Connect with us

INSS

INSS mantém prova de vida suspensa para aposentados

Publicado

em

Foto: Divulgação

Decisão foi tomada para evitar que idosos se desloquem para a realização da prova, já que são considerados vulneráveis à covid-19.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) prorrogou até outubro o prazo de suspensão da prova de vida para aposentados e pensionistas. Isto significa que o pagamento dos benefícios não pode ser cancelado pela falta da prova de vida.

A decisão foi publicada no DOU (Diário Oficial da União) nesta quinta-feira (15). O INSS decidiu suspender a prova de vida para evitar que os idosos precisem se deslocar até o local da prova de vida, por serem considerados do grupo de risco para a Covid-19.

Normalmente, os aposentados e pensionistas precisam comprovar que estão vivos uma vez por ano para continuarem recebendo os benefícios. O pagamento é cancelado para aqueles que não realizam a prova de vida na data estipulada.

A prova de vida está suspensa desde março deste ano e, devido à pandemia, foi prorrogada até outubro – podendo existir novas prorrogações.

Fonte: Rádio Guaiba

Continue Lendo
Patrocinado
Clique para comentar

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

INSS pode suspender aposentadorias em novembro

Publicado

em

Por

(Foto: Agência Brasil)

A medida do governo que proíbe o corte do benefício, caso o aposentado não realize a prova de vida durante a pandemia, vai até o final do mês.  

 

Anteriormente o governo havia estendido até o final de outubro a suspensão da obrigatoriedade do procedimento, feito todo ano pelo aposentado.

 

Esta outra medida proíbe que o banco ou o inss suspenda o pagamento do benefício caso o aposentado ainda não tenha se manifestado. A decisão vale tanto para quem mora no brasil quanto no exterior. Na prática, a partir do próximo mês, a prova de vida voltará a ser obrigatória e o inss poderá suspender o pagamento de quem não fizer o procedimento.

A prova de vida é feita na agência bancária onde o aposentado recebe o benefício. Durante a pandemia, o procedimento foi suspenso devido ao risco de contaminação em pessoas do grupo de risco, como idosos e deficientes.

Continue Lendo

INSS

Prova de vida volta em novembro

Publicado

em

Por

O procedimento, obrigatório para todos os aposentados, foi suspenso por conta da pandemia.

A prova de vida para aposentados e pensionistas do inss está suspensa até o próximo dia 31 de outubro.

 

A medida acabaria no mês passado, mas o governo decidiu estender por conta da pandemia. O procedimento, que é feito todo ano, é obrigatório e serve para saber se o aposentado está vivo para receber o benefício.

 

A prova de vida é realizada na agência bancária onde o segurado recebe a aposentadoria. O procedimento foi suspenso em março devido ao risco de contaminação pela covid-19 em pessoas do grupo de risco como idosos e deficientes.

 

O inss começou a testar a prova de vida digital, por meio do telefone celular. Apenas 500 mil aposentados estão participando desta modalidade, que comprova que o aposentado está vivo por meio de uma selfie.

De acordo com o inss, a intenção é que no futuro o procedimento seja feito apenas pela internet. Enquanto isso não acontece, a partir do mês que vêm, os aposentados deverão ir pessoalmente provar que estão vivos para a previdência. Quem não faz a prova de vida pode ter o benefício suspenso e consequentemente cancelado.

Continue Lendo

Economia

Bancos já oferecem empréstimo consignado maior a aposentados do INSS

Publicado

em

Por

(Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) poderão aumentar o valor dos empréstimos consignados. O instituto publicou no Diário Oficial nova norma que aumenta o percentual de endividamento de 30% para 35% do valor do benefício.

De acordo com informações do jornal Agora, a regra mantém a possibilidade de acréscimo de 5 pontos percentuais por meio do cartão de crédito consignado. Com isso, aposentados e pensionistas podem comprometer até 40% dos seus salários para pagar as parcelas da dívida. Até a nova regra entrar e vigor, a margem total, considerando empréstimo e cartão de crédito, era de 35%

Por meio de nota, a Febraban (Federação dos Bancos) disse que os ajustes no sistema já foram feitos. Aposentados e pensionistas do INSS já podem procurar os bancos para solicitar empréstimo com a margem consignável maior.

A medida vai até o dia 31 de dezembro e tem como objetivo de reduzir o impacto da crise financeira provocada pela pandemia da covid-19. O crédito consignado tem juros mais baixos do que a média praticada pelo mercado porque o valor já vem descontado no pagamento do beneficiário e, portanto, reduz o risco de inadimplência. As taxas máximas autorizadas são de 1,80% ao mês, para o empréstimo, e 2,70% ao mês, para o cartão consignado.

Perícias

As perícias médicas estão sendo retomadas gradualmente nas agências do INSS. Porém, somente segurados que agendaram a consulta pelo Meu INSS ou pelo telefone 135 estão sendo atendidos.

Os usuários encontraram várias dificuldades quando houve a reabertura das agências. Por isso, o INSS oferece agora a possibilidade de remarcação de perícia médica agendada e não realizada.

Mais de 1,5 milhão de processos estão na fila do INSS. De acordo com o último dado disponível, 794 mil desse total aguardavam perícia médica em agosto. Vale ressaltar que as perícias são necessárias para garantir que os trabalhadores recebam o auxílio, retornem ao trabalho ou tenham direito à aposentadoria.

Leia também:  INSS vai ampliar funções de cartão

O INSS afirmou que também está em processo de contratação de mais uma central de atendimento para que seja otimizado o serviço pelo telefone 135. Segundo o próprio INSS, a capacidade de atendimento pelo canal será elevada em 30%.

Existem 3 opções para realizar o agendamento: pelo site Meu INSS; pelo aplicativo Meu INSS; e

pelo telefone 135. O INSS ressalta que o reagendamento foi incluído no aplicativo Meu INSS no último fim de semana. Por isso, é necessário atualizá-lo na loja de aplicativos do aparelho celular.

Caminho para o agendamento:

1) Acesse o Meu INSS (página ou aplicativo)

2) Faça o login e clique na opção “Agendar perícia”

3) Escolha entre as opções “Perícia inicial”, “Perícia de prorrogação” e “Remarcar perícia” (reagendamento) e clique em selecionar

4) Siga os passos seguintes e faça o agendamento

É importante acompanhar o pedido para não deixar passar o seu horário. Além disso, é possível verificar quais agências estão abertas e realizando perícias.

O Sul

Continue Lendo

Newsletters

Receba as Notícias do Site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana