Connect with us

Policia

PRF prende três traficantes e apreende 14 quilos de maconha em Pelotas

Publicado

em

Foto: PRF

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu cerca de 14 quilos de maconha e prendeu três traficantes na madrugada deste domingo (27), na BR 116 em Pelotas.

Durante ação de combate ao crime, os agentes da PRF abordaram dois veículos para fiscalização. A entrevista dos abordados revelou que eles viajavam juntos. No veiculo Palio Weekend, emplacado em Brusque/SC, estavam dois homens de 23 e 39 anos. No veículo Gol, com placas de Florianópolis, viajava um homem de 22 anos e natural de Rio do Sul/SC. A vistoria deste carro revelou 14 quilos de maconha no banco traseiro.

Os criminosos declararam que traziam a droga de Santa Catarina com destino a Pelotas.

Eles foram presos e encaminhados junto com a droga à área judiciária.

Continue Lendo
Patrocinado
Clique para comentar

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policia

Polícia Federal atuará junto a órgãos de segurança durante as eleições

Publicado

em

Por

Foto: Agência Brasil

O grupo vai monitorar, em tempo real, possíveis ocorrências durante a realização dos dois turnos

A Polícia Federal e a Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública assinaram um Acordo de Cooperação Técnica para trabalharem juntas na prevenção e repressão de crimes eleitorais.

Na prática, a PF vai atuar com todas as secretarias de segurança pública do País e outros órgãos federais, estaduais e municipais envolvidos na organização e segurança das eleições.

O grupo vai monitorar, em tempo real, possíveis ocorrências durante a realização dos dois turnos.

Além dos dias de votação, a PF já tem trabalhado com diversas investigações de combate a crimes eleitorais, como é o caso da Operação Fake SMS, para investigar a contratação de serviços de disparo automático de mensagens via aplicativo de mensagens, para fins eleitorais no Piauí.

Fonte: Brasil 61

Continue Lendo

Daer

Daer realiza melhorias no acesso a Áurea, no Alto Uruguai

Publicado

em

Por

A recuperação do pavimento está concluída e, em breve, inicia a sinalização - Foto: arquivo Daer

Governo do Estado deve investir R$ 1 milhão nos 7,6 km da rodovia

Texto: Divulgação Daer

Mais um município da região do Alto Uruguai está sendo beneficiado com obras rodoviárias. Equipes do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) – vinculado à Secretaria de Logística e Transportes (Selt) – estão desde o final de setembro em atividade no trecho de 7,6 km que liga a cidade de Áurea à ERS-477.

Segundo o secretário Juvir Costella, os trabalhos são essenciais para o desenvolvimento econômico da região. “O município passará a ter melhores condições para escoar a safra agrícola e a população poderá transitar por uma rota de maior qualidade”, enfatiza.

De acordo com o diretor-geral do Daer, Luciano Faustino, resta apenas mais uma etapa para a finalização dos serviços. “Já foram executados os trabalhos de recuperação do pavimento e, em seguida, será iniciada a sinalização”, explica. A expectativa é de que as atividades sejam concluídas até a primeira quinzena de novembro.

No total, será investido R$ 1 milhão no segmento. O valor integra o aporte de R$ 60 milhões anunciado em setembro deste ano pelo governador Eduardo Leite para melhorias em estradas estaduais.

Quer receber notícias do G10News pelo whatsapp? Clique aqui

Continue Lendo

Justiça

Justiça bloqueia R$ 29 milhões em bens do governador de São Paulo, João Doria

Publicado

em

Por

Em 2018, Doria foi acusado pelo Ministério Público de improbidade administrativa Foto: Reprodução de TV

A Justiça determinou o bloqueio de R$ 29,4 milhões em bens do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), em um processo no qual o político é réu por suspeita de improbidade administrativa na época em que era prefeito da capital paulista. A decisão é da 14ª Vara da Fazenda Pública do Estado de São Paulo.

Em 2018, Doria foi acusado pelo MP (Ministério Público) de improbidade administrativa por supostamente usar o programa Asfalto Novo, da prefeitura, para promoção pessoal.

Segundo o MP, ele teria causado danos aos cofres públicos por autorizar despesas não previstas em lei e por ferir o princípio da impessoalidade, que prevê que não se pode confundir a administração com a figura pessoal dos administradores.

Protocolada pelo promotor Nelson Sampaio de Andrade, da Promotoria do Patrimônio Público, a ação sustenta que Doria usou verba pública em atos de publicidade do programa de recapeamento com o único objetivo de se promover. As irregularidades teriam causado prejuízo de R$ 29 milhões aos cofres públicos.

O Sul

Quer receber notícias do G10News pelo whatsapp? Clique aqui

Continue Lendo

Newsletters

Receba as Notícias do Site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana