Connect with us

Brasil

Ministério da Saúde distribui mais 100 respiradores no fim de semana

Publicado

em

Foto: Pixabay

Os estados do Amapá, Ceará, Paraíba e Pernambuco foram contemplados com a entrega dos respiradores. Ao todo, a pasta distribuiu 487 aparelhos para o combate à COVID-19

O Ministério da Saúde distribuiu, no último fim de semana, 100 respiradores pulmonares para o enfrentamento do coronavírus em quatros estados do país. Amapá e Paraíba receberam 20 equipamentos cada um. Já os estados de Pernambuco e Ceará foram contemplados com 30 equipamentos cada. Com as entregas do fim de semana, o Ministério da Saúde já distribuiu 487 respiradores pulmonares. Os equipamentos são usados no tratamento de pacientes que apresentam dificuldades respiratórias e, assim, não conseguem respirar sozinhos – uma das características dos casos graves de coronavírus.

 

Ao todo, foram distribuídos, até o momento, 90 respiradores para o estado do Amazonas, 65 para o Amapá, 75 para o Ceará, 20 para Paraíba, 10 para Espírito Santo, 80 para o Pará, 50 para Pernambuco, 20 para o Paraná, 60 para Rio de Janeiro e 17 para Santa Catarina.

Diante do cenário de escassez internacional devido à alta demanda em todo o mundo por conta da pandemia, a indústria brasileira vem se movimentando para atender à necessidade nacional. O Ministério da Saúde já firmou três contratos com empresas brasileiras para a produção 14.100 respiradores, sendo: 6.500 com a Magnamed4.300 com a Intermed e 3.300 com a KTC. O investimento do Ministério da Saúde na aquisição destes equipamentos chega a R$ 658,5 milhões.

Embora os contratos sejam com três empresas brasileiras, mais de 15 instituições estão envolvidas, o que inclui fabricantes processadores, instituições financeiras e empresas de alta tecnologia, entre outras.

NOVAS HABILITAÇÕES E LEITOS VOLANTES

O Ministério da Saúde iniciou em março deste ano a locação 3 mil leitos de UTI de instalação rápida, sendo que todos contam, cada um, com um respirador. Desse total, 340 foram instalados em 11 estados (BA, MS, MG, PA, PR, PE, RJ, RN, RS, SC, SP) com maior demanda de casos, segundo curva epidemiológica. Eles são do pacote de leitos volantes de instalação rápida para preparação da estrutura necessária a assistência dos pacientes que apresentem gravidade nos casos da COVID-19.

As UTIs volantes são de instalação rápida, sem a necessidade de maiores reformas estruturantes. Bastam apenas ajustes como a adequação elétrica e tubulação de gases. Cada kit de 10 leitos possui oito equipamentos, desde ventilador pulmonar microprocessado (respirador) até desfibrilador/cadioversor com tecnologia bifásica. O prazo para montagem é de sete a 10 dias.

 

O Ministério da Saúde também já habilitou 2.644 leitos de UTI em todo em 91 municípios de 22 estados do país e Distrito Federal destinados a atender, exclusivamente, pacientes graves ou críticos de coronavírus. Para financiar estes leitos, o Ministério da Saúde está investindo R$ 382,7 milhões. Cada um destes leitos passa a receber do Ministério da Saúde R$ 1,6 mil por dia, o dobro do valor normal de uma diária (R$ 800).

 

Por Silvia Pacheco, da Agência Saúde

Continue Lendo
Patrocinado
Clique para comentar

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Rio de Janeiro recebe mais 1,3 milhão de Equipamentos de Proteção Individual

Publicado

em

Por

Foro: Divulgação

Os Equipamentos de Proteção Individual serão usados pelos profissionais de saúde no atendimento aos pacientes com coronavírus

 

O estado do Rio de Janeiro recebeu nesta sexta-feira (8) um carregamento de 1,3 milhão de Equipamentos de Proteção Individual (EPIS) que serão usados pelos profissionais de saúde que estão na linha de frente fazendo atendimento aos pacientes com coronavírus. Desse total, 1.182.476 de EPIS estão indo para a Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro, que fará a distribuição aos municípios conforme a necessidade, e 182.030 foram entregues aos hospitais federias do Rio de Janeiro, administrados pelo Ministério da Saúde.

 

Os materiais serão usados para garantir a proteção de profissionais de saúde no atendimento à pacientes com coronavírus. A medida faz parte do pacote de ações em apoio ao estados e municípios para fortalecer os serviços de saúde.

Continue Lendo

Brasil

Caixa atualiza aplicativo e agiliza atendimento para saque emergencial dos R$ 600

Publicado

em

Por

Créditos: Agência Brasil

Beneficiários aguardam pagamento da 2ª parcela do auxílio

 

O vice-presidente da Rede de Varejo da Caixa Econômica, Paulo Henrique Ângelo, participou de entrevista coletiva virtual, direto de Manaus.

Ele disse que foram realizados 270 mil saques na poupança digital desde ontem (7). Espera-se que 350 mil saques ocorram até o fim desta sexta-feira. O número de saques vem caindo ao longo da semana. O pico de saques ocorreu na segunda (5) e terça-feira, quando foram feitos mais de um milhão de saque do auxílio emergencial.

Até o momento, foram feitas 20 milhões de transições em poupança digital. Paulo Henrique Angelo lembrou que o aplicativo da Caixa passou por atualização e agilizou a fila virtual.

 

Neste sábado, 680 agências da Caixa estarão abertas entre 8h e 12h para pagamento de auxílio emergencial. Clique aqui para saber quais agências vão abrir no sábado.

 

A expectativa dos benecifiários é que a Caixa divulgasse hoje quando será pago a 2ª parcela do auxílio emergencial de R$ 600. O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, disse ontem (7), em reunião virtual da comissão mista de deputados e senadores que acompanha as medidas do governo federal para o enfrentamento da covid-19, que o calendário seria anunciando nesta sexta-feira (8).

Veja a entrevista na íntegra

*Agência Brasil

Continue Lendo

Brasil

Brasil registra 135.106 casos de coronavírus e 9.146 mortes pela doença

Publicado

em

Por

As informações foram atualizadas até as 19h desta quarta-feira (6) e repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde todo o país

 

O Ministério da Saúde registrou até as 19h desta quinta-feira (7) o total de 135.106 casos confirmados de coronavírus e 9.146 mortes provocadas pela doença. As informações foram atualizadas e repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o Brasil.

Nas últimas 24 horas, foram registrados 9.888 novos casos no sistemas oficiais do Governo Federal, além de 610 novos óbitos. No entanto, a maior parte das mortes refere-se a outros períodos, mas foi inscrita de ontem para hoje após investigação concluída ou em andamento.

 

Apesar de muitos municípios brasileiros ainda não registrarem casos confirmados nem óbitos da doença, de maneira geral o coronavírus está presente em todos os estados brasileiros. São Paulo segue concentrando a maior parte das notificações, com 39.928 casos e 3.206 mortes, seguido do Rio de Janeiro, que tem 14.156 confirmações e 1.394 óbitos. Os estados que registram as menores notificações, no momento, são Mato Grosso do Sul, que tem 311 casos e dez mortes, e Mato Grosso, com 417 casos e 13 óbitos.

Grupos de risco

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham doenças pré-existentes, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.

Continue Lendo

Newsletters

Receba as Notícias do Site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana

Notícias no seu WhatsApp whatsapp