“infelizmente nossa Constituição não permite prisão perpétua”, afirma Bolsonaro sobre caso Rhuan

0
271
(Foto: Reprodução/ RedeTV)

O presidente da República, Jair Bolsonaro, se pronunciou, através de suas redes sociais, nesta terça-feira (18), sobre o caso de Rhuan Maycon, assassinado brutalmente pela mãe e pela companheira, aos nove anos de idade. Bolsonaro disse estar chocado com o crime e lamentou a Constituição Federal não permitir prisão perpétua.

O presidente escreveu em seu Twitter, defendendo a pena e classifcando o caso como “chocante”. Bolsonaro afirmou: “É um dos muitos crimes cruéis que ocorrem no Brasil e que nos faz pensar que infelizmente nossa Constituição não permite prisão perpétua”.

Caso Rhuan:

A mãe de Rhuan e a companheira dela atacaram a criança com 10 facadas nas costas e uma no peito, enquanto ele dormia. Em uma tentativa de se livrar do corpo, as acusadas, Rosana Auri da Silva Cândido, de 27 anos, e Kacyla Pryscila Pessoa, de 28 anos, esquartejaram Rhuan e tentaram queimá-lo em uma churrasqueira. Como não conseguiram, elas cortaram os membros do menino e dividiram em duas mochilas, que foram jogadas dentro de um bueiro no bairro onde moravam, em Samambaia, região administrativa do Distrito Federal.

Fonte: O Sul

Deixe seu Comentário! Comentários de leitores ou artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião do G10News