Mais uma criança morre atingida por bala perdida no estado do Rio

0
107
Anna Carolina de Souza Neves, vítima de bala perdida. Imagem: Reprodução rede social

Ano novo, tudo velho no Rio de violência. Mais uma criança vítima fatal por bala perdida. Mais uma família destruída pelo poder bélico de não se sabe quem. Mais um dado dessa estatística horrível que não para de crescer. Anna Carolina de Souza Neves tinha apenas 8 anos. Um anjo que não fazia ideia de quão grande é maldade do ser humano e seu poder de destruição. E que não terá mais a oportunidade de descobrir.

Ao contrário do que se poderia imaginar, a criança não estava protegida por estar no seio da sua família e no abrigo de seu lar. Ela foi atingida na cabeça por uma bala perdida quando estava no sofá de casa no bairro Parque Esperança, no município de Belford Roxo, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, na madrugada desta sexta-feira (10).

A Polícia Militar informou que não havia operação na região e a família teria afirmado à corporação que disparos foram ouvidos pouco antes da menina ser atingida.

De acordo com a polícia, equipe do 39º BPM (Belford Roxo) realizava patrulhamento na Avenida Joaquim da Costa Lima quando moradores pediram ajuda para socorrer a menina e, em seguida, o pai de Anna Carolina surgiu carregando a criança nos braços. A vítima foi levada na viatura para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, no bairro de Saracuruna, no município vizinho de Duque de Caxias, mas não resistiu e faleceu pouco depois.

A PM do RJ se manifestou através de nota:
Já entramos em contato com o comandante do 18º BPM para esclarecer as circunstâncias destas imagens. Em breve, nos manifestaremos. A corporação não compactua com qualquer desvio de conduta e apura com rigor e senso de justiça todas as denúncias que chegam ao nosso conhecimento.

A Secretaria de Estado de Vitimização informou, em um comunicado, que ofereceu auxílio, assistência social e psicológica aos parentes da menina e que acompanha o caso.

Fonte: Jornalismo ANF

Deixe seu Comentário! Comentários de leitores ou artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião do G10News