato estadual segue suspenso, mas a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) deu um passo na tentativa da retomada da competição, que está paralisada por tempo indeterminado desde o dia 16 de março.

 

O presidente da entidade, Luciano Hocsman, se reuniu no Palácio Piratini com o governador Eduardo Leite e apresentou um documento com diretrizes de segurança sanitária elaborado pela FGF. Após o encontro, o chefe do executivo estadual prometeu analisá-lo, mas acredita ser difícil a sua implementação neste momento.

 

“Vamos avaliar estes protocolos sugeridos pela federação e considerá-los no próximo decreto que vem até a próxima sexta (8). Qual é o grande desafio? É que o campeonato estadual, como acontece em todo o estado, precisa de uma regra uniforme no território e o protocolo não vai pela uniformidade, mas pela regionalidade, ou seja, cada região vai ter uma bandeira, e cada uma poderá ter que, consequentemente, obedecer, em uma semana, regras mais rigorosas que uma outra região. O que poderá significar que o campeonato teria que, eventualmente, em uma região, seguir um protocolo diferente da outra, e isso gera uma desigualdade, uma falta de uniformidade, o que pode comprometer as condições de se fazer a competição”.

Sabendo das circunstâncias de incerteza e da dificuldade para liberação, o mandatário da federação concluiu que a conversa foi oportuna para mostrar um projeto de viabilidade do estadual.

 

“Não foi uma proposta, foi uma situação de protocolo, uma minuta, para ser apresentada ao governador e para ser debatida com ele e com seu gabinete de crise”, relatou o mandatário da Federação.

 

Eduardo Leite ainda explicou que, caso o campeonato seja liberado para reiniciar, duraria aproximadamente dois meses para ser concluído, tempo considerado longo, tendo em vista que restam poucas partidas para encerrar a competição: “Levaria, talvez, até 2 meses para ser concluído, entre o tempo preparatório de remobilização, os treinos e o período necessário para os jogos. É absolutamente impossível neste momento conseguir fazer uma projeção do que teremos efetivamente nos próximos 2 meses”.

 

Mesmo que seja autorizada a disputa das partidas, o governador descarta a possibilidade da presença público: “Seguramente sem público, qualquer atividade com reunião de grande número de pessoas nós só vemos possibilidade no pós-pandemia”.

 

//EBC

Continue Lendo

Newsletters

Receba as Notícias do Site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana