Connect with us

Culinária

Moqueca capixaba vegana

Publicado

em

Quer receber notícias do G10News pelo whatsapp? Clique aqui

Docente do Senac Tramandaí ensina passo a passo de receita

Domingo, dia 1 de novembro, comemora-se o Dia Mundial do Veganismo ao redor do mundo. Para celebrar e, quem sabe, aderir a segunda-feira sem carne, o Chef do Senac Tramandaí, Gabriel Maschio, preparou uma receita deliciosa com a banana-da-terra como ingrediente principal. Que tal mudar os hábitos alimentares? Confira abaixo o passo a passo da moqueca capixaba de banana-da-terra:

Moqueca Capixaba de Banana-da-terra

Ingredientes:

6 bananas-da-terra maduras ou banana prata não totalmente madura (meio verde) cortada em metades (tiras compridas)

3 colheres (sopa) de azeite de oliva

2 limões

1 cebola cortada em rodelas finas

3 dentes de alho picados

Sal a gosto

2 tomates cortados em rodelas

50ml de azeite de dendê

250 ml leite de coco

Coentro picado a gosto

1 pimentão médio em rodelas (pode-se usar as três cores, usando um pouco de cada cor)

Pimenta dedo-de-moça bem picada (opcional)

 

Modo de Preparo:

  • Tempere a banana com o suco de um limão, sal e alho. Deixe marinar por 10 minutos;
  • Acomode em uma panela de barro camadas de cebola, tomate picado e pimentão e as bananas (dispondo como se fossem postas de peixe;
  • Finalize com mais cebola, pimentão e tomate picado;
  • Regue com azeite de oliva e adicione uma pitada de sal;
  • Por fim, adicione o coentro picado a gosto e leite de coco;
  • Leve ao fogo e quando ferver, cozinhe por dez minutos com a panela tampada;
  • Finalize com azeite de dendê e a pimenta-dedo-de-moça. Bom apetite!
Continue Lendo
Patrocinado
Clique para comentar

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Culinária

Batata Gratinada Super Fácil

Publicado

em

Por

Quer receber notícias do G10News pelo whatsapp? Clique aqui

Vamos fazer uma Batata Gratinada Super Fácil. Não pode haver uma mais fácil de fazer do que esta. Pode acreditar! E é deliciosa.

Em primeiro lugar quero lembrar que você precisa lavar ela muito bem com uma escovinha, para higienizar. Dou algumas dicas no vídeo abaixo.

Iremos montar esta Batata Gratinada com um molho branco que é bem fácil de fazer e fica uma delícia. Uso a manteiga porque para o molho branco não empelotar é necessário gordura, e tem algumas margarinas que não tem a quantidade de gordura necessária para fazer a massa feita com a farinha de trigo, o chamado Roux. Roux é um nome francês, que é uma preparação originária da culinária da França utilizada como espessante de molhos, sopas ou guisados; consiste em cozinhar farinha de trigo em manteiga derretida, até formar um creme espesso e homogéneo.

Batata Gratinada Super Fácil

Ingredientes:

Batata – 1 kg (mais ou menos 5 batatas)
Manteiga – ¼ xícara (de chá) (50g)
Farinha de trigo – 1 xícara (de chá)
Leite quente – 4 xícaras (de chá)
Creme de leite – 1 caixinha (200g)
Sal – 1 colher (de chá)
Noz moscada – 1 pitada
Parmesão ralado – 1 pacote (50g)
Queijo muçarela ralado ou fatiado – 200 gramas

Obs.: Você também precisará de Papel Alumínio para cobrir o refratário antes de ir ao forno.

Assista ao vídeo abaixo para ver mais detalhes e dicas:

Modo de Preparo

  • Em primeiro lugar, fatie as batatas com casca no fatiador ou com a faca em fatias finas. Deixe as batatas fatiadas de molho em uma vasilha com água e sal. No vídeo eu mostro a espessura das batatas fatiadas.
  • Preparo do Molho Branco: Coloque na panela a manteiga e leve ao fogo. Assim que a manteiga derreter acrescente a farinha de trigo aos poucos e frite a farinha.
  • Depois disso, vá agregando o leite quente e mexendo para não empelotar. Deixe o fogo no médio.
  • Depois que engrossar adicione o creme de leite e misture – não precisa ferver.
  • Depois disso, tempere o molho branco com o sal e a noz moscada.
  • O molho branco ficará líquido, porque a batata vai cozinhar neste molho. Veja, no vídeo, o ponto em que fica o molho.
  • Montagem: Em primeiro lugar, já deixa o forno ligado no médio. Então, em um refratário, coloque uma camada de molho branco; depois uma camada da batata fatiada e escorrida e a terceira camada de queijo parmesão ralado. Da mesma forma, repita as camadas até acabar os ingredientes. Lembre-se, porém, de deixar a última camada, a de cima, de molho branco de forma que cubra todo espaço do refratário.
  • Por fim, sobre a última camada de molho br00anco, polvilhe a muçarela ralada por cima.
  • Cubra o refratário com papel alumínio e leve ao forno  preaquecido (forno médio) por 35 minutos, para gratinar.
  • Depois disso, retire o papel alumínio e deixe mais um tempo em forno alto até ficar dourado.
  • Pronto, pode servir e bom apetite!
Leia também:  Receita atende mais de 90 mil pedidos de regularização de CPFs no feriado

Fonte: Aqui na Cozinha

Continue Lendo

Culinária

Dia do Doce de Leite! Chef pâtissier Flávio Duarte ensina como preparar o doce de maneira simples e fácil em casa

Publicado

em

Por

Divulgação
Quer receber notícias do G10News pelo whatsapp? Clique aqui
Assim como a versatilidade do doce de leite é imensa, a história de sua criação também é repleta de versões. Há quem diga que a iguaria tenha surgido aqui no Brasil, por volta do século XVI, com a chegada do açúcar no país. Segundo narra a história, o açúcar era usado para conservar outros alimentos, entre eles, o leite. A mistura dos dois caiu no gosto popular, que passou a usá-la de forma sólida e pastosa, dando origem ao doce. Já os nossos hermanos argentinos garantem que o doce foi inventado no século XIX, pelo político Juan Manuel de Rosas. Contam os nossos vizinhos, que o político estaria na cozinha de casa em dia frio de inverno esquentando o leite, quando alguém bateu à porta. A distração foi suficiente para que a bebida virasse o doce. Fato é, passado tanto tempo, seja pela versão brasileira ou argentina, o doce de leite é hoje um dos mais apreciados no mundo, tanto é, que foi até escolhido um dia do ano para comemorar sua existência: 11 de outubro. “O doce de leite é versátil, democrático e muito funcional. Além de poder ser usado de forma pastosa, firme ou em pedaços, como sobremesa ou acompanhamento, ele também pode ser a estrela de várias receitas, como o famoso bolo bem casado, recheio de churros, coberturas de tortas, misturados com sorvetes, caldas, pudins e brigadeiros”, destacou o chef pâtissier Flávio Duarte.

Chef pâtissier Flávio Duarte/Divulgação

“Hoje, o doce é produzido em escala industrial por todo país e fora dele, mas a sobremesa está fortemente ligada à cultura de Minas Gerais, onde é possível encontrar muitos produtores artesanais que fazem o doce em casa, no tacho e fogão à lenha. Seja qual for a preferência, o importante é comemorar esse dia com delicioso doce de leite”, recomendou o confeiteiro.

Leia também:  Marca de Tapioca Aposta em uma Nova Embalagem
Para dar ainda mais sabor ao dia, o chef pâtissier vai ensinar uma receita rápida, fácil e deliciosa de doce de leite caseiro. Confira! Você vai precisar: 4 xícaras de (chá) de leite integral 2 xícaras de (chá) de açúcar refinado Como fazer? 1. Em uma panela, junte o leite e o açúcar e leve ao fogo baixo, mexendo sempre, até o açúcar dissolver. 2. Cozinhe, mexendo sempre para o leite não ferver e derramar, (esse processo deve durar aproximadamente 1 hora) ou até o creme engrossar e adquirir uma cor de caramelo. 3- Quando atingir cor e tonalidade do doce, desligue o fogo e deixe esfriar. Pronto, agora é só aproveitar!
Continue Lendo

Culinária

Funcional e sofisticado: Surpreenda seus convidados com nhoque de batata-doce

Publicado

em

Por

Quer receber notícias do G10News pelo whatsapp? Clique aqui

Se você quer surpreender seus convidados com um prato sofisticado e, ao mesmo tempo, conciliar com a consciência tranquila para a saúde, essa é a receita ideal para você. A batata doce é uma ótima substituição à batata inglesa, pois possui diversos nutrientes que fazem bem ao organismo, como ajudar no emagrecimento, controlar o colesterol e aumentar a imunidade.

Aproveitando esse ingrediente, o chef Wander Bresolin, da Vinícola Luiz Argenta, integrante da Associação de Vinícolas dos Altos Montes, compôs um prato ótimo para ocasiões especiais: Nhoque de batata doce, manteiga de sálvia com nozes e queijo pecorino. Confira abaixo a receita.

Ingredientes para massa:
Batata doce – 600g
Ovos – 1un
Farinha de trigo – 100g
Sal a gosto

Ingredientes para o molho e finalização:
Manteiga sem sal – 80g
Sálvia fresca – 10 folhas
Nozes descascadas – 50g
Queijo pecorino ralado fresco 50g

Modo de preparo:
Envolver as batatas com casca em papel alumínio e assar por aproximadamente 1h30m a 200ºC, até que fiquem macias. Ainda quentes, descascar as batatas e amassar com um garfo até formar um purê. Feito isso, reservar na geladeira por aproximadamente 1h ou até que o purê esfrie por inteiro. Após resfriado, misturar ao purê o ovo, a farinha e o sal a gosto (sem sobrepor à doçura da batata) até que forme uma massa homogênea.
Em uma superfície lisa, polvilhe um pouco de farinha de trigo para que a massa não grude e faça rolinhos na espessura de 1 dedo e depois corte o rolinho em pedaços com largura de 1 dedo. Para reservar, coloque os nhoques cortados em uma forma e polvilhe farinha para que eles não se grudem.
Picar a sálvia em tiras finas e reservar. Tostar as nozes no forno por 5 minutos a 200ºC e picá-las grosseiramente, reserve.
Para cozinhar o nhoque, ferver uma panela grande com água e adicionar sal até que fique salgada como a água do mar. Colocar o nhoque para cozinhar cuidando para que tenha água em abundância, evitando que se grudem. O nhoque estará pronto quando subir à superfície.
Em uma frigideira em fogo médio, acrescentar a manteiga, a sálvia e as nozes reservadas. Conforme fiquem prontos, acrescentar os nhoques à frigideira e mexer delicadamente para que se misture ao molho, ao final, adicionar um pouco (5 colheres de sopa) da água do cozimento ao molho e mexer até que incorpore.
Finalizar com queijo pecorino ralado na hora.

Leia também:  Dia do Doce de Leite! Chef pâtissier Flávio Duarte ensina como preparar o doce de maneira simples e fácil em casa

Para tornar a experiência ainda mais agradável, o enólogo Edegar Scortegagna da Vinícola Luiz Argenta, indica a harmonização do prato com vinhos tintos de sabor frutado e acidez equilibrada, como é o caso do Shiraz L.A. Jovem. Confira mais informações em www.vinhosdosaltosmontes.com.br.

Continue Lendo

Newsletters

Receba as Notícias do Site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana