InícioNegóciosEmpreendedorismoEmpreendedorismo na Enfermagem pode trazer soluções para a saúde pública

Empreendedorismo na Enfermagem pode trazer soluções para a saúde pública

Para Marta Cristiane Alves Pereira, a Enfermagem já possui competências nas práticas cotidianas que podem impulsionar a inovação necessária, tanto nos modelos de prestação de cuidados como na organização dos serviços de saúde

 

A Enfermagem e o empreendedorismo parecem áreas distintas, mas a realidade da saúde pública brasileira pede inovação e diz o contrário. Com os problemas que a saúde enfrenta hoje, qualificação profissional, tempo de espera para atendimento, falta de leitos, entre outros, empreender nessa área pode ser a grande oportunidade para alunos e profissionais de Enfermagem criar novas ideias e contribuir na melhora da saúde pública do País. É no que acredita a professora Marta Cristiane Alves Pereira, da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto  (EERP) da USP. Para a professora, esses profissionais “ocupam uma posição estratégica para identificar problemas e desenvolver soluções que possam causar impacto na vida das pessoas”.

A análise da professora parte do princípio de que os enfermeiros possuem um profundo conhecimento e experiência na atuação dos diferentes níveis de complexidade da rede de atendimento. Mas, segundo Marta, essas habilidades não são suficientes e precisam das associações de classe e das instituições de saúde para “fortalecer a cultura empreendedora dos enfermeiros”.

Empreender é a capacidade de transformar ideias e oportunidades em ações, criando valor para a sociedade, o que na enfermagem está na saúde e bem-estar das pessoas. “Nesse cenário, consideramos o empreendedorismo uma competência que pode ser desenvolvida a partir da potencialização dos talentos dos próprios enfermeiros, o que permitirá a criação de soluções inovadoras em resposta a problemas e necessidades de saúde que ainda não são plenamente atendidas.”

A professora Marta destaca que os profissionais de Enfermagem devem adotar o sistema de empreendedorismo sistemático para que possam se aproximar e compreender as necessidades do cliente, assim como no ambiente hospitalar, com o intuito de desenvolver novas ideias e soluções voltadas para a saúde.

O processo de empreendedorismo sistemático prioriza e valoriza uma profunda empatia pelos desejos, necessidades e desafios do cliente ou usuário, assim é possível entender bem os problemas para desenvolver soluções mais assertivas, abrangentes e eficazes. “Nesse sentido, a enfermagem já possui essas competências, como fundamento às suas práticas cotidianas; ao assumir o protagonismo nesse processo, pode impulsionar a inovação necessária, tanto nos modelos de prestação de cuidados como na organização dos serviços de saúde”, diz a professora.

Segundo Nilsa Mara de Arruda Yamanaka, especialista em Administração Hospitalar e Sistemas de Saúde e fundadora da Consultoria NMA, para que os profissionais de Enfermagem criem suas próprias iniciativas, eles devem ser incentivados a olhar o mundo ao seu redor e, a partir disso, desenvolver ideias que possam solucionar problemas que os incomodem. “Os profissionais de enfermagem experienciam diariamente detalhes dos processos na saúde, então é importante sugerir que eles percebam e sintam aquilo que os está instigando e pode ser melhorado, permitir que relatem o que os incomoda e dar subsídios para o desenvolvimento de propostas novas no segmento.”

Nilsa ressalta a importância do profissional analisar o mundo ao seu redor. “Dessa maneira, tanto o aluno quanto o profissional enriquecem suas relações com outros profissionais, ganham maior independência e maior experiência prática.”

Por: Pedro Ferro e Rose Talamone

Fonte: Jornal da USP

Quer receber notícias do G10News pelo whatsapp? Clique aqui
Gostou desta notícias? Compartilhe nos botões abaixo!
LEIA TAMBÉM

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Mais lidas

Brasil estreia com vitórias no Mundial de boxe masculino

Wanderson Oliveira brilha ao derrotar tailandês   O Brasil estreou muito bem no Mundial de boxe masculino realizado na Sérvia. Em ótima apresentação diante do tailandês...

Thiago Martins lança segundo bloco do “Quintal do TG”

Chrigor, Leandro Lehart, Xande de Pilares, Jorge Aragão, Mumuzinho e grupo Revelação fazem parte da segunda parte do projeto   Após o sucesso do primeiro bloco,...

Com vacinação, óbitos por covid-19 têm queda expressiva desde março

Com 93,3% da população adulta vacinada com pelo menos uma dose, o Rio Grande do Sul registra uma queda expressiva nos óbitos por covid-19. Em...
Publicidade

Assine a nossa newsletter

As principais notícias do Portal G10News diretamente em seu e-mail: