Connect with us

Agronegócios

Silicone ajuda plantas a absorverem melhor os nutrientes aplicados por agricultores, explica técnico da Brandt do Brasil

Publicado

em

A alta produtividade na agricultura resulta de um longo processo que envolve a preparação do solo e o manejo correto das aplicações de insumos que ajudam a controlar pragas e doenças e também a nutrir as plantas. Para alcançar os alvos desejados e combater os problemas que atrapalham as lavouras, o silicone desponta como um grande aliado.

“O silicone promove a quebra da tensão superficial das gotas d’água, fazendo com que cada uma delas se espalhe melhor, resultando em uma área molhada ou de cobertura maior nas folhas, promovendo uma absorção mais eficiente”, explica o técnico de desenvolvimento de mercado para grandes culturas da Brandt do Brasil, Pedro Afonso.

A tensão, de acordo com o especialista da Brandt do Brasil, faz com que a camada superficial de um líquido se comporte como uma espécie de membrana elástica. “Esse efeito permite, por exemplo, que alguns insetos caminhem sobre a superfície da água e que a poeira fina não afunde”, explica. “A tensão superficial também é responsável pela formação de gotas e bolhas.”

Com o rompimento dessa tensão dos líquidos, o silicone permite que os produtos agrícolas aplicados sobre as plantas se dispersem melhor. “Além disso, o adjuvante siliconado potencializa a performance dos defensivos agrícolas, já que mantém a umidade das folhas por mais tempo, aumentando o período natural de absorção desses produtos”, destaca Pedro Afonso.

Com quatro anos de presença no Brasil, a Brandt investe no aditivo à base de silicone como tecnologia para aumentar a produtividade da agricultura. “O recurso está presente no produto BRANDT Action Sil, que também contém nutrientes importantes – manganês, nitrogênio e zinco. O produto também possui agentes que reduzem a espuma e à deriva”, completa Afonso.

 

Sobre a Brandt

A Brandt do Brasil é subsidiária da norte-americana Brandt, que atua há mais de 65 anos na fabricação de insumos para diversas culturas. Especialista em nutrição vegetal, a empresa está presente em mais de 50 países, com tecnologias inovadoras, as quais ajudaram ao produtor norte-americano Randy Dowdy a quebrar o recorde mundial de produtividade de soja atingindo quase 215 sacas por hectare. A companhia está há quatro anos no Brasil, com sede administrativa em Londrina (PR) e fábrica em Olímpia (SP).

Agronegócios

INDICADORES: Após sequência de alta, boi gordo apresenta queda no preço nessa quarta (18)

Publicado

em

Por

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial não teve variação

A cotação da arroba do boi gordo começou a quarta-feira (18) com queda de 2,59% no preço e o produto é negociado a R$ 199,40 em São Paulo. Em Goiânia, o produto é vendido à vista a R$ 188. Já em Barretos e Araçatuba, em São Paulo, a arroba é comercializada a R$ 200.

O preço do quilo do frango congelado não sofreu variação e o produto é vendido a R$ 4,90. O preço do frango resfriado também não teve variação e a mercadoria é comercializada a R$ 4,92.

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial teve alta de 0,69% e o produto é negociado a R$ 8,77. Em Minas Gerais, o suíno vivo é vendido a R$ 5,89. No Paraná, o produto é comercializado à vista a R$ 5,59. Os valores são do Canal Rural e Cepea.

Continue Lendo

Agronegócios

Manejo de resistência é destaque da UPL no SuperAgro, em Londrina (PR)

Publicado

em

Por

A UPL, uma das cinco maiores empresas de produtos agrícolas do mundo, apresenta suas soluções para o manejo de resistência nas culturas de soja, milho e trigo, durante o SuperAgro, entre os dias 21 e 23 de janeiro, em Londrina (PR).

“Essa feira reúne importantes produtores do norte do Paraná e do sul de São Paulo. Apresentamos a eles tecnologias que agregam valor e inovação para suas lavouras”, destaca o desenvolvedor de mercado da UPL na região, Armando Sorace.

Entre os destaques da UPL no vento estarão o herbicida Select One Pack, com formulação especial para combater as plantas daninhas mais resistentes, e o fungicida Unizeb Gold, um dos grandes sucessos de vendas da UPL em todo o território brasileiro.

“Especialmente desenvolvido para o cultivo de soja, Unizeb Gold detém liderança conquistada com produtividade. Esse produto está presente na agricultura brasileira há cinco safras, já tendo tratado com sucesso mais de 95 milhões de hectares”, explica Sorace.

Sobre a UPL

A nova UPL é líder na cadeia de produção de alimentos global e, com a aquisição da Arysta LifeScience, torna-se uma das 5 maiores empresas de soluções agrícolas do mundo. Com receita de aproximadamente US$ 5 bilhões, a nova UPL está presente em 76 países, com vendas para mais de 130. A empresa conta com mais de 10.800 pessoas em todo o mundo. Com acesso ao mercado global para a cadeia de alimentos e focada em regiões de alto crescimento mundialmente, nosso objetivo é transformar a agricultura através do propósito OpenAg, uma rede agrícola aberta que alimenta um crescimento sustentável para todos. A nova UPL oferece um portfólio integrado de soluções agrícolas patenteadas e pós-patente para diversas culturas, incluindo produtos para proteção de cultivos, soluções biológicas e tratamentos de semente para toda a cadeia. Para mais informações sobre a nova UPL, visite: https://br.uplonline.com.

Continue Lendo

Agronegócios

INDICADORES: Boi gordo começa a segunda (20) com alta no preço

Publicado

em

Por

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial sofreu queda é negociado a R$ 9,01

A cotação da arroba do boi gordo começou a segunda-feira (20) com alta de 0,18% no preço e o produto é negociado a R$ 192,50 em São Paulo. Em Goiânia, o produto é vendido à vista a R$ 179,50. Já em Barretos e Araçatuba, em São Paulo, a arroba é comercializada a R$ 191.

Crédito: Italo Novais (Agência do Rádio Mais)

O preço do quilo do frango congelado não sofreu variação e o produto é vendido a R$ 5,31. Já o preço do frango resfriado subiu 0,59% e a mercadoria é comercializada a R$ 5,15.

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial teve queda de 0,55% e o produto é negociado a R$ 9,01. Em Minas Gerais, o suíno vivo é vendido a R$ 6,28. No Paraná, o produto é comercializado à vista a R$5,70. Os valores são do Canal Rural e Cepea.

Continue Lendo

Newsletters

Receba as Notícias do Site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana

Notícias no seu WhatsApp whatsapp