Connect with us

Saúde

Substância produzida pelo organismo tem potencial para tratar diabetes

Publicado

em

O pesquisador brasileiro Luiz Osório Leiria, durante pesquisa de pós-doutorado na Universidade Harvard, nos Estados Unidos, identificou uma substância produzida pelo organismo que ajuda a controlar os níveis de glicose e pode ser uma alternativa para o combate a diabetes. Atualmente ele é pesquisador do Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Em artigo publicado na revista Cell Metabolism, Leiria descreve pela primeira vez as funções de tal substância, o lipídio 12-HEPE, um tipo de gordura que é produzida e liberada pelo tecido adiposo marrom. O tecido adiposo marrom está principalmente relacionado à regulação térmica do organismo por meio da produção de calor. Já o tecido adiposo branco é aquele relacionado com a obesidade e tem a função é acumular gordura quando há excedente energético disponível.

Na pesquisa, Leiria descobriu que camundongos obesos tratados com o lipídio 12-HEPE apresentaram maior eficiência na redução dos níveis de glicose no sangue depois de receberem uma injeção com glicose concentrada, na comparação com os camundongos que não tinham recebido o tratamento com o lipídio.

“Mostramos que o 12-HEPE foi capaz de melhorar a tolerância à glicose em animais obesos, o que se deve à capacidade deste [lipídio] de promover a captação da glicose no tecido adiposo e no músculo. Aumentar a tolerância à glicose significa dizer a capacidade de transportar a glicose para os tecidos após uma ingestão alta de alimento (com glicose) reduzindo os níveis de glicose no sangue”, disse Luiz Osório Leiria.

O pesquisador demonstrou que o efeito benéfico do lipídio se deu pela capacidade do 12-HEPE promover a captação de glicose tanto no músculo quanto no próprio tecido adiposo marrom.

Diabetes

A importância da descoberta para um possível tratamento de pessoas com diabetes se dá porque os pacientes nessa condição têm seus níveis de glicose no sangue elevados e precisam de medicação para reduzir esses níveis. Leiria identificou, na pesquisa, que o lipídio 12-HEPE havia realizado a função de diminuir o nível de glicose no sangue entre os camundongos obesos.

“É cedo pra dizer, mas pode significar sim [um novo tipo de tratamento], pois no diabetes tipo 2 que ocorre intolerância à glicose, ou seja, ocorre um defeito da capacidade do organismo em captar a glicose após uma refeição e com isso a glicemia permanece elevada por muito tempo”, explicou.

Nos testes clínicos realizados com pacientes humanos, ao coletar amostras de sangue de pessoas magras e saudáveis, assim como de pacientes com sobrepeso e obesos, verificou-se que a quantidade de 12-HEPE do primeiro grupo foi maior do que no sangue dos pacientes com sobrepeso e obesos.

Ou seja, a pesquisa sugere a possibilidade de que a redução dos níveis desses lipídios na corrente sanguínea de pessoas obesas contribua, de alguma forma, para o aumento da glicose no sangue destes pacientes. A substância ainda não foi testada como tratamento em humanos, mas o pesquisador afirma que pretende fazer os testes no futuro.

Nos testes in vitro em células adiposas provenientes de humanos, os resultados mostraram que 12-HEPE aumentou a captação de glicose. “Em humanos, sabemos duas coisas: os níveis do lipídio são reduzidos em humanos obesos e, quando indivíduos tomam uma droga (Mirabegron) que ativa o tecido adiposo marrom, o lipídio é liberado no sangue”, contou Leiria.

Um remédio já comercializado no país chamado Mirabegron, indicado para o tratamento de uma disfunção urinária conhecida como bexiga hiperativa, tem também a capacidade de ativar o tecido adiposo marrom. A pesquisa de Leiria mostrou que pacientes tratados com esse medicamento têm níveis mais elevados de 12-HEPE no sangue.

Agência Brasil

Destaque

Médico Psiquiatra utiliza método inédito e ajuda pessoas durante a pandemia

Publicado

em

A pandemia pelo novo coronavírus trouxe medo e insegurança para todos nós. Isso vem causando um sério impacto na saúde mental das pessoas.

“ Em virtude do aumento considerável de ansiedade na população e piora de alguns quadros psiquiátricos pela Covid-19 e isolamento social, resolvi fazer o Atendimento Mental Solidário – AMS, que já era realizado no consultório, agora  também através da telemedicina, dessa forma, podemos ajudar muitas pessoas por todo o Brasil, que precisam de atendimento psiquiátrico.’’

Essas são palavras do Presidente da Associação Psiquiátrica do Piauí-APPI, Vicente de Paulo Gomes Júnior, que é Médico Psiquiatra, Psicogeriatra e Hipnoterapeuta.

Segundo o especialista, esse é um período que deixa muitas pessoas vulneráveis à descompensação do quadro psiquiátrico e ao aparecimento de novos transtornos.

Dr. Vicente Gomes é o criador do Condicionamento Mental Direcionado-CMD, método desenvolvido a partir de técnicas que engloba Hipnoterapia Médica, Meditação, Psicologia Positiva e Programação Neurolinguística. Ele utiliza o CMD como abordagem psicoterapêutica durante seu atendimento por videochamada e ainda prescreve medicamentos para casos que tenham necessidade.

Para ter acesso a esse atendimento, a pessoa precisa se enquadrar em alguns critérios, como possuir baixa renda e preencher uma declaração de veracidade.

“ Quando realizamos um trabalho filantrópico, estamos também prevenindo o estresse. Além de manter nossa saúde mental em dia, podemos ajudar nossos semelhantes e nesse momento tem muita gente precisando de ajuda.’’ diz o Médico.

Continue Lendo

Geral

Clínica Cibele Coelho é referência em técnica de rejuvenescimento facial

Publicado

em

Por

Assessoria Lmp artísticas e assessoria

Algo que todo mundo quer é parecer mais jovem, e apesar de ser impossível rejuvenescer de verdade, a pele é algo que pode ser trabalhada e rejuvenescida através de diversas maneiras. Atualmente, o que está chamando atenção de muitos é o bioestimulador de colágeno que age exatamente como um rejuvenescedor facial.

A Clínica é referência quando falamos na técnica do bioestimulador de colágeno, trabalham com os melhores produtos do mercado para que consigam extrair os melhores resultados de seus pacientes. “O que a Kim Kardashian usa nos Estados Unidos é o que usamos aqui”, contou a Dra. Cibele Coelho.

O que esse procedimento faz? O colágeno é a proteína responsável por dar firmeza a pele e tem sua produção diminuída conforme envelhecemos, com o uso do bioestimulador, é provocado uma reação que estimula a produção de colágeno e assim diminuindo rugas, linhas expressão, aumentando a rigidez e resultando o rejuvenescimento facial.

Cibele revela que a maioria das pessoas querem apenas se tornam mais jovens, e não mudar drasticamente o rosto, e por isso ela foca seus esforços em ajudar seus pacientes a recuperar a autoconfiança e sentirem mais felizes ao se olharem no espelho.

Além dos estimulos de colágeno, a Clínica Cibele Coelho também realiza outros procedimentos estéticos bem procurados como harmonização facial, que trabalha para melhorar o equilíbrio entre as regiões do rosto; botox, responsável pela diminuição de rugas e linhas de expressão, preenchimento labial, que pode aumentar o volume dos lábios ou melhorar o contorno do mesmo. Preechimento de olheiras e também bigode chinês.

Vários famosos já foram atendidos pela Dra. Cibele Coelho em sua clínica, como a musa fitness Roberta Zuniga e a influencer digital Anahí Rodrighero.

Acompanhe o resultado de diversos pacientes pelo link instagram.com/dracibele_coelho e fique por dentro de todas as novidades. A Clínica fica na Rua Bom Pastor, 2732 – Bairro Ipiranga, São Paulo.

Continue Lendo

Saúde

Uso do protetor solar deve continuar mesmo em casa

Publicado

em

Com a chegada do inverno e durante a quarentena, produto essencial para a saúde da pele pode ficar esquecido

Muita gente sabe que o protetor solar é o principal aliado para proteger a pele contra a exposição direta ao sol. Porém, o que poucos sabem é que esse cuidado também deve ser mantido durante o inverno e, principalmente, dentro de casa.

De acordo com o dermatologista Fábio Gontijo, a exposição aos raios solares não é o único risco para a saúde da pele. “Em casa também estamos expostos a diversos tipos de radiação que são liberadas através de aparelhos eletrônicos, como TVs, tela do computador e objetos do gênero. Além disso, luzes artificiais como leds e fluorescentes utilizadas na iluminação do ambiente também podem causar danos, caso a pele fique exposta por muito tempo”, explica.

Fábio acrescenta que tal radiação pode ser responsável pelo envelhecimento precoce, manchas, além de outros males para a derme. “Porém, não é necessário entrar em pânico. A radiação dentro de casa não é tão forte quanto os raios solares em contato direto com a pele. Mas em longo prazo podem surgir danos. Portanto, o ideal é manter os cuidados para que qualquer risco seja evitado ao longo dos anos”, comenta.

Ou seja, a melhor forma de continuar se cuidando, é investir na proteção mesmo em ambientes fechados. “Dentro de casa não é necessário utilizar um fator tão forte como nas ruas, durante o dia, com o sol forte. Mas o produto deve ser utilizado com frequência e da maneira correta, por toda a extensão da pele”, diz.

O dermatologista indica que a melhor opção é procurar um profissional para analisar o seu tipo de pele e indicar o produto mais adequado para cada ambiente. “Cada faixa etária, pele e organismo possuem necessidades específicas. Uma pele com acne, por exemplo, deve utilizar um produto diferente de quem sofre apenas com ressecamento excessivo, por exemplo. Então, lembre-se de sempre buscar o seu médico para manter a saúde e evitar que a pele seja prejudicada ainda mais”, conclui.

Fonte: Fábio Gontijo, Médico Dermatologista, formado pela UFMG em 2009, Dermatologista Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologista (SBD), Especialista em Oncodermatologia pelo Hospital Albert Einstein, com MBA em Gestão em Saúde pela FGV.

Contato: www.fabiogontijo.com.br ou @dr.fabio.gontijo no Instagram

Continue Lendo

Newsletters

Receba as Notícias do Site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana

Notícias no seu WhatsApp whatsapp