Connect with us

Policia

PRF prende três contrabandistas com 15 mil maços de cigarros paraguaios em Caxias do Sul

Publicado

em

Foto: PRF

As prisões ocorreram após um dos criminosos colidir o carro durante a fuga e se esconder no mato

Na manhã desta quinta-feira (01), a Polícia Rodoviária Federal interceptou dois carros e prendeu três homens com uma carga de cigarros paraguaios em Caxias do Sul.

Após receberem informações do serviço de inteligência, agentes da PRF deram ordem de parada ao condutor de uma caminhonete Montana que transitava pela BR 116. Desobedecendo a ordem, ele passou a fugir com o carro, chegando a colidir em um Gol que transitava na rodovia.

Os policiais conseguiram então interceptar a Montana, mas o motorista abandonou o veículo e se embrenhou no mato. Após horas de buscas pela região, as equipes da PRF localizaram e prenderam o fugitivo. A caminhonete, de Santa Catarina, que utilizava placas falsas gaúchas, estava completamente carregada com cigarros paraguaios.

Durante as buscas os agentes ainda prenderam dois homens que vieram resgatar o fugitivo. Eles estavam em um Palio que viajava com a Montana para apoiá-la no transporte do contrabando.

A carga de 15 mil maços de cigarros, avaliada em R$ 75 mil, e os veículos foram apreendidos e encaminhados ao plantão de polícia judiciária federal em Caxias do Sul. Os três homens, gaúchos de 21, 35 e 54 anos, foram presos e responderão por contrabando, desobediência, organização criminosa e adulteração de sinal identificador de veículo. Eles disseram que foram pagos para trazer os cigarros do Paraguai e entregá-los na serra gaúcha.

Fonte: PRF

Continue Lendo
Patrocinado
Clique para comentar

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policia

Preso homem que invadiu apartamento e esfaqueou mulheres em Porto Alegre

Publicado

em

Por

O suspeito tem 22 anos de idade e é morador de rua Foto: Reprodução

O homem acusado de esfaquear duas mulheres após invadir um apartamento térreo na rua 24 de Maio, no Centro Histórico de Porto Alegre, foi preso na noite desta quarta-feira (21). O suspeito tem 22 anos de idade e é morador de rua. Ele foi abordado na Avenida Desembargador André da Rocha, próxima ao local do crime.

Segundo o delegado Paulo César Jardim, a própria moradora da casa invadida identificou o acusado. O suspeito é dono de uma extensa ficha criminal, sendo investigado pelo crime de tráfico de drogas em cinco inquéritos diferentes. Há registros, também, de roubos e furtos em seu histórico. A faca usada na tentativa de latrocínio foi descrita como “similar a uma adaga”, e provocou ferimentos extensos nas vítimas.

A moradora do apartamento passa bem. Já a vizinha, que estava no local e também foi agredida, segue internada. Três celulares teriam sido roubados pelo acusado. Um deles já havia sido encontrado na noite do crime, com outro morador de rua que é suspeito de participar da invasão. Ainda não se sabe o paradeiro dos demais aparelhos. Os dois envolvidos no crime já foram encaminhados ao sistema carcerário.

O Sul

Quer receber notícias do G10News pelo whatsapp? Clique aqui

Continue Lendo

Policia

Urgente: Policia acaba de localizar o cativeiro e a médica Tamires

Publicado

em

Por

Foto: Policia Civil/Twitter

Policia Civil DEIC do RS e Grupo Tigre do Paraná acaba de localizar o cativeiro, no Paraná, e a médica Tamires Regina Gemelli da Silva Mignoni, 30 anos, vítima de sequestro na última sexta-feira (16) em Erechim, foi libertada.

A família de Tamires está aguardando a chegada dela em Laranjeiras do Sul.

Relato do pai Berto Silva, prefeito de Laranjeiras do Sul/PR nas redes sociais: Valeram as orações. A Tamires acaba de ser libertada pelos grupos DEIC e TIGRE. Nossa menina está voltando pra casa.

Segundo informações do site GZH que no cativeiro a policia prendeu três pessoas, sendo dois homens e uma mulher. Segundo a delegada regional da 11ª Delegacia de Polícia do Interior, Diana Casarin Zanatta, o cativeiro fica no centro de canta galo, próximo de Laranjeiras do Sul/PR, onde o pai da vítima é prefeito.

Reveja o caso: Médica desaparece após sair de posto de saúde em Erechim

Ainda não foram repassados os detalhes de como aconteceu o fim do sequestro e a família deverá se pronunciar em breve.

Aguarde informações…

Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

 

Fotos:Facebook/Reprodução

Continue Lendo

Policia

Mulher é presa por suspeita de ocultar cadáver de tio e receber aposentadoria dele em Vacaria, diz polícia

Publicado

em

Por

Policiais localizaram o corpo do homem nesta quarta-feira (21), em Vacaria — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Corpo de idoso de 78 anos foi encontrado em um depósito, enrolado em sacos plásticos e vedado com fita adesiva. Suspeita pode responder também por falsidade ideológica ou documental, estelionato e furto.

Uma mulher de 48 anos foi presa em flagrante na manhã desta quarta-feira (21) por suspeita de ocultar o cadáver do tio com o objetivo de continuar recebendo a aposentadoria dele, em Vacaria, na serra gaúcha, conforme a Polícia Civil.

A sobrinha informou à polícia que o tio morreu de causas naturais e que confessou que ocultou o cadáver para continuar recebendo a aposentaria. O homem era aposentado pelo exército.

De acordo com o delegado Anderson Lima, a polícia começou a investigar o caso depois que familiares relataram não estarem conseguindo contato com o idoso, de 78 anos.

Na manhã desta quarta, a polícia encontrou o corpo dele escondido dentro da casa onde a suspeita mora, no bairro Pradense. Ele estava em um depósito, enrolado em sacos plásticos e vedado com fita adesiva.

O delegado afirma que a polícia apura há quanto tempo o homem estava morto. “Achamos que pelo menos seis meses”, diz.

O corpo foi encaminhado à necropsia para confirmar se a morte foi natural ou violenta e também para saber a data exata do óbito.

Corpo de aposentado foi encontrado em um cômodo da casa, oculto em sacos plásticos — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Corpo de aposentado foi encontrado em um cômodo da casa, oculto em sacos plásticos — Foto: Divulgação/Polícia Civil

A suspeita foi encaminhada ao presídio e pode responder também por falsidade ideológica ou documental, estelionato e furto, se for comprovado que ela recebeu os valores do benefício do tio.

Por G1 RS

Quer receber notícias do G10News pelo whatsapp? Clique aqui

Continue Lendo

Newsletters

Receba as Notícias do Site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana