InícioEntretenimentoNegóciosManter Uma Reserva Financeira Ajuda A Driblar O Orçamento Apertado

Manter Uma Reserva Financeira Ajuda A Driblar O Orçamento Apertado

É mais fácil manter o orçamento livre de dívidas quando se dispõe de uma reserva financeira.

São Paulo,SP,17/09/2021 –

Criar e manter uma reserva financeira é, sem sombra de dúvidas, uma das primeiras sugestões de qualquer pessoa com alto nível de educação financeira. A reserva financeira é uma parte da receita financeira que será poupada ao longo de um determinado período para a criação de um fundo de emergência.

Esse dinheiro pode ser utilizado em diversas finalidades – desde cobrir despesas emergenciais e inesperadas, até um melhor padrão de vida no futuro. A reserva financeira será de grande importância para evitar o chamado orçamento apertado.

Uma das grandes dificuldades das pessoas é manter o controle financeiro e o domínio do próprio orçamento quando imprevistos ocorrem. Dessa forma, é mais fácil manter o orçamento livre de dívidas quando se dispõe de uma reserva financeira, que poderá ser usada nesses momentos adversos e que não estavam previstos no orçamento.

 

Reserva financeira e pandemia

A pandemia trouxe um fato interessante na economia brasileira: os brasileiros passaram a substituir o sonho da casa própria pela reserva de emergência. Ou seja, o destino das economias dos brasileiros passou a ser a reserva de emergência. Essa é uma consequência direta do período de incertezas causado pela pandemia, bem como a capacidade da reserva financeira oferecer uma maior segurança nesses cenários.

Na pesquisa Raio X do Investidor, feita em uma parceria entre Anbima e Datafolha, ficou evidenciado a queda no número de compras de imóvel e terreno pelos brasileiros como resultado de aplicações financeiras. Esse percentual de investimento passou de 35%, em 2019, para 26%, em 2020. Essa queda foi puxada, principalmente, pelas classes C e B, como destaca a pesquisa.

 

O resultado foi o fato de que esse recuo no sonho de comprar a casa própria com o dinheiro poupado ficou quase empatado com o objetivo de criar uma reserva financeira. Com isso, 27% dos entrevistados afirmaram terem priorizado guardar dinheiro em 2020. O mesmo resultado em 2019 registrou que apenas 17% dos entrevistados tinham o mesmo objetivo.

Além disso, outro ponto importante desta pesquisa é que a intenção de criar uma reserva de emergência aumentou em todas as classes sociais. Na classe A esse percentual foi de 11,8%, na classe B foi de 7,8%, a classe C registrou 11,1%.

Dicas para formar uma reserva financeira

A primeira dica é definir por quanto tempo poupar o dinheiro. Isso irá variar de acordo com o objetivo da pessoa que está poupando. A meta é juntar dinheiro suficiente para cobrir um ano de despesas fixas mensais? Então, basta calcular, de acordo com a quantia que será poupada mensalmente, quanto tempo será necessário para atingir essa meta.

Outra dica muito importante é saber como poupar o dinheiro. Por isso, é recomendável criar uma conta separada apenas com a finalidade de poupar o dinheiro da reserva de emergência. Isso evita que seja feita uma confusão entre o dinheiro disponível e a reserva de emergência, que acaba sendo utilizada de forma indevida.

 

É preciso criar um planejamento financeiro para que os gastos fiquem controlados. Não adianta poupar e manter uma reserva financeira e todo mês utilizar parte dessa reserva para cobrir um gasto. Ela não existe para isso, a reserva financeira deve ser utilizada em situações emergenciais ou para alcançar as metas traçadas.

Para elevar o nível de educação financeira e criar uma reserva de emergência é preciso eliminar os comportamentos financeiros inadequados. Por isso, fazer compras por impulso, gastar além do que o orçamento permite, ter um padrão de vida que não condiz com as próprias receitas mensais, fazer muitas dívidas e etc. são práticas que não ajudam no objetivo de construir uma reserva financeira.

 

Comunidade financeira do Bullla

O Bullla é uma fintech do setor financeiro digital que atua conectando pessoas por meio do empréstimo online entre pessoas físicas. Dentre as principais vantagens que o Bullla proporciona aos membros da sua comunidade financeira, destacam-se: empréstimos com taxas de juros diferenciadas; serviço oferecido de forma clara e transparente; serviço 100% online. Quem paga em dia no Bullla é recompensado com a chance de conseguir empréstimos futuros com taxas de juros mais atrativas.

Mais informações em https://www.bullla.com.br/

Quer receber notícias do G10News pelo whatsapp? Clique aqui
Gostou desta notícias? Compartilhe nos botões abaixo!
LEIA TAMBÉM

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Mais lidas

Homem morre em incêndio em Estância Velha, no Vale do Sinos

Um homem morreu após um incêndio destruir parte de um sobrado em Estância Velha, no Vale do Sinos, na madrugada desta terça-feira (19). O...

INDICADORES: Preço do café em queda. Açúcar em alta e milho estável, nesta segunda-feira (18)

De acordo com o indicador CEPEA/ESALQ, o preço da saca do café arábica registra alta de 8,53% no acumulado de outubro. O preço da saca...

Thiago Martins lança segundo bloco do “Quintal do TG”

Chrigor, Leandro Lehart, Xande de Pilares, Jorge Aragão, Mumuzinho e grupo Revelação fazem parte da segunda parte do projeto   Após o sucesso do primeiro bloco,...
Publicidade

Assine a nossa newsletter

As principais notícias do Portal G10News diretamente em seu e-mail: