InícioEducaçãoEscolas Aliam O Ensino De Inglês E Programação Por Conta Da Crescente...

Escolas Aliam O Ensino De Inglês E Programação Por Conta Da Crescente Importância Das Linguagens

Demanda para aprender a linguagem computacional e o segundo idioma se acelera e escolas oferecem propostas pedagógicas inovadoras com cursos que interligam o aprendizado da língua inglesa e do coding

 

Uma formação que englobe diversas competências é uma demanda atual exigida cada vez mais dos estudantes, mas qual delas seriam as mais importantes, a cultura digital ou a independência na comunicação da língua estrangeira? A programação vem ganhando cada vez mais importância, e a percepção é a de que ambas as linguagens caminham juntas e tornaram-se essenciais para uma educação do futuro. Em linha com a BNCC (Base Nacional Comum Curricular), o letramento digital e a comunicação em inglês são competências a serem alcançadas pelos alunos na Educação Básica.

 

Apesar de cada vez mais importantes, as duas linguagens ainda precisam ganhar maior penetração entre jovens e profissionais no Brasil, já que pesquisas apontam que menos de 5% dos brasileiros conseguem se comunicar em inglês e a fluência atinge percentuais ainda menores. Ao mesmo tempo, o setor de TI (Tecnologia da Informação) prevê carência de mais de 400 mil profissionais em 2022, segundo a Softex, organização da sociedade civil de interesse público que atua em favor do desenvolvimento da transformação digital no Brasil.

Diante deste cenário e atentas às habilidades que são cada vez mais essenciais, muitas escolas passaram a oferecer o ensino destas linguagens e uma delas foi o Cel.Lep, escola de idiomas e tecnologia, vencedora pelo terceiro ano consecutivo (2019, 2020 e 2021) do Prêmio Top Educação, que criou cursos que interligam o inglês e a programação, com o objetivo de formar pessoas para os desafios do Século XXI. A demanda pelos programas que aliam inglês e programação, que já era expressiva antes da COVID-19, deve se acelerar com o retorno das aulas presenciais, em face da crescente importância das duas linguagens.

“Estar imerso na cultura digital significa tornar-se competente no uso crítico, ético e responsável no universo da tecnologia, além de ser agente no desenvolvimento de soluções de problemas que são transversais e complexos no contexto atual. A integração das linguagens digitais e estrangeira contempla a formação dos nossos alunos”, afirma Silvia Fiorese, diretora acadêmica do Cel.Lep.

 

Ciente das demandas futuras, o Cel.Lep adquiriu, em 2017, a rede de escolas de programação Madcode, e incorporou o coding ao seu currículo, já que falar o segundo idioma é uma necessidade hoje, e o domínio da linguagem computacional é também um importante diferencial, considerando o avanço da tecnologia em áreas como data science, machine learning, inteligência artificial e realidade virtual, entre outras.

O passo seguinte foi desenvolver o Kids & Teens Experience, a proposta pedagógica inovadora e disruptiva do Cel.Lep, em que o aluno desenvolve o aprendizado e aprimora as quatro habilidades da língua inglesa (oralidade, compreensão oral, leitura e escrita) associadas à exploração de vivências e experiências, ao desenvolvimento de projetos, ao raciocínio lógico e a assuntos relacionados ao universo digital e o design, como o desenvolvimento de aplicativos, nos quais a linguagem computacional se aplica.

 

Para as crianças entre 7 e 10 anos, o Cel.Lep oferece o “Kids Experience – Exploring Life in English”, e para o público entre 11 e 14 anos, o “Teens Experience – Experiencing Life in English”, cursos que aprimoram habilidades diversas com tecnologia, respeitando o processo de desenvolvimento cognitivo e a maturidade de cada criança, bem como incentivando o crescimento pessoal dos adolescentes por meio de experiências que demonstram a relevância de compreender e atuar com responsabilidade e consciência no mundo em que vivemos.

“Paralelamente ao desenvolvimento das competências comunicativas na língua estrangeira, as crianças e adolescentes têm como componente de seus cursos um trabalho consistente de desenvolvimento do raciocínio lógico e tecnológico com a linguagem computacional, que será de grande valia qualquer que seja o seu campo de atuação”, afirma Silvia.

Para estes cursos voltados às crianças e adolescentes, a programação se dá por meio de material próprio do Cel.Lep ou do currículo completo do ECC (Everyone Can Code), o grande curso de coding estruturado pela Apple, ambos contando com ferramentas de ensino de programação e desenvolvimento de aplicativos do nível básico até o avançado.

 

A escola também realizou parcerias inspiradoras com o intuito de fomentar as duas linguagens. Como parceiro da Estação Hack, o primeiro centro de inovação do Facebook no mundo, o Cel.Lep oferece cursos gratuitos para capacitação de jovens a partir dos 16 anos. Por meio de programas que trabalham projetos e protótipos; interface e experiência do usuário; desenvolvimento de aplicativos e websites; e que aplicam atividades de conceitos de lógica e outras habilidades em programação, o Cel.Lep atua para ensinar e formar os alunos na linguagem tecnológica. A Escola também ministra um curso de inglês instrumental, que fornece competências básicas aos alunos para a leitura e escrita de códigos e termos técnicos.

 

Para os adultos, o Cel.Lep estruturou curso próprio de desenvolvimento mobile no qual os alunos saem formados como desenvolvedores juniores para atuarem em um mercado de trabalho muito amplo e promissor e que tem um expressivo déficit de profissionais especializados. No curso App Dev Pro – Android são 100 horas de aula, e é utilizado o IDE (Ambiente de Desenvolvimento Integrado) oficial, o Android Studio, que usa a linguagem Kotlin.

Website: http://www.cellep.com

Quer receber notícias do G10News pelo whatsapp? Clique aqui
Gostou desta notícias? Compartilhe nos botões abaixo!
LEIA TAMBÉM

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Mais lidas

Benfica: Bayern marcou quatro gol em sete minutos contra… o líder

O último jogo antes do regresso à Liga dos Campeões correu muito bem à equipa de Munique, que goleou o Bayer Leverkusen por 5-1. Ficou...

Governo Federal vai repassar R$ 20 milhões para combate de incêndios florestais em todo território nacional

A verba será destinada ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), instituição vinculada ao Ministério do Meio Ambiente O Governo Federal, por meio...

Morre, aos 84 anos, o general Colin Powell

Ele foi vítima de complicações da covid-19   O general Colin Powell , primeiro secretário de Estado afro-americano dos Estados Unidos (EUA), morreu hoje (18), aos...
Publicidade

Assine a nossa newsletter

As principais notícias do Portal G10News diretamente em seu e-mail: