Grêmio vence o Bahia fora de casa e garante vaga na semifinal da Copa do Brasil

0
111
Gol de Alisson garantiu a vitória do Tricolor gaúcho. (Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA)

O Grêmio venceu o Bahia e conquistou vaga na semifinal da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (17), na Arena Fonte Nova, em Salvador, a equipe entrou com todos os titulares possíveis. Mesmo com rumores de venda, o atacante Everton esteve em campo e, com gol de Alisson, o time de renato Portaluppi conseguiu vencer a equipe de Roger Machado.

No primeiro tempo, o Grêmio começou com bom ritmo de jogo, controlando a ofensiva e mantendo maior posse de bola. Com boas chegadas pela direita, o Tricolor gaúcho vinha trazendo perigo para o gol de Douglas. Matheus Henrique teve uma chance, após cobrança de falta de Jean Pyerre, mas mandou por cima do gol. O time gaúcho seguia tentando abrir o placar.

O Bahia também chegava ao gol gremista, mas bastante tímido. Com o jogo ofensivo ditado pelo Grêmio, a equipe da casa retrancou. Apenas aos 25 minutos, o time de Roger Machado teve sua primeira boa finalização. E foi de uma bola parada que surgiu a chance. Lucas Fonseca conseguiu pegar o rebote e bateu forte, mas Paulo Victor defendeu.

O zagueiro gremista Kannemann acabou recebendo amarelo por falta em Elton, que, logo depois, também foi amarelado por derrubar Maicon. O Bahia começou a tentar assustar o Tricolor gaúcho no contra-ataque, mas, ao final da etapa inicial, foi o Grêmio quem impôs medo à meta baiana. Aos 42, uma jogada entre Matheus Henrique e Jean Pyerre deixou a bola nos pés de André, que chutou a gol. Douglas saiu para a defesa e conseguiu colocar para fora com a ponta dos dedos. O árbitro apita. 0 Grêmio; 0 Bahia.

No segundo tempo, novamente o Grêmio se destacou em campo propondo o jogo. Maicon levou cartão amarelo por reclamação. Na sequência, em uma ofensiva, porém, Jean Pyerre sentiu a perna e precisou deixar o campo. No lugar dele: Luan. Sentindo a pressão, Roger decidiu mexer em seu grupo, tirando Élber e colocando Arthur Caíke. Mas não adiantou. Quando o relógio marcava 18, Matheus Henrique achou Alisson pela direita e fez o lançamento. O meia driblou a marcação e colocou a bola nas redes. Gol do Grêmio.

Nova substituição no time da casa: entra Shaylon; sai Elton. A segunda metade da etapa complementar ficou mais intensa e Everton levou cartão amarelo. Em lance de gol, Moisés derrubou Alisson e a arbitragem marcou pênalti. Porém, o VAR solicitou conferência de Braulio da Silva Machado e ele voltou atrás: falta marcada e cartão vermelho para o lateral do Bahia. O técnico do Grêmio também levou cartão — amarelo —, por reclamação.

Após a cobrança, novas mudanças dos dois lados. No time visitante, saiu Maicon, entrou Rômulo e saiu Alisson, para entrar Pepê. Na equipe da casa, entra Fernandão no lugar de Ramires. Com pouco tempo em campo, Fernandão chegou ao gol de Paulo Victor, mas cabeçeou pra fora. Na sequência, fez falta em Cortez e recebeu amarelo. Já aos 43 minutos, outra possibilidade de pênalti, quando a bola toca no braço de Lucas Fonseca, mas VAR revisa o lance e árbitro segue o jogo.

Muitos cartões na partida. Ao final, Gregore também foi amarelado, assim como Matheus Henrique. Com nove minutos de acréscimo, o Grêmio continuou atacando e o Bahia insistia no contra-ataque. Mas passou o Tricolor gaúcho.

O próximo compromisso do Grêmio é contra o maior rival: Inter. O Gre-Nal acontece no próximo sábado (20), às 19h, no Beira-Rio. A partida vale pelo Campeonato Brasileiro.

O Sul

Deixe seu Comentário! Comentários de leitores ou artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião do G10News