Connect with us

SC

SC: Motorista de 40 anos morre após colidir contra carreta na BR-282

Publicado

em

O motorista de um Fiat Palio, com placas de Chapecó, morreu após colidir contra uma carreta de Xaxim na tarde desta sexta-feira, dia 16, na BR-282, em Joaçaba. O acidente ocorreu por volta das 14 horas no km 401, proximidades da entrada para o Distrito de Nova Petrópolis.

A vítima, identificada por Adriano Biffi de 40 anos, foi removida das ferragens pelo Corpo de Bombeiros em parada cardiorrespiratória. A equipe do Samu tentou a ressuscitação, mas o homem foi a óbito no local.

O condutor da carreta relatou que fazia sentido Catanduvas/Joaçaba, quando o Fiat, que trafegava em sentido contrário, tocou na traseira de outro carro durante a ultrapassagem e rodou na pista. De acordo com ele, o terceiro veículo envolvido chegou a parar, mas logo seguiu viagem.

A Polícia Rodoviária Federal isolou uma das pistas durante o atendimento e realizou o levantamento para confeccionar o boletim do acidente com vítima fatal.

 

Com informação Oeste Mais

Continue Lendo
Patrocinado
Clique para comentar

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SC

SC: Mulher atropelada na Rua Fiorelo Sunti no bairro Imperial segue internada na UTI

Publicado

em

Por

Concórdia – Após nove dias de tratamento, segue internada na UTI do Hospital São Francisco a mulher de 43 anos que foi atropelada no final da tarde do sábado (10), na Rua Fiorelo Sunti, no bairro Imperial.

Conforme informações de familiares, a vítima sofreu fraturas em nove costelas, hemorragia interna, perdeu um rim, baço e ainda sofreu uma lesão na coluna.

Segundo informações apuradas pelo jornalismo da Atual FM, a motorista de um Polo Sedean perdeu o controle do veículo, subiu na calçada, atingiu uma pedestre e colidiu contra um edifício. Ela transitava pela Rua Marcelino Ramos e o acidente aconteceu assim que desceu pela rua Fiorelo Sunti.

O carro era ocupado por duas mulheres, um homem e mais duas crianças. Bombeiros Voluntários conduziram o homem e a mulher que estava no banco de trás, que sofreram ferimentos leves. Já a equipe do SAMU conduziu a pedestre com ferimentos de média gravidade.

Polícia Militar também foi acionada para realizar os levantamentos e providenciar a retirada do veículo que ficou sobre a calçada.

Fonte: Atual FM

Quer receber notícias do G10News pelo whatsapp? Clique aqui

Continue Lendo

SC

Caixão com corpo dentro é encontrado no meio de mata que pegou fogo

Publicado

em

Por

Um caixão, com um corpo dentro, foi encontrado, em meio a uma mata, que pegou fogo, na tarde deste sábado, 17. De acordo com as informações dos Bombeiros Voluntários, a guarnição foi acionada para apagar as chamas em algumas árvores.

Quando faziam o combate ao incêndio nas proximidades do cemitério dos Fonsecas, em Caçador, o caixão foi encontrado. Não há informações sobre a identidade do corpo e nem o motivo de o caixão estar naquele local.

A Polícia Militar e o IGP foram acionados para as providências necessárias.

Fonte:

Continue Lendo

SC

Idosa sofre mais de 50 picadas durante ataque de abelhas em Santa Catarina

Publicado

em

Por

Bombeiros em atendimento a idosa picadas por abelhas em Guabiruba. (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Uma idosa de 76 anos sofreu entre 50 e 100 picadas de abelhas em Guabiruba, no Vale do Itajái. Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima foi atingida no rosto, no pescoço e nas costela. Ela foi encaminhada ao hospital e não precisou ficar internada.

O acidente ocorreu na sexta-feira (16) no Bairro Lageado Alto. Conforme os bombeiros, a idosa estava na casa da filha. Os socorristas acreditam que o enxame estava nos fundos do terreno, em um local com muitas árvores.

A filha da vítima chamou os bombeiros, que fizeram o atendimento também com o helicóptero da corporação, que pousou em um campo de futebol próximo.

Apesar dos ferimentos, a idosa estava consciente, de acordo com os bombeiros. Ela não tinha alergia às picadas e foi medicada no helicóptero. Ela foi levada pela aeronave até o Hospital Azambuja, em Brusque, cidade vizinha. A unidade informou que ela teve alta no mesmo dia. Os socorristas não souberam informar a espécie das abelhas que picaram a idosa.

Perigo

A situação não é perigosa apenas para os alérgicos. Se forem muitas picadas, qualquer um corre risco de vida. “A hipersensibilidade é uma condição de pessoas alérgicas em crise, mas mesmo a não alérgicas, se forem picadas 20, 30 vezes por insetos, como abelhas, podem ter problemas sérios e morrer, por conta da quantidade de veneno injetado”, alerta Edimilson Migowski, infectologista da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro). Na presença desses sintomas, ou se a vítima tem histórico de risco, deve ser encaminhada para um hospital com urgência. Caso haja ferrão preso à pele, também é preciso removê-lo para que resquícios de toxinas não sejam instilados.

Leia também:  Santos vence em casa e assume liderança do Brasileirão

Problemas com insetos são mais comuns em regiões tropicais e durante verão e primavera, pois a combinação umidade, calor e flores favorece sua multiplicação. Não há um ranking para calcular os mais peçonhentos, mas sabe-se que no Brasil as abelhas estão entre os que mais geram notificações de acidentes. Segundo dados do Ministério da Saúde divulgados em 2019, elas são responsáveis por cerca 18 mil casos anuais no país, total que também pode incluir acidentes com vespas, já que muitas vítimas têm dificuldade em diferenciar os dois insetos.

Em comum, abelhas e vespas atacam em bandos, principalmente quando são ameaçadas. Jéssica de Araújo Isaias Miller, doutoranda do Programa Multicêntrico em Bioquímica e Biologia Molecular da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) explica que as vespas, embora parecidas com as abelhas, não morrem quando ferroam, sendo capazes de picar mais de uma vez e até borrifar veneno nos olhos da vítima. “As vespas Parachartergus fraternus tem características únicas. São pretas, grandes, fazem um zumbido bem forte e podem matar, seja pela reação alérgica em pessoas sensíveis ou pelo ataque de muitos espécimes. Também podem levar a danos em órgãos vitais, como rins e fígado”, complementa.

Formigas também fazem parte do mesmo grupo desses insetos (himenópteros) e suas picadas são tão perigosas quanto. “Todos desenvolvem algum grau de reação, como irritativa e de inflamação local, porém menos de 5% da população é realmente alérgica”, afirma Brianna Nicoletti, médica especialista em alergia e imunologia do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

O Sul

Quer receber notícias do G10News pelo whatsapp? Clique aqui

Continue Lendo

Newsletters

Receba as Notícias do Site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana