Connect with us

Empreendedorismo

Nada vem Fácil’: história de empresário que montou uma grande rede de vestuário com um empréstimo de 300 reais é contada em livro

Publicado

em

Igor Morais é dono da Kings Sneakers, que tem mais de 50 lojas espalhadas pelo Brasil

Foco, persistência e saber enxergar uma oportunidade são características que todo empreendedor deve ter. Igor Morais, dono da Kings Sneakers, tem tudo isto, e precisou de apenas um empréstimo de R$ 300 para montar, o que hoje se transformou em uma, grande rede de vestuário, que não para de crescer. A história de vida do empreendedor será contada no livro “Nada Vem Fácil”
“A Kings conta a história do Brasil que persiste, tem atitude, que faz a acontecer independentemente do universo que existe ao seu redor”, afirma o empresário.
Nascido na região central de São Paulo, conhecida como Cracolândia, em São Paulo, Igor viu muito de seus amigos de infância entrando para o mundo do crime e precisou de desvencilhar de tudo isto. Ele saiu de todo este cenário de desigualdade enxergando uma oportunidade onde parecia não existir nenhuma.
“Quem sabia da minha história me perguntava como eu, nascido numa quitinete de vinte metros quadrados, numa região conhecida como Cracolândia, em São Paulo, tinha conseguido ficar imune a tantas influências negativas que tinham transformado em criminosos a maior parte dos colegas com quem cresci”, relembra Igor.
Entre as ruas do centro da cidade e os corredores da Galeria do Rock, Igor vivenciou as dificuldades enfrentadas pelo pai no comércio e não queria repetir o caminho do pai. Foi através de um empréstimo e amor por música, moda e arte que ele encontrou uma oportunidade de trabalhar com aquilo que gostava e criar algo para o jovem que ainda não tinha referências.
“Minha vida foi feita em cima de feedback. Sendo assim, eu pegava os feedbacks que eu achava que era “fora da curva” e seguia, construindo meu caminho. Eu encontrei ali, dentro da minha própria história olhando a periferia de São Paulo, um nicho de mercado que fazia com que eu sonhasse grande”, pontua Morais.
Na obra, o dono da Kings Sneakers, rede que tem mais de 50 lojas e um e-commerce, revela que, diante das dificuldades, se inspirava na força da mãe:
“Todas as vezes que me levantava da cama, mesmo com medo, com sono, com probabilidade de derrota, sentia que o sangue da minha mãe corria nas minhas veias. Não era justo desonrar uma mulher que me levava debaixo do braço para trabalhar todas as manhãs antes de o sol nascer. Com essa força, eu tentava observar aquilo que me parecia uma nova realidade como um sonho possível’.
Para o empresário, “Nada vem fácil” é mais do que um livro sobre negócios, empreendedorismo e sim, uma oportunidade de tirar uma ideia do papel, construir um sonho e fazer a diferença:
“Eu espero que este livro desperte em você o sonhador que existe aí dentro e que pode se mostrar nos momentos em que a vida tentar te derrubar. Que a minha história e a maneira como construí a história da Kings possam inspirá-los a fazer a diferença no mundo, no seu negócio, na sua vida”.
Toda história de sucesso começa com simples escolhas!
Ficha Técnica:
Título: Nada vem fácil
Autor: Igor Morais
Preço: R$ 39,90
Selo: Buzz Editora
ISBN: 978-65-80435-18-0
Formato: 16×23
Lançamento: Setembro 2019
Páginas: 144
Creditos Cesar Araujo / vhassessoria

Continue Lendo
Patrocinado
Clique para comentar

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Boas Notícias

Dispensa de alvará para microempreendedor entra em vigor em setembro

Publicado

em

Por

A abertura e o funcionamento de pequenos negócios no Brasil serão simplificados a partir de 1º de setembro. Foi publicada hoje (13) no Diário Oficial da União a resolução, aprovada pelo Comitê para Gestão da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (CGSIM), que permite que microempreendedores individuais (MEIs) sejam dispensados de atos públicos de liberação de atividades econômicas relativas à categoria.

Segundo o Ministério da Economia, a norma é reflexo da Lei de Liberdade Econômica, em vigor desde setembro do ano passado, que visa tornar o ambiente de negócios no país mais simples e menos burocrático.

Após inscrição no Portal do Empreendedor, o candidato a MEI manifestará sua concordância com o conteúdo do Termo de Ciência e Responsabilidade com Efeito de Dispensa de Alvará de Licença de Funcionamento. O documento será emitido eletronicamente e permite o exercício imediato de suas atividades.

As fiscalizações para verificação dos requisitos de dispensa continuarão a ser realizadas, mas o empreendedor não necessitará aguardar a visita dos agentes públicos para abrir a empresa.

Registro e Legalização de PJ

O comitê também aprovou medida relativa à dispensa da pesquisa prévia de viabilidade locacional quando a atividade realizada pelo empreendedor for exclusivamente digital. Além disso, a dispensa também valerá para os casos em que o município não responder a consulta de viabilidade de forma automática e quando não for realizada no sistema das juntas comerciais.

O colegiado decidiu também pela dispensa da pesquisa prévia de nome para os empresários que optem pela utilização, apenas, do número do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) como nome empresarial. A norma pretende eliminar a possibilidade de coincidência de nome no registro empresarial.

Além disso, a medida possibilita uma coleta única de dados nas juntas comerciais, propiciando ao empreendedor agilidade e simplicidade para abertura de empresas em um único portal e de forma totalmente digital.

Subcomitês nos estados

Outra resolução aprovada pelo CGSIM regulamenta a criação de subcomitês estaduais para estimular e desenvolver ações voltadas à simplificação e desburocratização do registro e legalização de empresários e pessoas jurídicas. A coordenação dos trabalhos caberá ao presidente da Junta Comercial do estado ou do Distrito Federal.

Bombeiros

O comitê também aprovou resolução que institui a classificação nacional de “médio risco” para os corpos de Bombeiros. A medida possibilitará que a empresa, mediante autodeclaração de que cumpre os requisitos exigidos para prevenção de incêndio, pânico e emergências, possa funcionar sem a necessidade de vistoria prévia.

A nova classificação de médio risco amplia o conceito de estabelecimentos com área construída de até 750 (metros quadrados) m² para até 930 m². Para o Ministério da Economia, a mudança deve impactar na redução no tempo de abertura de empresas e está alinhada com os parâmetros adotados pelo ranking do relatório Doing Business do Banco Mundial. Esse relatório traz análises quantitativas de leis e regulações que dificultam ou facilitam as atividades de empresas nas economias.

Edição: Fernando Fraga

Agência Brasil

Continue Lendo

Empreendedorismo

Maquiador Ricardo Silveira torna-se referência na área da beleza por puro amor

Publicado

em

Ricardo Silveira - Fotos: Acervo Pessoal / @pcbeccbnews - Divulgação

Desde muito jovem, Ricardo Silveira já deslumbrava com o universo da área da beleza e desejava estar inserido nele. Porém nem sempre iniciamos na profissão que amamos, e assim, Ricardo estudou mecânica industrial na Escola Técnica Federal e no SENAI de sua cidade, porém no fundo ele sabia que não era esse o caminho que queria traçar para sua carreira profissional.

Foi então que prestes a se formar, Ricardo trocou de escola e concluiu o então chamado segundo grau científico.

O amor pela área da beleza era tão grande que quando conheceu amigos da área, logo se deslumbrou, abandonou o vestibular que faria para Artes Plásticas e começou a trabalhar de assistente de cabeleireiro em um salão de um grande amigo, o Sérgio Herzog, e foi aí que nasceu a atual carreira do maquiador Ricardo Silveira.

Bem nos anos 2000, a maquiagem não era tão disseminada como nos dias de hoje. Então ele se dedicou ao mundo dos cabelos. Em apenas seis meses como auxiliar, Ricardo tornou-se escovista e quando o maquiador residente ausentava-se, era aí que ele se arriscava, até porque Ricardo vivia no universo das Drags Queens dos anos 2000. Assim, a maquiagem não era nenhum mistério para ele.

Exatamente no ano 2001, Ricardo deixou o salão do Sérgio Herzog e foi contratado pela Estética Jácy Ferreira, localizada em um bairro nobre, onde assumiu a cadeira de cabeleireiro, considerando a experiência que já tinha. Mas era claro que não era esse o foco. Porém, a maquiadora titular do salão era irmã da dona, Rosimere Ferreira, então Ricardo assumiu a parte de penteados e surgiu daí a carreira de noivas. E desde então, foram muitas noivas em parceria com a maquiadora Rosimere Ferreira.

Já em 2002, a maquiadora se mudou para a Europa e Ricardo felizmente conseguiu assumir a parte de maquiagem e penteados desse salão, e desde então já se passaram nove anos, com muitas noivas felizes e uma parceria incrível com Jácy Ferreira.

No ano de 2010, Ricardo foi convidado para trabalhar em um salão de um renomado cabeleireiro da Grande Vitória, chamado Walace Menezes.

Bom… ali Ricardo se viu na responsabilidade de assumir a cadeira de um renomado maquiador, conhecido mundialmente, chamado Alessandro Alcântara. A felicidade de Ricardo não cabia em si, pois poderia fazer o que mais ama “maquiar”. Foram inúmeras as noivas em parceria com os queridos cabeleireiros Walace Menezes e Fernando Zucolotto.

Bom… dá para perceber que a paixão de Ricardo era exatamente as noivas, e desde então já se foram mais de dez anos para a conta.

Ricardo Silveira - Fotos: Acervo Pessoal / @pcbeccbnews - Divulgação  

Ricardo Silveira – Fotos: Acervo Pessoal / @pcbeccbnews – Divulgação

Ricardo se dedicou ao universo da maquiagem de tal forma que se tornou um educador e ministrou cursos pelo Brasil, no exterior e em plataformas online; porém com a quarentena, devido a pandemia do Covid-19, Ricardo que tinha vários projetos na gaveta que não tinha tempo de desenvolver devido ao grande fluxo de trabalho de noivas, masterclass e viagens, se viu nesse momento que todo mundo se recolheu, para colocar em prática os projetos sonhados, e então lançou um projeto inovador em sua cidade. Montou uma sala para atendimento personalizado junto ao cabeleireiro Fernando Zucolotto.

Só que não para por aí. Ricardo entendeu que o mercado pedia que ele tinha que estar em vários lugares, em vários momentos, porque os casamentos tinham mudado o formato, pois as noivas tinham o desejo de ser atendidas em grandes salões, em hotéis, fazendas, pousadas e até fora do seu estado.

Nesse período de 20 anos, Ricardo formou-se em Administração pela Universidade Federal de seu Estado, sempre apaixonado por marketing, entendeu que poderia unir forças aliando-se aos grandes salões, studios e spas de sua região, e aí nasceu o projeto inovador com o nome de “Ricardo Silveira for all”, e para sua felicidade os grandes estúdios da sua cidade compraram seu projeto, apostaram na ideia e Ricardo hoje atende onde a noiva escolher, unindo profissionais, marcas e estabelecimentos.

Para a felicidade de Ricardo, o lançamento do projeto foi um sucesso, e a sua agenda que já era bem disputada, hoje está ainda mais, realizando o sonho das noivas em cada detalhe, com carinho, cuidado e profissionalismo que elas merecem.

Ricardo entendeu que não tinha como caminhar sozinho e hoje conta com os parceiros:  M.A.W.T. / Spazio Penha Arraz / Mio Spa Urbano / Espaço Canto da Praia / Degradê Studio Hair Design / Nilceia Dias Studio e Beleza / Aleixo Beauty.

Apaixonado por redes sociais e pela conexão de pessoas, Ricardo acabou incentivando profissionais da área a seguir seu projeto e entender que juntos somos mais fortes.

Para quem desejar saber mais sobre este fenômeno da área da beleza, basta segui-lo no Instagram @ricarddosilveira

Crédito das Fotos: Acervo Pessoal / @pcbeccbnews – Divulgação  

Ricardo Silveira - Fotos: Acervo Pessoal / @pcbeccbnews - Divulgação  

Ricardo Silveira – Fotos: Acervo Pessoal / @pcbeccbnews – Divulgação

 

Continue Lendo

Empreendedorismo

Mestre Patrick é considerado o recordista em lançar talentos no Funk

Publicado

em

Natural de Araçatuba, Patrick é empresário e digital influencer, e tornou-se um ícone no segmento do funk.

Com uma infância difícil, passou por inúmeras dificuldades financeiras, porém desde muito jovem trabalha incansavelmente para realizar seus sonhos, onde começou vendendo tomate para ajudar sua mãe. “Eu era o homem da casa pois não tive pai”, relata Patrick.

Com apenas 7 anos, mudou-se para São Paulo com sua família em busca de conseguirem um estilo de vida melhor.  “Eu cuidava dos meus 3 irmãos enquanto minha mãe ia trabalhar”, declara hoje o empresário.

Já aos 17 anos, começou entregar flyer em uma balada conhecida como Cotia Hall. O jovem realizava a entrega gratuitamente em troca de ganhar a entrada da balada e poder se divertir. Porém um belo dia teve a surpresa, onde recebeu o convite diretamente do dono do local, que o chamou para trabalhar diretamente com ele.

Depois de muitos anos de luta, Patrick começou a ter uma virada em sua vida, quando um belo dia o representante do Mister Catra perguntou para o dono da balada quem era aquele menino jovem e eficiente que trabalhava para ele. Foi então que sua vida começou a fazer total sentido.

Mestre Patrick

Em pouco tempo Patrick dominava grandes shows e através desse conhecimento e com muita bagagem, tornou-se empresário de artistas. E atualmente Patrick representa vários artistas no Brasil, como Bonde da Oskley, Mc Byana, Carol e Parafuso, Rell kamasutra, Ti Pocki, Roba Cena, entre outros.

Foi no ano de 2012 que Patrick resolveu criar o Projeto Encontro de MC’s, onde vários Mcs se apresentavam para mostrar seu talento do lado de Mcs com nome já consagrados no funk.

O encontro de mcs entrou em destaque após o Mc Daleste prever a sua morte 3 dias antes do acontecido e contar tudo sobre sua morte. Desde então o encontro de mcs foi o destaque em revelação de artistas das periferias e após revelar os mcs, automaticamente já sairia com sua carreira direcionada para algum escritório.

Com muito orgulho, Mestre Patrick já gerenciou diversas carreira, como do Mc Lan, Mc Novin, Mc Neguin do itr, Mc Diguinho, Juninho da 10, entre outros, e atualmente é proprietário da Encontro de MCS, empresário e diretor de filmagem, gerenciando nomes de vários artistas como Mc Ale, Mc Digo stc, Mc Kaverinha, Mc Rd, Carol Pécora, Neguin da Brc e os Djs Biel Bolado, Guh Mix, Maax e Gi Thauny, e além disso continua fazendo artistas do zero, como Mc Lipe e Mc Digo stc.

São milhares de artistas gerenciados por Patrick, com milhões de visualizações em seus vídeos na internet. “Hoje eu posso falar que sonhar e correr atrás de tudo é possível, basta crer e acreditar”, afirma Patrick.

Para acompanhar mais a respeito da carreira do empresário e digital influencer, basta segui-lo no Instagram @mestre_patrick

Crédito das Fotos: Acervo Pessoal / @pcbeccbnews – Divulgação

Mestre Patrick – Fotos: Acervo Pessoal / @pcbeccbnews – Divulgação

Continue Lendo

Newsletters

Receba as Notícias do Site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana