Connect with us

Culinária

Funcional e sofisticado: Surpreenda seus convidados com nhoque de batata-doce

Publicado

em

Se você quer surpreender seus convidados com um prato sofisticado e, ao mesmo tempo, conciliar com a consciência tranquila para a saúde, essa é a receita ideal para você. A batata doce é uma ótima substituição à batata inglesa, pois possui diversos nutrientes que fazem bem ao organismo, como ajudar no emagrecimento, controlar o colesterol e aumentar a imunidade.

Aproveitando esse ingrediente, o chef Wander Bresolin, da Vinícola Luiz Argenta, integrante da Associação de Vinícolas dos Altos Montes, compôs um prato ótimo para ocasiões especiais: Nhoque de batata doce, manteiga de sálvia com nozes e queijo pecorino. Confira abaixo a receita.

Ingredientes para massa:
Batata doce – 600g
Ovos – 1un
Farinha de trigo – 100g
Sal a gosto

Ingredientes para o molho e finalização:
Manteiga sem sal – 80g
Sálvia fresca – 10 folhas
Nozes descascadas – 50g
Queijo pecorino ralado fresco 50g

Modo de preparo:
Envolver as batatas com casca em papel alumínio e assar por aproximadamente 1h30m a 200ºC, até que fiquem macias. Ainda quentes, descascar as batatas e amassar com um garfo até formar um purê. Feito isso, reservar na geladeira por aproximadamente 1h ou até que o purê esfrie por inteiro. Após resfriado, misturar ao purê o ovo, a farinha e o sal a gosto (sem sobrepor à doçura da batata) até que forme uma massa homogênea.
Em uma superfície lisa, polvilhe um pouco de farinha de trigo para que a massa não grude e faça rolinhos na espessura de 1 dedo e depois corte o rolinho em pedaços com largura de 1 dedo. Para reservar, coloque os nhoques cortados em uma forma e polvilhe farinha para que eles não se grudem.
Picar a sálvia em tiras finas e reservar. Tostar as nozes no forno por 5 minutos a 200ºC e picá-las grosseiramente, reserve.
Para cozinhar o nhoque, ferver uma panela grande com água e adicionar sal até que fique salgada como a água do mar. Colocar o nhoque para cozinhar cuidando para que tenha água em abundância, evitando que se grudem. O nhoque estará pronto quando subir à superfície.
Em uma frigideira em fogo médio, acrescentar a manteiga, a sálvia e as nozes reservadas. Conforme fiquem prontos, acrescentar os nhoques à frigideira e mexer delicadamente para que se misture ao molho, ao final, adicionar um pouco (5 colheres de sopa) da água do cozimento ao molho e mexer até que incorpore.
Finalizar com queijo pecorino ralado na hora.

Leia também:  74 mil aposentados recebem atrasados

Para tornar a experiência ainda mais agradável, o enólogo Edegar Scortegagna da Vinícola Luiz Argenta, indica a harmonização do prato com vinhos tintos de sabor frutado e acidez equilibrada, como é o caso do Shiraz L.A. Jovem. Confira mais informações em www.vinhosdosaltosmontes.com.br.

Continue Lendo
Patrocinado
Clique para comentar

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Culinária

Dia do Doce de Leite! Chef pâtissier Flávio Duarte ensina como preparar o doce de maneira simples e fácil em casa

Publicado

em

Por

Divulgação
Assim como a versatilidade do doce de leite é imensa, a história de sua criação também é repleta de versões. Há quem diga que a iguaria tenha surgido aqui no Brasil, por volta do século XVI, com a chegada do açúcar no país. Segundo narra a história, o açúcar era usado para conservar outros alimentos, entre eles, o leite. A mistura dos dois caiu no gosto popular, que passou a usá-la de forma sólida e pastosa, dando origem ao doce. Já os nossos hermanos argentinos garantem que o doce foi inventado no século XIX, pelo político Juan Manuel de Rosas. Contam os nossos vizinhos, que o político estaria na cozinha de casa em dia frio de inverno esquentando o leite, quando alguém bateu à porta. A distração foi suficiente para que a bebida virasse o doce. Fato é, passado tanto tempo, seja pela versão brasileira ou argentina, o doce de leite é hoje um dos mais apreciados no mundo, tanto é, que foi até escolhido um dia do ano para comemorar sua existência: 11 de outubro. “O doce de leite é versátil, democrático e muito funcional. Além de poder ser usado de forma pastosa, firme ou em pedaços, como sobremesa ou acompanhamento, ele também pode ser a estrela de várias receitas, como o famoso bolo bem casado, recheio de churros, coberturas de tortas, misturados com sorvetes, caldas, pudins e brigadeiros”, destacou o chef pâtissier Flávio Duarte.

Chef pâtissier Flávio Duarte/Divulgação

“Hoje, o doce é produzido em escala industrial por todo país e fora dele, mas a sobremesa está fortemente ligada à cultura de Minas Gerais, onde é possível encontrar muitos produtores artesanais que fazem o doce em casa, no tacho e fogão à lenha. Seja qual for a preferência, o importante é comemorar esse dia com delicioso doce de leite”, recomendou o confeiteiro.

Leia também:  Tenso – Mãe descobre morte da filha ao vivo durante programa e desmaia
Para dar ainda mais sabor ao dia, o chef pâtissier vai ensinar uma receita rápida, fácil e deliciosa de doce de leite caseiro. Confira! Você vai precisar: 4 xícaras de (chá) de leite integral 2 xícaras de (chá) de açúcar refinado Como fazer? 1. Em uma panela, junte o leite e o açúcar e leve ao fogo baixo, mexendo sempre, até o açúcar dissolver. 2. Cozinhe, mexendo sempre para o leite não ferver e derramar, (esse processo deve durar aproximadamente 1 hora) ou até o creme engrossar e adquirir uma cor de caramelo. 3- Quando atingir cor e tonalidade do doce, desligue o fogo e deixe esfriar. Pronto, agora é só aproveitar!

Continue Lendo

Culinária

Bolo Nega Maluca

Publicado

em

Por

Este bolo Nega Maluca é super tradicional e simplesmente delicioso. Ele é feito de chocolate e as crianças gostam muito. Além de gostoso é fácil e rápido de preparar.

Aprendi este bolo com uma amiga minha, a Iracema Almeida. Ela tinha feito este bolo e me mandou um pedaço, com uma cobertura de chocolate. Quando eu provei falei: que bolo bom demais! Então, pedi para Iracema a receita. É assim mesmo, receita boa é pra ser compartilhada. Como resultado, faço este bolo com frequência em minha casa e também indico para minhas amigas.

Origem deste bolo:

A origem do nome do bolo Nega Maluca é, segundo uma lenda, que uma escrava acidentalmente derrubou achocolatado enquanto fazia um bolo e simplesmente continuou, criando a deliciosa iguaria sem querer. Portanto, o bolo Nega Maluca foi batizado em sua homenagem.

Bolo Nega Maluca

Então, vamos lá, é muito simples. Você vai precisar de um liquidificador, uma vasilha para misturar os ingredientes, uma forma de bolo e uma panela para preparar a cobertura.

Ingredientes do bolo:

Ovos – 4
Açúcar – 2 xícaras
Óleo – 1 xícara
Ingredientes secos:
Farinha de tribo – 3 xícaras
Nescau – 1 xícara
Chocolate – 1 xícara
Leite líquido – 1 xícara
Fermento químico em pó – 1 colher (de sopa)

Cobertura de Brigadeiro:

Leite condensado – 1 lata (395 ml)
Manteiga ou margarina – 1 colher (de sopa)
Nescau – 3 colheres (de sopa)
Chocolate granulado – (50 g) – opcional

Modo de Preparo

  • Em primeiro lugar, bata os ovos, o açúcar e o óleo no liquidificador. Reserve esta mistura líquida.
  • Em segundo lugar, misture os ingredientes secos (farinha de trigo, Nescau e chocolate) em uma vasilha. Caso você substitua o Nescau por um outro achocolatado, escolha um de boa marca.
  • Depois disso, nesta vasilha, vá agregando, aos poucos, e mexendo toda a mistura líquida. A massa ficará bem pesada. Então, vá agregando, também aos poucos, o leite líquido. Pode ser que não seja necessário usar todo o leite. Vá colocando até chegar no ponto que mostro no vídeo.
  • Da mesma forma, neste ponto, adicione o fermento químico em pó e misture delicadamente. Normalmente o fermento é a última coisa a ser agregada à massa do bolo.
  • Tendo a massa do bolo pronta, coloque numa forma untada e enfarinhada.
  • Depois disso, leve ao forno pré-aquecido (180 graus) por, mais ou menos, uma hora. Observe no vídeo as dicas que dou sobre como assar o bolo no forno.
  • Se for desenformar o bolo, espere esfriar para evitar que o bolo quebre.
  • Depois disso, faça a cobertura de brigadeiro e coloque em cima do bolo.
  • Caso queira, pode polvilhar, por cima, com granulado de chocolate.
Leia também:  Bolo Nega Maluca

Assista ao vídeo abaixo para ver mais detalhes e dicas:

Fonte: Aqui na cozinha

Continue Lendo

Culinária

Dia das Crianças: cozinhando em família enroladinho

Publicado

em

Por

Crédito: Carolina Grossini
Que tal fazer os pequenos colocarem, literalmente, a mão na massa? A chef do Senac-RS Ana Loureiro com a ajuda de seus filhos, preparou uma receita que as crianças irão adorar! O Corn Dog, muito conhecido como “cachorrinho” ou “enroladinho” é sempre deliciado por todos. Anote o passo a passo no caderno de receitas e chame os filhos para a cozinha.
Corn Dog
Ingredientes: 
200 g de salsicha Viena (+ ou – 15 minis salsichas)

Para a massa:
100 g de farinha de milho média (¾ de xícara)
40 g de farinha de trigo normal (¼ de xícara)
25 g de açúcar (1 colher de sopa)
150 ml a 200m lde leite (¾ a 1 xícara)
1 ovo
1 pitada de sal
5 g de fermento químico para bolo (1 colher de chá)

Para o molho de milho verde:
200 g de milho verde em lata (1 xícara)
200 ml de leite (1 xícara)

Modo de preparo:

  • Bata tudo no liquidificador.
  • Depois, peneire e leve ao fogo médio, mexendo sem parar até engrossar.

Modo de preparo:

  • Espete as salsichas em espetos de bambu ou madeira.
  • Misture todos os ingredientes da massa (fermento por último).
  • Coloque a massa em um copo, ou algo longo, para passar a salsicha na massa.
  • Frite a 180°C.
  • Sirva com molho de milho e catchup.
Bom apetite!

Continue Lendo

Newsletters

Receba as Notícias do Site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana