Connect with us

Tecnologia e inovação

SpaceX declara que colônia em Marte não vai seguir leis da Terra

Publicado

em

© CC BY 2.0 / Futurilla
Quer receber notícias do G10News pelo whatsapp? Clique aqui

A companhia de Elon Musk decidiu que seu projeto de satélites Starlink em Marte não vai reconhecer a autoridade ou soberania de nenhum governo da Terra.

A empresa norte-americana de fabricação aeroespacial SpaceX declarou que Marte será um “planeta livre”, não governado pelas leis da Terra, quando a colônia planejada pela companhia inicie seu funcionamento no Planeta Vermelho.

Esta afirmação foi encontrada nos termos de serviço ao consumidor em versão beta do projeto para criação dos satélites Starlink, que foram enviados recentemente aos clientes antes do lançamento.

Os termos de serviço, que rapidamente foram compartilhados no Twitter e Reddit, aparecem uma semana depois da empresa revelar seus planos para construir uma megaconstelação de satélites ao redor de Marte e uma cidade autossuficiente que não dependeria da Terra para se sustentar.

O usuário do Twitter Whole Mars Catalog foi aparentemente o primeiro a compartilhar a cláusula dos termos de serviço ao consumidor da Starlink.

Denominada “Leis aplicáveis”, a seção estabelece que o serviço da Starlink na Terra e Lua será regido pelas leis estabelecidas pelo estado da Califórnia, porém, em Marte não vai reconhecer a autoridade ou soberania de nenhum governo da Terra.

“Para os serviços prestados em Marte, ou em trânsito a Marte através da Starship ou outra nave espacial de colonização, as partes reconhecem Marte como um planeta livre e que nenhum governo com base na Terra tem autoridade ou soberania sobre as atividades marcianas”, reza a cláusula.

“Consequentemente, as controvérsias serão resolvidas mediante princípios de autogoverno, estabelecidos de boa-fé, no momento do estabelecimento em Marte”, agrega o texto.

//Sputniknews

Continue Lendo
Patrocinado
Clique para comentar

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia e inovação

RS pode se tornar ecossistema de inovação e tecnologia

Publicado

em

Por

FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK
Quer receber notícias do G10News pelo whatsapp? Clique aqui

Especialistas afirmam que pandemia é a “virada de chave” para a digitalização das atividades econômicas

Quando o assunto é Inteligência Artificial, Indústria 4.0, blockchain e outros tantos nomes relacionados à tecnologia, muitas pessoas não entendem ou, até mesmo, se assustam pelo fato de a automação, por meio de computadores, softwares e etc, fazer parte do dia a dia de todos. Com o surgimento da pandemia, inúmeros negócios tiveram que se adaptar, alterar ou inserir dentro do mundo digital.

Para dar uma pequena abordada no assunto, a presidente da FEDERASUL, Simone Leite, recebeu, através da fanpage FEDERASUL três jovens e importantes nomes da inovação aqui no Rio Grande do Sul. São eles: Camila Borelli, CEO da Nau Live Spaces; Francisco Hauck, presidente da Fábrica do Futuro e Pedro Valério, diretor Executivo do Instituto Caldeira.

Com DNA empreendedor, Francisco Hauck, descendente dos fundadores da principal indústria de enfeites de Natal já existente no RS (Wanda Hauck), explicou como funciona a sua mais nova ferramenta de inovação. O ambiente da chamada Fábrica do Futuro tem origem em uma história de quase sete décadas, lá em 1942, quando surgiu a indústria de decoração. O negócio da família seguiu estável até a década de 90, quando ocorreu a reabertura econômica do Brasil ao mercado exterior.

Implementadas algumas ações, Francisco viu que era momento de olhar para o futuro, descrito por ele como “Conceito Pivotal”, que em suma significa aproveitar a crise para usar a favor de si. Hoje a Fábrica do Futuro, nas palavras dele “é um ecossistema multiplataforma de projetos e experiências. Experiências imersivas e com tabalho coletivo”. No local, localizado no 4º Distrito de Porto Alegre (Bairro Navegantes), o foco é voltado para indústria criativa e ao ambiente de trabalho coletivo.

Leia também:  Michele Marques a grande referência no produto de eficácia para tratamento de estrias

Outro case gaúcho de inovação, mas descrita como incremental, a Nau Space Lives, co-criada por Camila Bonelli, abarca no negócio/projeto a necessidade de conciliar ambiente com qualidade de vida e bem-estar. Com sede no edifício do Clube Gondoleiros, construído há 105 anos, o novo negócio é baseado em importantes critérios, tais como: diversidade; comunidade e oxigenação.

“Quando criamos a Nau, o foco era não ser um negócio pelo dinheiro, mas para proporcionar um ambiente profissional menos tóxico e doentio. Tem que ser leve!”, descreveu Bonelli. A Nau é composta por três hubs de inovação, além de espaço para coworking.

O principal núcleo de inovação e tecnologia da região sul, o Instituto Caldeira adota uma linha mais hard no quesito mudança de mindset. Localizado no principal ponto do Navegantes, o DC, a organização é distribuída em uma área de 22 mil m². Considerado como o principal hub, o diretor Pedro Valério afirmou que o horizonte do Rio Grande do Sul é positivo para essa nova era de aceleração digital. Uma das inúmeras frentes do Instituto é desmistificar os chamados hard skills.

“O RS precisa de uma rede coesa de iniciativas e agentes para contribuir com ações concretas. Nós acreditamos no Estado e temos tudo para ser um grande polo de inovação. Não queremos reinventar a roda, mas aperfeiçoá-la a girar mais rápido”, definiu Pedro.

Continue Lendo

Tecnologia e inovação

SEO é a principal estratégia de marketing e branding para fomentar negócios e fortalecer marcas

Publicado

em

Por

Quer receber notícias do G10News pelo whatsapp? Clique aqui

 

Transferir a autoridade do Google é essencial no mercado digital, que já é mais competitivo que o físico; construção de reputação online via SEO requer trabalho especializado

Data: 06/12/2019

Em tempos em que o mundo está cada vez mais conectado, é estranho observar que grandes marcas do setor produtivo brasileiro ainda não despertaram para a importância do protagonismo digital. Produtos com todas as faixas de valor agregado deixam de aparecer como referências na internet por pura negligência de seus produtores. Desde chocolates até máquinas agrícolas, em pleno 2019, com os negócios digitais cada vez mais amadurecidos, ainda há um grande vácuo a ser ocupado por empresas relevantes no mundo físico e pouco presentes no mundo digital.

No caso de produtos de alto valor agregado, o caso é ainda mais grave, já que as buscas na internet são, muitas vezes, o que norteia a decisão de compras. No caso das máquinas agrícolas, por exemplo, pesquisas apontam que, com equipamentos cada vez mais tecnológicos e complexos, as decisões de compra têm sido feitas por jovens administradores dos negócios rurais que, por terem muito mais familiaridade com o mundo digital, se valem dele para ter certeza do produto que vão adquirir.

O Google é a segunda marca mais valiosa do mundo, apenas atrás da Apple. Segundo a Mashable, o Google recebe mais de 100 bilhões de buscas todos os meses, ou 3,5 bilhões diariamente. Nos dias de hoje, sempre que uma empresa é indicada pelo Google nos resultados de busca, a gigante americana transfere um pouco da sua autoridade para a marca dessa empresa. Este já é um motivo muito óbvio para se investir em SEO, pensando na construção ou no fortalecimento – também conhecido como “Branding” – de uma marca online. No entanto, estar bem posicionado na busca orgânica da sua área de interesse traz mais uma série de outros benefícios, sejam eles comerciais ou institucionais.

Leia também:  SEO é a principal estratégia de marketing e branding para fomentar negócios e fortalecer marcas

SEO é a sigla para “Search Engine Optimization”, que, por definição, significa “otimização para mecanismos de buscas”. É o processo desenvolvido para deixar um site bem posicionado nos mecanismos de busca, como o Google, de forma natural, orgânica e gratuita. Conhecido também como “otimização de sites” no Brasil, o SEO gera reputação, tráfego e vendas em páginas online de empresas que se preocupam com esse importante detalhe da sua cadeia de negócios.

Mesmo que 69,3% das empresas brasileiras já adotem alguma estratégia de SEO, ainda tem muito trabalho a ser feito para alcançar uma posição de destaque nas buscas. O portal especializado Search Engine Land estima que até 2020, empresas do mundo inteiro devem investir cerca de US$ 79 bilhões em SEO. Os números extremamente relevantes chamam a atenção e mostram como boas estratégias de SEO podem oferecer êxito a qualquer negócio online, quando são colocadas em prática de maneira correta e íntegra. O trabalho para posicionar um site nas buscas está longe de ser fácil. Requer conhecimento, estratégia e muito empenho, já que inclui várias técnicas relacionadas à programação, conteúdo e força da marca, ou, nesse caso, do site, no meio online. Resumidamente, o SEO tem 3 frentes importantes: a programação e o design do site, seu conteúdo e também a autoridade ou relevância do site na internet. Se uma dessas estratégias não for adotada adequadamente, poderá comprometer todo o trabalho de SEO.

Estar no primeiro lugar da busca no Google é o novo “estar na Globo”

Todos os envolvidos no mercado de marketing digital já sabem disso. Até mesmo a própria Globo, que tem desenvolvido cada vez mais produtos digitais. De acordo com especialistas do setor, os resultados orgânicos dos buscadores, sobretudo do Google, têm uma confiança 77% superior em relação aos links pagos. Ou seja, a busca orgânica é o lugar mais nobre de toda a internet para uma marca ou empresa ocupar.

Leia também:  Sonda da NASA descobre 'camadas' e 'fissuras' na atmosfera superior de Marte

O valor dessa posição ainda é intangível, já que ainda é impossível calcular o valor da transferência de reputação e autoridade do Google para uma marca. O que se sabe é que, por exemplo, a marca Pinho Sol tem cerca de 22 mil visualizações por mês, apenas graças à busca orgânica. Um exemplo de grande marca consolidada no mercado, mas que ainda assim, incluiu um trabalho de SEO na sua estratégia de marketing.

Para marcas sem tanto reconhecimento, em mercados ainda pouco explorados pelos estrategistas de marketing, a oportunidade de se tornar referência é grande. Afinal, o consumidor, antes de pensar em um produto, pensa em marcas de referência, como “caneta Bic”, “Post-It”, “Gilette” e outras. Na era digital, quem quer ter sucesso precisa incluir o SEO como estratégia de marketing e branding. A maior inspiração para tal, pode ser a história da Amazon, que investiu em SEO desde a criação da marca e hoje é uma das mais valiosas do mundo, competindo com o próprio Google.

A solução para sua empresa ter mais destaque no Google está bem perto

O Brasil conta com excelentes profissionais especializados em SEO, programação, conteúdo e link building, os 3 pilares do SEO, assim como algumas das melhores agências especializadas em marketing digital de toda a América Latina, o que torna ainda mais óbvio e “obrigatório” o investimento das empresas nesta área. A agência emarket, de Florianópolis está entre elas, comprovando a fama de Florianópolis que é conhecida como a “Ilha do Silício” numa alusão ao Vale do Silício, região da parte sul da Baia de São Francisco, que abriga muitas start-ups e empresas globais de tecnologia, como a Apple e o Google.  Assim como lá, Florianópolis, um dos principais polos de inovação no Brasil, abrigando cerca de 900 empresas do setor de TI e mais de 17.000 profissionais, fazendo jus à alcunha.

Leia também:  Crescimento de fintechs já impactam o sistema bancário brasileiro

Com quase 18 anos de história, a catarinense emarket passou a trabalhar com Consultoria em SEO quando o Google dava seus primeiros passos. Durante essa trajetória, ajudou muitas marcas a terem destaque no meio online, desde empresas bem pequenas até companhias bem mais robustas, no país e no mundo.

Website: http://emarket.ppg.br/

Continue Lendo

Tecnologia e inovação

Michele Marques a grande referência no produto de eficácia para tratamento de estrias

Publicado

em

Por

Quer receber notícias do G10News pelo whatsapp? Clique aqui

É muito comum escutar a grande maioria das pessoas dizerem que não possui tratamento para estrias, porém contrariando a todos e principalmente as perspectiva do mercado, a Michele Marques Cosméticos, conseguiu desenvolver um produto com teste de eficácia clínica comprovada, que realmente de fato ameniza o aspecto das cicatrizes geradas na pele pelas estrias.

A empresária Michele Marques, é a grande referência no mercado de cosméticos, quando o assunto é produto de qualidade e com eficiência para o tratamento de estrias!

Atualmente com quatro produtos diferenciados disponível no mercado, sendo para o tratamento e prevenção de estrias, o outro um termogênico para quem malha e por fim um produto para celulites, os quais possuem uma grande aceitabilidade e eficácia clínica comprovada, inclusive com muitos famosos e blogueiras da mídia.

“Comprovamos que realmente o produto funciona ao que é proposto e garantimos que se nossas clientes se disporem a realizar o tratamento com disciplina e perseverança, usando impreterivelmente 2 vezes ao dia, vão obter os resultados almejados”. Michelle ainda completa: “Não trata-se de um simples creme, podemos afirmar que estarão comprando um tratamento no qual já pode ser possível ver os primeiros resultados em 30 dias, porém, o prazo mínimo de Tratamento são de 90 à 120 dias em média”, declara Michelle.

A empresária ainda complementa… “Começamos há 4 anos atrás, e o nosso crescimento se deu por conta da relação de confiança e proximidade com nossas clientes. Priorizamos sobre todas as coisas a excelência no atendimento. Isso fez com que que clientes, onde muitas vezes sentiam-se constrangidas pelas estrias, enviassem pra gente espontaneamente, fotos e vídeos de resultados. Isso alavancou de forma espetacular nosso crescimento em nossos perfis do Instagram.”

Leia também:  Michele Marques a grande referência no produto de eficácia para tratamento de estrias

Esse sucesso resultou em mais de 5 milhões de seguidores em suas redes sociais!

A Michele Marques Cosméticos, possui uma enorme credibilidade entre seus clientes, pois trabalha com uma equipe de ponta e preparada, com excelente atendimento para enviar os produtos para todos os estados do Brasil e até no exterior.

Tanto sucesso resultou em um Programa, o Você Sempre Linda, exibido no SBT no estado de Minas Gerais, através da TV Alterosa.

“Fico feliz em saber que nosso esforço e dedicação vem sendo recompensado! Sou grata a Deus por tudo isso!”, declara Michele Marques.

Para saber mais a respeito, basta acessar o Instagram @100estrias

Continue Lendo

Newsletters

Receba as Notícias do Site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana