Connect with us

Agronegócios

Preço do milho deve permanecer estável até chegada do cereal da safra verão

Publicado

em

Pesquisador do Cepea aponta queda do dólar e exportações menos atrativas como responsáveis pelas recentes baixas nas cotações do milho brasileiro.

O mercado do milho no Brasil vinha registrando altas nas cotações ao longo dos últimos meses impulsionadas, em especial, pelo alto patamar de exportações do grão brasileiro. Porém, nos últimos dias esta tendência se inverteu, e os preços registraram algumas desvalorizações.

Segundo o pesquisador da área de milho do Cepea, André Sanches, a inversão da tendência do dólar, que caiu ante ao real, impactou na atratividade da exportação diminuindo os números embarcados a partir da segunda quinzena de outubro e impactando nos preços internos.

A partir de agora o mercado interno deve registrar certa estabilidade até o final do mês de janeiro, quando o cereal da safra de verão 2019/20 começará a entrar no mercado e aumentar a oferta. A não ser que alguma dificuldade climática apareça durante o desenvolvimento das lavouras.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Agronegócios

INDICADORES: Após sequência de alta, boi gordo apresenta queda no preço nessa quarta (18)

Publicado

em

Por

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial não teve variação

A cotação da arroba do boi gordo começou a quarta-feira (18) com queda de 2,59% no preço e o produto é negociado a R$ 199,40 em São Paulo. Em Goiânia, o produto é vendido à vista a R$ 188. Já em Barretos e Araçatuba, em São Paulo, a arroba é comercializada a R$ 200.

O preço do quilo do frango congelado não sofreu variação e o produto é vendido a R$ 4,90. O preço do frango resfriado também não teve variação e a mercadoria é comercializada a R$ 4,92.

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial teve alta de 0,69% e o produto é negociado a R$ 8,77. Em Minas Gerais, o suíno vivo é vendido a R$ 5,89. No Paraná, o produto é comercializado à vista a R$ 5,59. Os valores são do Canal Rural e Cepea.

Continue Lendo

Agronegócios

Manejo de resistência é destaque da UPL no SuperAgro, em Londrina (PR)

Publicado

em

Por

A UPL, uma das cinco maiores empresas de produtos agrícolas do mundo, apresenta suas soluções para o manejo de resistência nas culturas de soja, milho e trigo, durante o SuperAgro, entre os dias 21 e 23 de janeiro, em Londrina (PR).

“Essa feira reúne importantes produtores do norte do Paraná e do sul de São Paulo. Apresentamos a eles tecnologias que agregam valor e inovação para suas lavouras”, destaca o desenvolvedor de mercado da UPL na região, Armando Sorace.

Entre os destaques da UPL no vento estarão o herbicida Select One Pack, com formulação especial para combater as plantas daninhas mais resistentes, e o fungicida Unizeb Gold, um dos grandes sucessos de vendas da UPL em todo o território brasileiro.

“Especialmente desenvolvido para o cultivo de soja, Unizeb Gold detém liderança conquistada com produtividade. Esse produto está presente na agricultura brasileira há cinco safras, já tendo tratado com sucesso mais de 95 milhões de hectares”, explica Sorace.

Sobre a UPL

A nova UPL é líder na cadeia de produção de alimentos global e, com a aquisição da Arysta LifeScience, torna-se uma das 5 maiores empresas de soluções agrícolas do mundo. Com receita de aproximadamente US$ 5 bilhões, a nova UPL está presente em 76 países, com vendas para mais de 130. A empresa conta com mais de 10.800 pessoas em todo o mundo. Com acesso ao mercado global para a cadeia de alimentos e focada em regiões de alto crescimento mundialmente, nosso objetivo é transformar a agricultura através do propósito OpenAg, uma rede agrícola aberta que alimenta um crescimento sustentável para todos. A nova UPL oferece um portfólio integrado de soluções agrícolas patenteadas e pós-patente para diversas culturas, incluindo produtos para proteção de cultivos, soluções biológicas e tratamentos de semente para toda a cadeia. Para mais informações sobre a nova UPL, visite: https://br.uplonline.com.

Continue Lendo

Agronegócios

INDICADORES: Boi gordo começa a segunda (20) com alta no preço

Publicado

em

Por

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial sofreu queda é negociado a R$ 9,01

A cotação da arroba do boi gordo começou a segunda-feira (20) com alta de 0,18% no preço e o produto é negociado a R$ 192,50 em São Paulo. Em Goiânia, o produto é vendido à vista a R$ 179,50. Já em Barretos e Araçatuba, em São Paulo, a arroba é comercializada a R$ 191.

Crédito: Italo Novais (Agência do Rádio Mais)

O preço do quilo do frango congelado não sofreu variação e o produto é vendido a R$ 5,31. Já o preço do frango resfriado subiu 0,59% e a mercadoria é comercializada a R$ 5,15.

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial teve queda de 0,55% e o produto é negociado a R$ 9,01. Em Minas Gerais, o suíno vivo é vendido a R$ 6,28. No Paraná, o produto é comercializado à vista a R$5,70. Os valores são do Canal Rural e Cepea.

Continue Lendo

Newsletters

Receba as Notícias do Site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana

Notícias no seu WhatsApp whatsapp