Connect with us

Esporte

Inter não segura ataque do Flamengo e perde por 2 a 0 no Maracanã

Publicado

em

*Por Bárbara Assmann

Lotado. É assim que o Maracanã recebeu o jogo entre Flamengo e Internacional pela disputa das quartas de final da Libertadores. E contribuiu para a festa carioca. O Flamengo ganhou de 2 a 0 e Bruno Henrique marcou as duas vezes.

O Internacional até conseguiu segurar, com muita marcação, o empate. Mas, depois dos 30 minutos do segundo tempo, o Flamengo furou o bloqueio e conseguiu marcar dois gols seguidos, deixando a equipe colorada desconcentrada.

No time colorado, Edenilson era dúvida durante toda a semana, mas, após realizar exames minutos antes do confronto, foi liberado para atuar no Rio de Janeiro. A equipe estava completa. Assim como o Flamengo que também teve boas notícias vindas do departamento médico: Gabigol, que chegou a ser dado como desfalque, foi confirmado como titular.

O Flamengo começou a partida trocando passes, tudo isso para conseguir chegar ao ataque. Já o Internacional, por conta disso, estava bem postado na defesa.

A equipe carioca trabalhava muito a recuperação rápida de bola. A primeira finalização aconteceu aos oito minutos. Everton Ribeiro arriscou um chute de fora da área e obrigou Marcelo Lomba a espalmar para o lado. Mas o Inter se fechava e dificultava o ataque adversário.

Mas, quando atacava, o Flamengo levava perigo. Aos 18, Bruno Henrique encheu o pé de fora da área, fazendo Marcelo Lomba brilhar novamente. A posse de bola era toda carioca, com isso, o Inter continuava todo em sua defesa. O colorado não conseguia segurar a bola e tinha dificuldades para chegar ao ataque e finalizar.

A partir dos 25, as duas equipes não levaram mais perigo aos goleiros: o Inter não atacava, mas marcava muito, fazendo com que o Flamengo também não tivesse sucesso. Porém, aos 40, o colorado teve a primeira chegada com perigo. Sobis recebeu a bola no ataque, mas dominou e recuou para D’Alessandro, que arriscou um chute de longe, que foi para fora.

O jogo estava para acabar e Marcelo Lomba fez mais uma grande defesa. A melhor chance do Flamengo no jogo. Everton Ribeiro acionou Gabigol, que bateu prensado e Marcelo Lomba evitou o primeiro gol.

Os primeiros minutos da segunda etapa não mudaram na perspectiva da primeira. O ponteiro marcava 10 minutos e nenhuma chegada com perigo. Porém, com a marcação colorada mais adiantada, a equipe carioca passou a enfrentar mais dificuldades para chegar ao ataque.

Odair Hellmann esperou os primeiros minutos, mas, depois, já modificou sua equipe. Entrou Wellington Silva no lugar de Sóbis. Depois, também tirou D’Alessandro para colocar Nico López.

O Flamengo tentava de todas as maneiras, mas o Inter era muito organizado defensivamente. Porém, a organização pecou, e muito. Aos 29, o Mengão marcou com Bruno Henrique.

Cuesta até conseguiu fazer um bom carrinho, mas a bola acabou sobrando para Gerson, que conseguiu tirar do zagueiro e de Marcelo Lomba e deixou Bruno Henrique sem goleiro para abrir o placar no Maracanã! Flamengo 1, Inter 0.

Não demorou muito para vir o segundo. Aos 33, ele de novo. Bruno Henrique recebeu de Gabigol na entrada da área e chutou no canto de Marcelo Lomba. Flamengo 2, Inter 0.

Inter acabou sentindo muito o primeiro gol. O momento foi de desconcentração total da equipe. E quase que o time carioca marca o terceiro. Gabi Gol furou na frente do gol. Aos 42, Odair fez sua última troca: Edenilson saiu para a entrada de Guilherme Parede.

Mas, nos acréscimos, quase gol colorado. Nico López invadiu a área, cortou Rodrigo Caio e bateu rasteiro, buscando o canto. A bola saiu à esquerda de Diego Alves. Até teve uma maior pressão colorada, mas não deu. O Internacional não conseguiu segurar o ataque flamenguista e perdeu por 2 a 0.

*Estagiária sob supervisão de Marjana Vargas’

O Sul

Esporte

Governador considera difícil retorno do Campeonato Gaúcho

Publicado

em

Por

© Ricardo Duarte/Internacional/Direitos Reservados

Federação Gaúcha fez reunião com Eduardo Leite

Os clubes mais populares do Rio Grande do Sul, Grêmio e Internacional, voltaram a treinar nesta semana adotando medidas de segurança para evitar o contágio do novo coronavírus (covid-19) entre atletas e funcionários. O campeonato estadual segue suspenso, mas a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) deu um passo na tentativa da retomada da competição, que está paralisada por tempo indeterminado desde o dia 16 de março.

 

O presidente da entidade, Luciano Hocsman, se reuniu no Palácio Piratini com o governador Eduardo Leite e apresentou um documento com diretrizes de segurança sanitária elaborado pela FGF. Após o encontro, o chefe do executivo estadual prometeu analisá-lo, mas acredita ser difícil a sua implementação neste momento.

 

“Vamos avaliar estes protocolos sugeridos pela federação e considerá-los no próximo decreto que vem até a próxima sexta (8). Qual é o grande desafio? É que o campeonato estadual, como acontece em todo o estado, precisa de uma regra uniforme no território e o protocolo não vai pela uniformidade, mas pela regionalidade, ou seja, cada região vai ter uma bandeira, e cada uma poderá ter que, consequentemente, obedecer, em uma semana, regras mais rigorosas que uma outra região. O que poderá significar que o campeonato teria que, eventualmente, em uma região, seguir um protocolo diferente da outra, e isso gera uma desigualdade, uma falta de uniformidade, o que pode comprometer as condições de se fazer a competição”.

Sabendo das circunstâncias de incerteza e da dificuldade para liberação, o mandatário da federação concluiu que a conversa foi oportuna para mostrar um projeto de viabilidade do estadual.

 

“Não foi uma proposta, foi uma situação de protocolo, uma minuta, para ser apresentada ao governador e para ser debatida com ele e com seu gabinete de crise”, relatou o mandatário da Federação.

 

Eduardo Leite ainda explicou que, caso o campeonato seja liberado para reiniciar, duraria aproximadamente dois meses para ser concluído, tempo considerado longo, tendo em vista que restam poucas partidas para encerrar a competição: “Levaria, talvez, até 2 meses para ser concluído, entre o tempo preparatório de remobilização, os treinos e o período necessário para os jogos. É absolutamente impossível neste momento conseguir fazer uma projeção do que teremos efetivamente nos próximos 2 meses”.

 

Mesmo que seja autorizada a disputa das partidas, o governador descarta a possibilidade da presença público: “Seguramente sem público, qualquer atividade com reunião de grande número de pessoas nós só vemos possibilidade no pós-pandemia”.

 

//EBC

Continue Lendo

Esporte

De saída, Felipe Barros se despede do River-PI e valoriza oportunidade: “Evolução”

Publicado

em

Por

Fotos Anexadas: Victor Costa/River-PI

Chegou ao fim a passagem do zagueiro Felipe Barros pelo River-PI. O contrato do defensor com o clube se encerrou na última terça-feira (5) e ambas as partes optaram por não renovar o vínculo.

 

Felipe Barros foi anunciado pelo River-PI em novembro de 2019, já como reforço para esta temporada. No Galo, o jogador viveu o seu principal momento em fevereiro. Ele foi titular no triunfo por 1 a 0 sobre o Bahia, que classificou a equipe para a segunda fase da Copa do Brasil.

“Foi um período de evolução na minha carreira e sou grato ao River pela oportunidade. Fui muito bem recebido por todos no clube e isso facilitou a minha adaptação. Infelizmente não conseguimos concluir o estadual por causa da pandemia, mas vivemos bons momentos ao longo desses meses, como quando vencemos o Bahia pela Copa do Brasil. Fico na torcida pelo sucesso do clube quando as coisas melhorarem”, destacou o jogador, de 25 anos, que levou apenas um cartão amarelo durante a sua passagem pelo River-PI.

 

Agora, Felipe Barros foca as suas atenções na sequência da temporada. Com as competições suspensas devido à pandemia do novo coronavírus, o jogador segue treinando em casa enquanto define o seu futuro.

 

“Venho treinando em casa ao longo das últimas semanas e já tenho analisado algumas situações para a sequência da temporada. Estou 100% fisicamente e pronto para um novo desafio. Agora é seguir tomando os cuidados para que possamos vencer esta luta contra o coronavírus. Espero que todos fiquem bem e que em breve possamos retomar as nossas rotinas”, concluiu Felipe Barros, formado nas categorias de base do São Paulo e com passagens pelo futebol japonês e português.

 

Fotos Anexadas: Victor Costa/River-PI

Continue Lendo

Esporte

O Inter informa o retorno aos treinamentos

Publicado

em

Por

Marcelo Lomba durante treinamento no início do ano. Foto: Ricardo Duarte/Internacional

O Sport Club Internacional comunicou que retomará as atividades do Departamento de Futebol Profissional a partir da próxima segunda-feira (4), com a reapresentação da comissão técnica e grupo de apoio. O retorno dos atletas será na terça-feira (5), às 9 horas. Segundo o clube, o retorno acontece em acordo com o decreto publicado pela Prefeitura Municipal de Porto Alegre.

Os profissionais serão avaliados diariamente e passarão por testes para a Covid-19. O grupo de jogadores será dividido em horários para a realização das atividades, cumprindo todas as recomendações das instituições de saúde e governamentais. O Clube seguirá atento aos futuros decretos e orientações das autoridades para adotar novas medidas, caso necessárias, em seus protocolos.

 

O acesso ao CT Parque Gigante será controlado e restrito, reduzindo ao máximo o fluxo de pessoas. As atividades serão fechadas para a imprensa e público em geral.

 

O Sul

Continue Lendo

Newsletters

Receba as Notícias do Site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana

Notícias no seu WhatsApp whatsapp