Connect with us

Saúde & Vida

Fisioterapeuta orienta pais e cuidadores de pessoas com deficiência intelectual em tempos de pandemia

Publicado

em

Foto registrada antes do início da pandemia do COVID 19. Crédito: Suellen Oliveira

O Dr. Maikon Costa, fisioterapeuta que trabalha com pessoas com deficiência intelectual, no CENSA Betim, ressalta a importância de manter os indivíduos ativos em um momento em que o isolamento é essencial

O CENSA Betim atua há mais de 55 anos nos cuidados a pessoas com deficiência intelectual, com uma equipe transdisciplinar que conta com profissionais de medicina, enfermagem, psicologia, psiquiatria e fisioterapia, além de cuidadores totalmente dedicados aos educandos. Pela experiência adquirida durante o trabalho dentro da instituição, o fisioterapeuta Maikon Costa se tornou referência dentro da sua área nos cuidados específicos a indivíduos com deficiência intelectual associada a outras comorbidades que afetam a área motora e a locomoção. Ele compartilha algumas dicas para que profissionais de saúde, pais e cuidadores possam seguir e tornar esse período mais tranquilo.

De acordo com o fisioterapeuta, neste momento em que o isolamento social é necessário, o trabalho da fisioterapia se torna mais do que essencial, uma vez que o foco é a qualidade de vida do indivíduo. Em tempos de isolamento a baixa na frequência de atividades físicas, requer uma análise dos desafios que se apresentam na marcha, na postura, no tônus muscular, na capacidade motora e na realização de movimentos que podem afetar o estado geral do indivíduo, restringindo a sua autonomia. Além disso, o fisioterapeuta também trabalha com a reabilitação respiratória, tão necessária para indivíduos com quadros graves de doenças pulmonares e pneumonias de repetição. O profissional explica que o objetivo do CENSA Betim, além de tomar todas as medidas possíveis para preservar a saúde dos educandos, é transmitir o conhecimento obtido nos mais de 55 anos de atuação junto a esse público.

“Nesse momento, as famílias de pessoas com deficiência intelectual enfrentam verdadeiros desafios decorrentes do isolamento social para combater a transmissão do COVID-19. Primeiramente, é bom salientar, que os indivíduos com deficiência intelectual fazem parte do grupo de risco e possuem perigo de contágio, principalmente pela labilidade comportamental que os expõe com mais frequência ao vírus. Se forem infectados, podem apresentar condições mais agudas da doença. Sendo assim, é imprescindível seguir as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), quanto ao isolamento social, assim como temos feito aqui no CENSA, evitando ao máximo o contato social”, explica.

Segundo o Dr. Maikon Costa, é necessário evitar o contato social ao máximo, mas ele recomenda que os indivíduos se movimentem. “O isolamento social é fundamental para esse grupo. Mas, é importante mantê-los ativos e para tal, deve-se adotar uma rotina que priorize a manutenção do seu desempenho nas AVDs (atividades de vida diária), suas funções físicas, cognitivas e mentais. A rotina traz uma previsibilidade e transmite segurança e conforto para enfrentar inúmeros estímulos do dia a dia. A estimulação cognitiva auxiliará na manutenção da memória, atenção e funções executivas, entre outras, sendo que essas funções são essenciais para execução de tarefas do dia-a-dia”, completa.

Atividades

Para os pais e cuidadores que não sabem qual tipo de atividade poderão praticar com seus filhos, o Dr. Maikon Costa cita algumas que podem ajudar nesse momento e que são de fácil execução: “Atividades como alongamentos musculares e brincadeiras lúdicas para estimulação cognitiva e manutenção das funções mentais devem ser propostas para esse momento. Todavia, sempre respeitando o histórico ocupacional e interesse do indivíduo, pois, a dificuldade em executar algo podem gerar frustrações e piorar o quadro comportamental do indivíduo. Outro aspecto importante no momento da realização das atividades, é a segurança, pois deve-se realizar atividades leves ou moderadas para evitar acidentes que ocasionem traumas e lesões. Isso, porque tais ocorrências forçam a interrupção do isolamento social em busca do atendimento médico de urgência, expondo o indivíduo e seus familiares ao risco de contaminação do vírus. Além disso, deve-se priorizar que as atividades sejam realizadas em ambientes abertos ou bem arejados, sempre evitando contato com outros sujeitos devido ao risco de contágio pela COVID19”, conclui.

CENSA Betim

Fundado em 1964, o CENSA Betim é um local para cuidados básicos e um espaço para ser e conviver. Sua missão é atender as necessidades da pessoa com deficiência intelectual, associada ou não a outros transtornos, e da sua família, assegurando-lhes qualidade de vida e uma educação socializadora. O CENSA Betim conta com uma equipe transdisciplinar, convênios e parcerias. Além disso, oferece uma proposta diferenciada com atividades esportivas e recreativas, escolaridade especial, equitação e oficinas de música, teatro e artesanato. Tudo isso em um ambiente familiar e integrado à natureza. Para dar todo o suporte e orientação necessária para os educandos da instituição, o CENSA Betim dispõe de três diferentes modalidades de atendimento. Os diários, que acontecem sempre de segunda à sexta, entre 08h às 17h, o atendimento Integral, com funcionamento 24 horas que engloba hospedagem por tempo indeterminado; e a hospedagem periódica, que são especificamente para os planos de finais de semana, férias ou de acordo com as necessidades de cada família.

Centro Especializado Nossa Senhora D’Assumpção – CENSA Betim

Endereço: Rodovia Fernão Dias, Km 494 – S/N | Betim – MG

Telefone: (31) 3529-3500

E-mail: [email protected]

Continue Lendo
Patrocinado
Clique para comentar

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Uso do protetor solar deve continuar mesmo em casa

Publicado

em

Com a chegada do inverno e durante a quarentena, produto essencial para a saúde da pele pode ficar esquecido

Muita gente sabe que o protetor solar é o principal aliado para proteger a pele contra a exposição direta ao sol. Porém, o que poucos sabem é que esse cuidado também deve ser mantido durante o inverno e, principalmente, dentro de casa.

De acordo com o dermatologista Fábio Gontijo, a exposição aos raios solares não é o único risco para a saúde da pele. “Em casa também estamos expostos a diversos tipos de radiação que são liberadas através de aparelhos eletrônicos, como TVs, tela do computador e objetos do gênero. Além disso, luzes artificiais como leds e fluorescentes utilizadas na iluminação do ambiente também podem causar danos, caso a pele fique exposta por muito tempo”, explica.

Fábio acrescenta que tal radiação pode ser responsável pelo envelhecimento precoce, manchas, além de outros males para a derme. “Porém, não é necessário entrar em pânico. A radiação dentro de casa não é tão forte quanto os raios solares em contato direto com a pele. Mas em longo prazo podem surgir danos. Portanto, o ideal é manter os cuidados para que qualquer risco seja evitado ao longo dos anos”, comenta.

Ou seja, a melhor forma de continuar se cuidando, é investir na proteção mesmo em ambientes fechados. “Dentro de casa não é necessário utilizar um fator tão forte como nas ruas, durante o dia, com o sol forte. Mas o produto deve ser utilizado com frequência e da maneira correta, por toda a extensão da pele”, diz.

O dermatologista indica que a melhor opção é procurar um profissional para analisar o seu tipo de pele e indicar o produto mais adequado para cada ambiente. “Cada faixa etária, pele e organismo possuem necessidades específicas. Uma pele com acne, por exemplo, deve utilizar um produto diferente de quem sofre apenas com ressecamento excessivo, por exemplo. Então, lembre-se de sempre buscar o seu médico para manter a saúde e evitar que a pele seja prejudicada ainda mais”, conclui.

Fonte: Fábio Gontijo, Médico Dermatologista, formado pela UFMG em 2009, Dermatologista Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologista (SBD), Especialista em Oncodermatologia pelo Hospital Albert Einstein, com MBA em Gestão em Saúde pela FGV.

Contato: www.fabiogontijo.com.br ou @dr.fabio.gontijo no Instagram

Continue Lendo

Saúde & Vida

Diogo Deja criador do método Mude Seu Corpo e Saúde em 8 semanas faz sucesso na quarentena

Publicado

em

Diogo Deja - Foto: Acervo Pessoal / PCB e CCB News Assessoria - Divulgação

Diogo Deja vem causando alvoroço em seu Instagram com resultados surpreendentes de clientes que transformaram seu corpo no desafio de 10 dias do método criado por ele.

O método é eficaz e já fez a cabeça da Ex BBB Rafa Kalimann que postou e repercutiu muito, pois Diogo criou um protocolo de emagrecimento com resultados que deixam seus seguidores literalmente de queixo caído.

Famoso em sua área, Diogo transmite seu conhecimento através de consultoria online, acompanhamento individualizado  e personalizado.

Seus posts geram conteúdos diários sobre alimentação, treinamento e qualidade de vida.

Seu programa de saúde de emagrecimento já mudou a vida de mais de 5 mil alunos em todas as regiões do Brasil, além de outros países, tais como Estados Unidos, Alemanha, Canadá, Espanha, Argentina, Londres e outros.

Atualmente tem números expressivos em seu Instagram: São praticamente 400mil seguidores que fazem toda diferença em seu trabalho.

Diogo Deja garante que seus alunos seguindo seus treinos e metodologia alimentar, eliminam 70% das celulites em 30 dias.

Quem pensa que acabou, está enganado; Diego promete devolver o dinheiro de seus clientes caso não haja 100% do resultado prometido.

Para acompanhar mais sobre a carreira do Mentor Diogo Deja, basta segui-lo no Instagram @diogodeja ou ainda acompanhar mais através do site: www.diogodeja.com.br

Crédito das Fotos: Acervo Pessoal  / PCB e CCB News Assessoria – Divulgação

Diogo Deja – Foto: Acervo Pessoal / PCB e CCB News Assessoria – Divulgação

Diogo Deja - Foto: Acervo Pessoal / PCB e CCB News Assessoria - Divulgação

 

 

Continue Lendo

Saúde & Vida

Dr. Klaus Brodbeck, famoso médico das influencer digitais fala sobre a bioplastia glútea

Publicado

em

Dr. Klaus W. Brodbeck, médico formado em cirurgia geral no Hospital Lazarotto e no Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre, graduou-se em medicina em 1990, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e fez pós-graduação em cirurgia plástica na PUC do Rio de Janeiro, fala sobre a bioplastia glútea.

Bioplastia de glúteo funciona com implantes líquidos que ajudam a moldar o contorno corporal definindo o tamanho e forma dos glúteos, um procedimento procurado por muitas mulheres. “A bioplastia consiste em uma plástica feita pelo organismo. Através da colocação de um fator irritante dentro do músculo, produzimos uma reação celular que modifica vários aspectos na região glútea. Podendo ser tratado volume, assimetria, projetar e empinar a região glútea”. Explica o médico.

Ainda de acordo com ele o procedimento é seguro e dura em torno de 30 a 50 minutos. “O preenchimento é realizado no próprio consultório médico com anestesia local, sem cirurgia, sem corte e sem internação. Utiliza uma microcanula romba, o que impede qualquer tipo de lesão nervosa ou vascular (artérias e veias). O procedimento é extremamente seguro, se feito em local adequado, com profissional qualificado e produtos liberados pela Anvisa. Podemos acrescentar que deve ser utilizada uma técnica apurada. O único inconveniente do procedimento, é que alguns pacientes relatam dor por 48h podendo durar até uma semana. A dor é semelhante à que se segue após realizar exercícios glúteos intensos. No pós operatório, peço para que a paciente não pratique exercícios físicos por uma semana, devido a dor que pode ser causada. Prescrevo antibióticos, analgésicos e anti-inflamatórios por 72h”. Afirma Dr. Klaus Brodbeck.


Ele que também foi membro da equipe do professor Ivo Pitanguy por três anos, no período de 1993 a 1995, como residente e atuante é especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), famoso por atender e levantar o ‘bumbum’ de várias digitais influencers como Caroline Bastos, Adriana Muller, entre outras famosas finaliza. “Uma colocação importante, a técnica que eu utilizo, limita a quantidade de material colocado em cada tempo cirúrgico. Os resultados aparecem na sua totalidade após 90 dias. É um procedimento muito interessante, pois os resultados são extremamente naturais. Em resumo, indico o procedimento com toda tranquilidade, pois é extremamente seguro, levando em conta todas as condições citadas”. Conclui o médico.

Continue Lendo

Newsletters

Receba as Notícias do Site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana

Notícias no seu WhatsApp whatsapp