Governo estuda mudanças no Bolsa Família

0
140

O governo federal estuda mudar o programa bolsa família. Em operação há aproximadamente 16 anos, o programa surgiu da junção de quatro benefícios sociais.

Hoje, o bolsa família atende 20 por cento das famílias brasileiras. Pesquisadores do instituto de pesquisa econômica e aplicada, o ipea, realizaram uma proposta para mudança no atual sistema. A ideia é unificar, mais uma vez, outros programas sociais criando um novo bolsa família. Entraria no novo programa, além do bolsa família atual, o abono salarial, mais conhecido como PIS, a dedução de criança no imposto de renda e o salário família, pago para quem recebe até mil 319 reais por mês. O pesquisador do ipea que realizou a proposta, sergei soares, explica.

Isso quer dizer que o abono salarial, por exemplo, que hoje é pago para qualquer trabalhador que recebe até dois salários mínimos, passe a ser pago apenas para trabalhadores que cumpram as exigências do bolsa família, como por exemplo, ter filhos.

Ainda de acordo com o pesquisador, a proposta já foi apresentada ao ministério da economia e teve uma boa aceitação. O texto ainda será debatido entre pesquisadores e técnicos do governo para depois criar um projeto oficial do novo bolsa família.

 

Deixe seu Comentário! Comentários de leitores ou artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião do G10News