MC Koringa prestigia evento de lançamento e elogia novo DVD de Ludmilla: ‘Hello Mundo’

0
162
Primeiro DVD da carreira de Ludmilla, "Hello Mundo" mostrou a que veio. Além das parcerias que já tinham sido liberadas, com Anitta e Jão, o disco traz faixas inéditas com Simone e Simaria ("Desce Com Maldade, Sobe Com Autoridade"), Ferrugem ("De Rolê") e Léo Santana (“Invocada”), com 24 faixas e mais de 70 horas de música. Já recuperado da cirurgia que se submeteu dias atrás, MC Koringa, que é um dos principais nomes do funk e hitmakers da atualidade, esteve presente na festa de lançamento do novo trabalho de Ludmilla no Rio de Janeiro e foi só elogios para a cantora: “de onde menos se espera, surge um grande potencial artístico para o Brasil é para o mundo. É assim que o Funk de Ludmilla saúda, Hello Mundo”. A cantora celebrou ontem (3) junto de amigos, familiares e imprensa a chegada do “Hello Mundo” em uma sala de cinema na capital carioca, com direito a um pocket show. Ludmilla declarou que seu objetivo com o novo trabalho é abranger a todos: "é um 'oi' meu para o mundo, também quero que o mundo inteiro conheça o funk. A gente fez um conteúdo sem fronteiras, por isso 'Hello Mundo'. Não só visando o Brasil, não só visando lá fora. É para o mundo todo mesmo”, declara.
Primeiro DVD da carreira de Ludmilla, “Hello Mundo” mostrou a que veio. Além das parcerias que já tinham sido liberadas, com Anitta e Jão, o disco traz faixas inéditas com Simone e Simaria (“Desce Com Maldade, Sobe Com Autoridade”), Ferrugem (“De Rolê”) e Léo Santana (“Invocada”), com 24 faixas e mais de 70 horas de música.

Já recuperado da cirurgia que se submeteu dias atrás, MC Koringa, que é um dos principais nomes do funk e hitmakers da atualidade, esteve presente na festa de lançamento do novo trabalho de Ludmilla no Rio de Janeiro e foi só elogios para a cantora: “de onde menos se espera, surge um grande potencial artístico para o Brasil é para o mundo. É assim que o Funk de Ludmilla saúda, Hello Mundo”.

A cantora celebrou ontem (3) junto de amigos, familiares e imprensa a chegada do “Hello Mundo” em uma sala de cinema na capital carioca, com direito a um pocket show.

Ludmilla declarou que seu objetivo com o novo trabalho é abranger a todos: “é um ‘oi’ meu para o mundo, também quero que o mundo inteiro conheça o funk. A gente fez um conteúdo sem fronteiras, por isso ‘Hello Mundo’. Não só visando o Brasil, não só visando lá fora. É para o mundo todo mesmo”, declara.

Deixe seu Comentário! Comentários de leitores ou artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião do G10News