InícioDestaquesMais de 10,5 milhões de brasileiros têm direito a sacar cotas do...

Mais de 10,5 milhões de brasileiros têm direito a sacar cotas do Fundo Pis-Pasep

Cerca de 10,6 milhões de brasileiros ainda não sacaram o Fundo PIS-Pasep, liberado desde agosto de 2019 para beneficiários de todas as idades. Segundo a Caixa Econômica Federal (CEF) são R$ 23,3 bilhões ainda esperando pelos beneficiários.

A quantidade de recursos ainda não sacada se deve, em parte, ao fato de muitos cotistas terem falecido antes de retirar o dinheiro, sem que seus herdeiros tivessem conhecimento do benefício. Outro fator que contribui para esse cenário é que os beneficiários são idosos, e, com isso, podem não ter se atentado para o direito de sacar os valores.

 

Cotas do Fundo PIS-Pasep – Entre 1971 e 1988, as empresas e órgãos públicos depositavam dinheiro no fundo em nome de cada um de seus funcionários. E cada um era dono de uma cota nesse fundo. Mas o saque só podia ser feito em caso de aposentadoria, doença grave ou ao completar 70 anos.

A partir de outubro de 1988, mudou a forma de pagamento do PIS-Pasep, que vigora até agora. Mas muitos beneficiários ainda não fizeram a retirada de suas cotas devido aos critérios estabelecidos na época. Assim, muitos beneficiários não sabem desse direito, incluindo herdeiros desses cotistas que podem sacar o dinheiro.

O Fundo PIS-Pasep é diferente do abono salarial PIS-Pasep, cujo pagamento é feito todos os anos para trabalhadores com renda média mensal de até dois salários mínimos.

O valor do fundo é pago somente uma vez, ou seja, uma vez retirado o dinheiro por quem tem direito, o saldo é zerado.

A Caixa é responsável pelos pagamentos das cotas do PIS-Pasep desde junho do ano passado.

 

Quem tem direito 

Tem cotas do PIS somente quem trabalhou com carteira assinada na iniciativa privada entre 1971 e 1988. Já as cotas do Pasep são destinadas a quem trabalhou como servidor público ou militar no mesmo período.

Todos os participantes cadastrados no Fundo PIS-Pasep até 4 de outubro de 1988 que possuam saldo de cotas podem sacar. O prazo final para a retirada do dinheiro é 1º de junho de 2025.

Os valores não sacados após esse período serão tidos como abandonados e passam a ser propriedade da União.

No caso de morte do titular das cotas, os herdeiros e sucessores poderão sacar o dinheiro.

 

Como sacar o dinheiro

Em maio de 2020, o Banco do Brasil transferiu as cotas do Pasep para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Assim, desde junho de 2020, os saques das cotas tanto do PIS quanto do Pasep devem ser solicitados à Caixa Econômica Federal.

Segundo a Caixa, o trabalhador poderá realizar o saque pelo aplicativo do FGTS. Há ainda a possibilidade de sacar pessoalmente.

 

Veja as opções:

– Os saques de até R$ 3 mil podem ser feitos com o Cartão do Cidadão e a senha cidadão nos terminais de autoatendimento da Caixa. Nas lotéricas e Correspondentes Caixa Aqui, além do Cartão do Cidadão e senha, o cotista deverá apresentar documento de identificação oficial com foto.

– Os valores acima de R$ 3 mil devem ser sacados nas agências, mediante apresentação de documento oficial com foto.

Como ver o saldo – Desde junho de 2020, as cotas do Fundo PIS-Pasep estão vinculadas ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Portanto, para consultar o saldo, o cotista ou herdeiro deve acessar os sistemas da Caixa Econômica Federal.

A consulta poderá ser realizada pelo aplicativo do FGTS, pelo site FGTS e internet banking Caixa. É possível ainda consultar o saldo nas agências da Caixa – para isso, basta apresentar documento de identificação com foto.

Os cotistas ou herdeiros poderão verificar se têm saldo a receber através do site do banco ou pelo aplicativo do FGTS.

 

Para consultar o saldo de cotas é necessário o número do CPF (ou antigo CIC) ou o número do NIS do cotista, que pode ser encontrado:

– no Cartão do Cidadão;
– nas anotações gerais de Carteira de Trabalho antiga;
– na página de identificação da nova Carteira de Trabalho;
– no extrato do FGTS impresso.

Em caso de consultar com o número do NIS, o beneficiário ou herdeiro também precisarão de uma senha.

Fonte: O Sul

Quer receber notícias do G10News pelo whatsapp? Clique aqui
Gostou desta notícias? Compartilhe nos botões abaixo!
LEIA TAMBÉM

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Mais lidas

De biquíni, Ticiane Pinheiro posta fotos em viagem à Bahia

A apresentadora Ticiane Pinheiro, de 45 anos de idade, está curtindo alguns dias na Bahia e decidiu dividir com seus milhões de fãs no...

“Estamos com os pés no chão”, diz Mancini após estreia com vitória

Na noite deste domingo (18), o Grêmio bateu o Juventude por 3×2 na Arena na reestreia de Vagner Mancini como técnico do tricolor. Após a partida,...

Vice-presidente Hamilton Mourão cumpre agenda no interior do Rio Grande do Sul e visita Ijuí

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, visitou o Rio Grande do Sul nesta terça-feira (19). O primeiro compromisso da sua agenda oficial foi a...
Publicidade

Assine a nossa newsletter

As principais notícias do Portal G10News diretamente em seu e-mail: