Connect with us

Entretenimento

Saiba quais são os principais desafios para quem deseja se tornar um profissional da fotografia

Publicado

em

A fotografia é uma área que cada vez se torna mais versátil e com um grande mercado de atuação, que vai desde a moda e artes até o fotojornalismo e a fotografia publicitária. Se você ama fotografar e um dia já desejou apostar na fotografia como profissão, saiba que isto pode ser uma opção interessante, mas que demanda investimento de tempo, dinheiro e muito mais. Para ajudar aqueles que estão pensando em começar nesta profissão, os premiados fotógrafos  da Arco e Flash Fotografia, Douglas Atina e Pâmela Atina, indicados ao Golden Lens, considerado o Oscar da Fotografia mundial, trazem algumas dicas e falam sobre os desafios de ser um fotógrafo. Confira: Inovação e criatividade Existem muitas áreas na fotografia, que vão desde casamento, onde somos especializados, até alimentos e jóias. Cada área utiliza técnicas diferentes e portanto é preciso especialização, não dá pra fazer tudo. A grande questão é que todas as áreas sofrem do mesmo problema: o padrão. Grande parte dos profissionais buscam seguir um conjunto de regras e acabam tendo trabalhos parecidos, e para quem está começando é difícil se destacar tendo um trabalho parecido com todos os outros. Por isso é importante inovar, ir na contra mão do que os outros profissionais estão fazendo e criar o seu próprio estilo. Existem muitas regras na fotografia, mas elas foram feitas justamente para serem quebradas. É comum que profissionais que estão há anos no mercado se acomodem e passem a fazer sempre mais do mesmo, esse é o momento de quem está começando mostrar potencial e chamar a atenção do mercado com um trabalho criativo. Mercado O mercado de fotografia é difícil, pois costuma ser muito fechado para os novatos. Vou usar como exemplo a fotografia de eventos sociais: Os buffets, assessorias e demais fornecedores já possuem parceria de indicação com fotógrafos que estão há anos no mercado da região e por isso pode ser muito difícil conseguir entrar nesse meio quando se está começando. Por isso é importante chamar atenção do mercado inovando, fazendo o que ninguém fez ainda.
Douglas e Pamela Atina/Felipe Figueira / Arco e Flash Fotografia
Ser só fotógrafo A maior parte das empresas de fotografia morrem nos primeiros anos de vida. Isso porque os fotógrafos focam tanto em melhorar a qualidade do trabalho, investir em novos equipamentos e ignoram pontos importantes como: Administração da empresa, educação financeira, marketing, etc. No mercado de fotografia não basta ser só fotógrafo. O principal desafio é ser um profissional completo. Backups Esse é o desafio mais importante de todos. Não adianta investir rios de dinheiro nos melhores equipamentos, ter o melhor olhar e ser o profissional mais completo da região se você perder os arquivos de um cliente. Afinal, isso pode acabar completamente com sua carreira. É muito melhor investir em muitos HD externos, cartões de memória e armazenamento na nuvem do que em uma câmera mais potente. Perder os arquivos ou até mesmo pegar um vírus que obrigue a formatar todos os dados pode acabar não só com sua carreira mas com o sonho de vários clientes. Ter o pé no chão Quando estamos começando na fotografia, o maior desejo é ter os melhores equipamentos do mercado. A sensação é que equipamentos melhores vão nos tornar profissionais melhores. Ai mora um grande perigo. O crescimento na fotografia é extremamente lento, leva tempo até surgirem os primeiros clientes, é um trabalho de formiguinha. Se você investir tudo o que tem nos melhores equipamentos, não vai conseguir um retorno rápido e pode acabar com sérios problemas financeiros. Evolua seu equipamento de acordo com o crescimento da sua empresa e com o seu crescimento pessoal. Troque de câmera só quando já tiver utilizado 100% dela e estiver sentindo falta de algum outro recurso. A técnica do fotógrafo não está no equipamento e sim no olhar.

Continue Lendo
Patrocinado
Clique para comentar

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

YouTuber Gisele Bandeira faz sucesso ajudando pessoas a ganharem sorteios no Instagram

Publicado

em

Gisele Bandeira - Foto Marcelo Alves

A influenciadora digital Gisele Bandeira conhecida como ‘rainha dos sorteios’, tem se destacado na quarentena com vídeos tutoriais ensinando como ganhar durante os sorteios que são realizado na rede social Instagram.

Além de sua rede social do Instagram, onde possui aproximadamente 115 mil seguidores, Gisele também acumula mais de 77 mil seguidores em seu canal do YouTube, contendo cerca de 4 milhões de visualizações ao todo, sendo considerado o maior canal informativo de sorteios no Brasil.

Residindo atualmente em Mogi Guaçu no interior de São Paulo, a influenciadora está conquistado um público fiel e segmentado, fazendo vários seguidores conseguirem ganharem seus prêmios, como iPhones, dinheiro e diversos outros sorteados nas redes sociais.

Gisele Bandeira - Foto Marcelo Alves

Gisele Bandeira – Foto Marcelo Alves

Gisele começou ganhando sorteios pequenos da cidade, até conseguir ganhar o seu tão sonhado iPhone X, depois o iPhone 8 e desde então já conquistou outras dezenas de prêmios, e justamente possuindo um olhar crítico, ensina com suas ‘ferramentas poderosas’, depois de alguns meses de estudos sobre sorteios a seus seguidores conquistarem também.

Gisele menciona que na quarentena estão ganhando mais sorteios do que nunca, e revela o segredo de ganhar sorteios no Instagram: “Foco e acreditar que é possível, você pode ser uma pessoa que nem tem um Instagram, é só baixar e participar de sorteios, no meu canal eu ensino passo a passo”, revelou a influencer.

“Pessoas com quase 60 anos sem quase nenhuma experiência em Instagram, já ganharam com o meu método de instrução, iPhone 11 Pro Max, e vários outros sorteios. Eu sempre quis ajudar milhares de pessoas e com meu canal isso é possível”, complementou.

Gisele Bandeira - Foto Marcelo Alves

Gisele Bandeira – Foto Marcelo Alves

Recentemente começou em seu canal do YouTube o “Gisele por 7 dias” e fazem 2 meses que não para de gravar um só dia, onde as visualizações dobraram ainda mais durante este período da quarentena.

Atualmente Gisele tem parcerias importantes com marcas conceituadas, e o que era apenas uma rotina para ganhar sorteios, acabou se tornando seu trabalho, onde além de ter transformado sua vida, vem fazendo o mesmo com várias pessoas.

Para acompanhar mais sobre a carreira da influenciadora digital e também as dicas que ela sempre fornece, basta segui-la em suas redes sociais, tanto no Instagram: @giselebandeirablog ou através do canal no Youtube Gisele Bandeira.

Crédito das Fotos: Marcelo Alves / PCB e CCB News Assessoria – Divulgação

Gisele Bandeira - Foto Marcelo Alves

Gisele Bandeira – Foto Marcelo Alves

Continue Lendo

Entretenimento

Filha de ex-traficante, Carol Nunes venceu o preconceito e hoje ajuda mulheres a vencer a depressão na internet

Publicado

em

Por

Reprodução / MF Press Global

Quem hoje vê o feed cheio de sorrisos e dicas de autoestima da influencer digital Carol Nunes não tem a noção de todas as dificuldades e preconceitos que ela precisou superar para que hoje pudesse influenciar milhares mulheres com uma mensagem de empoderamento e contra a depressão.

Filha de um ex-chefe do tráfico de drogas de uma comunidade de Campos, cidade no norte do estado do Rio de Janeiro, Caroline conta que sofreu muito com essa situação e que isto a levou a beira de uma depressão: “as pessoas não entendiam que eu não tinha nada a ver com aquilo e que não podia estar pagando pelos erros do passado do meu pai, que já não está mais nessa vida errada. Denúncias anônimas aconteciam o tempo todo, a ponto de receber a polícia na minha porta alegando que havia drogas e que a minha casa era um ponto de prostituição, sendo que não havia nada disso porque eu sempre trabalhei honestamente. Passei por muitos momentos difíceis, sendo rejeitada por algumas pessoas que achavam que eu era marginal, que tinham preconceito comigo, que soltavam piadinhas e me tratavam como se eu fosse uma leprosa. Chorei muito porque isto me lembrava a minha infância quando minha casa era alvo de batidas policiais o tempo todo por causa do meu pai.”

Reprodução / MF Press Global


Carol é além de influenciadora digital dona de uma esmalteria e uma confecção, mas conta que mesmo assim era mal falada pelos vizinhos que insistiam em difamá-la: “uma amiga me mostrou que a minha vizinha estava espalhando num grupo de WhatsApp da minha rua que a minha casa era um antro de prostituição e ponto de encontro de traficantes. Eu trabalho na internet e não com atividades ilícitas, sou uma influenciadora digital e empresária, mas ela não era capaz de entender isso. Hoje estou com processo aberto contra ela por calúnia e difamação.

Hoje ela fala sobre empoderamento e beleza nas suas redes sociais com milhares de seguidores e ajuda seguidoras a vencer a depressão: “uso minha historia como referencia para falar sobre como a gente pode dar a volta por cima, mesmo quando acontecem situações que tentam nos humilhar, nos colocar para baixo e apesar das dificuldades. O segredo é continuar acreditando, seguir trabalhando e avante rumo aos nossos sonhos. Nunca deixar de acreditar.”

Continue Lendo

Entretenimento

Anna Layza é convidada para Live sobre a cartilha Namoro Legal que explica como identificar relacionamentos tóxicos e abusivos

Publicado

em

Por

Reprodução / MF Press Global

Especialmente na adolescência, onde tudo é tão novo e idealizado, muitas jovens acabam se tornando vítimas de abusos nos seus relacionamentos. Ciúmes, algumas palavras ásperas e formas de controle que são comportamentos que se manifestam a princípio de forma sutil e tornam milhares de mulheres todos os anos no Brasil em vítimas, tão fragilizadas a ponto de considerar que aquela violência psicológica, e muitas vezes física é normal.  

A influencer Anna Layza, um dos nomes mais conhecidos do público infanto-juvenil da internet, com mais de 7 milhões de inscritos no seu canal Hi Gorgeous no YouTube, foi a escolhida pela Microsoft Brasil em parceria com o Ministério Público de São Paulo para ser uma das apoiadoras do projeto Namoro Legal, que é uma iniciativa que visa ajudar e apoiar jovens mulheres para que consigam perceber a manipulação do outro e possam se libertar de relacionamentos abusivos, também chamados de relacionamentos tóxicos por alguns especialistas em comportamento.

Reprodução / MF Press Global

Para marcar o início desta parceria, na noite desta terça-feira aconteceu uma live no Instagram onde Anna Layza falou sobre o projeto junto com a Dra. Valéria Scarance, promotora de Justiça e coordenadora do Núcleo de Gênero do MPSP e idealizadora do projeto.

Inteligência Artificial

Para ajudar meninas que se encontram nessa situação, a Microsoft tem disponibilizado o apoio da tecnologia e da inteligência artificial: “A bot chamada Maia é uma assistente virtual  (acrônimo de Minha amiga Inteligência Artificial) que conversa com as jovens para ajuda-las a identificar se estão em um relacionamento abusivo, dando dicas do início desse comportamento e orientando o que fazer nesses casos. O projeto foi idealizado pelo Ministério Público de São Paulo e, além da Microsoft, tem como parceiras as ONGs Plan Internation e GirlUp e o instituto AzMina”, revela Anna Layza.

A Maia está disponível no site do Ministério Público de São Paulo, na página dedicada ao projeto Namoro Legal: http://www.mpsp.mp.br/namorolegal/

Continue Lendo

Newsletters

Receba as Notícias do Site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana

Notícias no seu WhatsApp whatsapp