Connect with us

Séries

NASA encontra em Marte o “logótipo” da Frota Estelar de Star Trek

Publicado

em

A equipa Mars Reconnaissance Orbiter da NASA destacou na sua conta de Twitter uma formação incomum de dunas em Marte que parecem recriar o clássico logótipo da Frota Estelar de Star Trek.

A fotografia foi capturada pelo HiRise, um missão científico de alta resolução que orbita o Planeta Vermelho desde 2006. No Twitter da NASA, a agência espacial convida os fãs a reconhecer o famoso logótipo.

A reação dos internautas foi imediata nas redes sociais: “A explicação é simples: William Shatner já estava lá e os marcianos construíram uma grande duna em sua homenagem”, escreveu um utilizador.

A HiRise, no entanto, esclareceu a situação, observando que a semelhança encontrada é uma mera coincidência. De acordo com uma nota publicada na sua página oficial, houve durante muito tempo dunas em forma de meia lua e Marte. Depois, uma erupção fez com que a lava fluísse pela planície, acabado por cercar estas formações.

Mais tarde, a lava solidificou mas o vento continuou a soprar e os aglomerados de areia, que costumavam ser dunas, afastaram-se e deixaram este tipo de pegadas.

ZAP //

Continue Lendo
Patrocinado
Clique para comentar

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Netflix supera Disney em valor de mercado em meio a quarentenas

Publicado

em

Por

No acumulado deste ano, as ações da Disney caíram mais de 40% em comparação com ganho de 9,2% da Netflix

(Bloomberg) — As ações da Walt Disney despencaram em meio à pandemia de coronavírus e, com a onda vendedora, o valor de mercado da empresa agora é mais baixo do que o da Netflix, um reflexo de quais segmentos do ecossistema de mídia são favorecidos em momentos de incerteza.

No acumulado deste ano, as ações da Disney caíram mais de 40% em comparação com ganho de 9,2% da Netflix. Com base no fechamento mais recente, o valor de mercado da Netflix agora é de US$ 158 bilhões contra US$ 154,8 bilhões da Disney.

Esta não é a primeira vez que a gigante de streaming de vídeo ofusca a criadora da Casa do Mickey Mouse. A última vez foi em março de 2019, quando a vantagem durou pouco. Antes disso, a Netflix mostrou valuation mais alto por algumas semanas em meados de 2018.

A Netflix é “uma importante beneficiária” da mudança de comportamento provocada pela pandemia, escreveu o banco Baird em recente upgrade, já que o surto leva mais pessoas a ficar em casa e assistir a vídeos. De acordo com o Credit Suisse, a Netflix registrou pico nos downloads do aplicativo da empresa em regiões afetadas pelo coronavírus, tendência que pode apontar para uma maior demanda internacional. Nos EUA, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças incentivaram a maioria das pessoas a ficar em casa, enquanto estados como Nova York e Califórnia emitiram ordens de distanciamento social.

Embora a Disney tenha lançado recentemente um serviço de streaming próprio, o modelo de negócio mais diversificado da empresa a expõe a múltiplos riscos. Geetha Ranganathan, analista da Bloomberg Intelligence, escreveu que o surto “atinge vários segmentos” da empresa, “com parques temáticos fechados, lançamentos de filmes atrasados, eventos esportivos cancelados em suas redes de TV – principalmente na ESPN – e a produção de filmes e TV interrompida ”.

A perspectiva da empresa no curto e no médio prazo, segundo Ranganathan, está “sob forte pressão”.

Segundo dados compilados pela Bloomberg, a projeção para o lucro ajustado anual da Disney caiu 12,5% nos últimos 30 dias, enquanto as expectativas para a receita foram reduzidas em 1,2%.

Por Bloomberg Brasil

Continue Lendo

Notícias

Após série de TV, “Carcereiros” ganha espaço nas telonas

Publicado

em

Por

Em entrevista, os atores Jackson Antunes e Rainer Cadete e o co-roteirista Fernando Bonassi comentam bastidores e valor social da trama

Colocando em protagonismo o sistema penitenciário brasileiro, chega aos cinemas o filme “Carcereiros”. Adaptado do romance de Drauzio Varella, o longa repete mais um capítulo da série de TV, porém com mais tempo de roteiro. Desta vez, o personagem de Rodrigo Lombardi ganha foco ao interpretar, mais uma vez, o agente penitenciário Adriano.

O policial ganha a missão de proteger um prisioneiro “especial”, um terrorista árabe. Porém, o presídio é invadido e acontece uma grande chacina. Escrito a oito mãos, o roteiro já tinha tudo pronto: atores, cenário e história. Dessa forma, o co-roteirista Fernando Bonassi conta que foi muito mais simples lançar um filme. Para ele, uma das questões importantes é dar visibilidade aos carcereiros, que arriscam as vidas tentando cuidar de tudo.

“Um olhar errado que esse cara (carcereiro) dá para o malandro, uma coisa que ele promete e não consegue cumprir acaba com a vida dele. Esse cara vive num estado de tensão muito grande e a gente quis reproduzir isso. É um filme de ação que as pessoas vão se “divertir”, mas é um filme de ação brasileiro que trata do crime à brasileira.”

Por ser uma nova obra que deriva uma série de TV, pode parecer que é necessário assistir a todos os episódios para entender. Mas é totalmente o contrário: o filme tem funcionalidade própria e não depende da série para entreter. O entendimento é fácil, a contextualização inicial dos personagens é direta e ajuda o público a entender a linha temporal da trama.

O ator Jackson Antunes, dos filmes Getúlio (2014) e O Palhaço (2011), famoso por dar vida a grandes vilões no cinema e nas novelas, ganhou mais uma vez um papel de destaque. O coronel, como é chamado no filme, é responsável pela invasão ao presídio. Jackson acredita que um dos papéis do filme é dar um novo olhar ao público sobre os rumos do sistema penitenciário brasileiro.

“O filme joga luz sobre o assunto da carceragem brasileira, mas nas entrelinhas você percebe que a todo momento estamos desenhando um retrato do Brasil atual. Você percebe que há uma cela que é a dos “gravatas”, e quando o preso comum chega lá descobre que os caras tinham geladeira, TV a cores, e estamos de certa forma falando do nosso país, onde um cara que rouba uma galinha vai para a cadeia, mas o cara de colarinho muitas vezes não vai.”

O longa aborda ainda, em uma fotografia de tons escuros e planos abertos, as rixas que existem dentro dos presídios. É um filme de ação nacional que se destaca em meio às produções brasileiras que acompanhamos nos últimos anos. Apesar de não ser um filme para festivais e prêmios, foi uma das melhores obras cinematográficas nacionais de 2019.

O ator Rainer Cadete, que interpreta um dos presos, conta que seu personagem foi mais um obstáculo vencido na carreira de ator.

“Me desafiou bastante porque o Príncipe, meu personagem, é chefe de uma facção criminosa que está em guerra com outra facção dentro do presídio, e por isso eles precisam ficar em espaços físicos diferentes porque se não eles se matam. É um tema muito interessante porque, além de ser um filme de entretenimento, é um assunto que precisa ser iluminado e eu acho bacana colocar minha arte à disposição para falar do sistema penitenciário no Brasil, que é tão deixado às margens.”

“Carcereiros – O Filme” está em exibição nos cinemas brasileiros a partir de 28 de novembro.

Continue Lendo

Fama & TV

Digital Influencer Kelly Mendes grava Web Série no exterior

Publicado

em

Por

A digital influencer Kelly Mendes e o ator e humorista Marcio Manguaça, que já atuou em vários Programas na Record TV, estão em fase final de produção de uma Web Serie, que será veiculada em seus respectivos canais no Youtube e promete dar o que falar.

A Web Série será intitulada com o nome “Deu ruim”, e nesta primeira temporada será composta ao todo por 10 (dez) episódios.

No roteiro, escrito por Renato Gontijo, serão abordado vários assuntos relacionados ao dia-a-dia e que serão mostrados com uma pitada de humor. O conteúdo possui direção de Renato Kravatz, e as gravações tem início já neste próximo mês de Outubro, e as cenas serão gravadas em várias cidades da Europa, com a previsão de estréia para o final deste ano de 2019.

Além da Web Série, Kelly Mendes, que é esposa do futebolista brasileiro que atua como volante, Thiago Mendes, ex-São Paulo e Goiás, que foi transferido para o Lyon – França, desenvolve outros projetos em paralelo, entre eles o projeto social “Passe Certo Mulher”, que ajuda várias mulheres do nordeste de nosso País.

Continue Lendo

Newsletters

Receba as Notícias do Site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana

Notícias no seu WhatsApp whatsapp