Connect with us

Tecnologia & Ciência

Descoberta na China floresta fóssil com 400 milhões de anos

Publicado

em

Uma equipa de cientistas da Universidade de Pequim descobriu uma floresta fóssil com mais de 400 milhões de anos perto de Xinhang, na China. A floresta descoberta é a mais antiga já descoberta no continente asiático.

De acordo com a nova investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica especializada Current Biology, cobria uma área de mais de mais de 250.000 metros quadrados, equivalente a 35 campos de futebol.

A floresta era composta por plantas em forma de palma que, no passado, podem ter chegado a atingir sete metros de altura, segundo noticia o portal Science Alert.

A mesma publicação aponta que este é o terceiro caso de uma floresta fóssil do período Devoniano, pertencente à Era Paleozoica. Até aos dias de hoje, uma foi descoberta nos Estados Unidos e outra na Noruega.

Os cientistas descobriram árvores fossilizadas visíveis nas paredes das pedreiras de argila de Jianchuan e Yongchuan, tendo encontrado especificamente estruturas fósseis em forma de pinheiro. “Aproximamos-nos das paredes altas e procuramos por troncos expostos”, explica o especialista Deming Wang, que participou da descoberta.

“A descoberta contínua de novos fósseis de árvores in situ é fantástica”, acrescentou.

A primeira parte do Devoniano, período compreendido entre 419 e 359 milhões de anos atrás, foi caracterizado por uma vida vegetal sem raízes ou folhas, na sua grande maioria. Os cientistas acreditam que durante o Devoniano Médio começaram a surgiram plantas primitivas em forma de arbustos, como as samambaias.

O artigo sublinha que a floresta era composta por árvores de Lycopsida cujos troncos não tinham galhos e tinham copas frondosas, semelhantes às palmeiras atuais. A maioria destas plantas tinha menos de três metros de altura e cresceu num ambiente costeiro propenso a inundações, de acordo com a mesma publicação.

“As primeiras florestas com biomassa significativa podem armazenar muito mais carbono através da fotossíntese“, pode ler-se ainda no estudo, que conclui afirmando que, por esta mesma razão, estas têm um impacto maior na diminuição do dióxido de carbono durante o Devoniano do que se pensava até então.

Por tudo isto, os especialistas acreditam que a descoberta poderá ajudar a entender a “queda rápida” do dióxido de carbono atmosférico na época, o que poderá ter influenciado a quarta era glacial, conhecida como Karoo.

ZAP //

 

Destaque

Bill Gates vai financiar sete pesquisas de vacina contra COVID-19

Publicado

em

Por

Bill Gates, o fundador, ex-CEO e atual filantropo, anunciou durante entrevista no talk show norte-americano Daily Show With Trevor Noah que, por meio de sua própria fundação, estará financiando sete pesquisas clínicas que buscam descobrir uma vacina para a COVID-19, a doença que deriva do SARS-CoV-2, o novo coronavírus.

A medida traz uma ampliação considerável nos gastos despendidos pela Bill and Melinda Gates Foundation nos esforços contra a nova moléstia, já que a organização já vinha doando milhões de dólares em doações de insumos clínicos, como equipamentos de proteção e máscaras cirúrgicas.

Esse dinheiro pode acelerar as coisas. Ainda que nós acabemos por escolher no máximo duas delas, vamos financiar estruturas para todas as sete [pesquisas de vacina], justamente para que não precisemos perder tempo decidindo de forma seriada qual das vacinas funciona e só então construir uma fábrica”, disse Gates ao apresentador.

Além disso, Bill Gates novamente ressaltou a importância do isolamento social sem ressalvas como a ferramenta de maior capacidade de prevenção à COVID-19, fazendo eco às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

O ex-Microsoft ainda sugeriu que o presidente Donald Trump deveria ordenar o chamado “lockdown” por todo o país, que já sofre com 337.797 casos confirmados e 9.670 mortes pela doença. Na média, cerca de 1.025 pessoas a cada milhão estão infectadas, segundo o mapeamento da COVID-19 atualizado pelo Google.

Globalmente, a COVID-19 está perto de 1,3 milhão de infectados, com quase 71 mil mortes e aproximadamente 271 mil recuperações.

Bill Gates recentemente posicionou críticas ao governo dos Estados Unidos, ressaltando especificamente a demora das autoridades em reagir à pandemia — a que ele se referiu como “cenário de pesadelo” durante a entrevista com Trevor Noah.

O ex-CEO da Microsoft não está sozinho nesses esforços, já que a longeva rival Apple, a fabricante do iPhone, anunciou a doação de um milhão de máscaras faciais desenhadas e projetadas pela própria empresa, conforme anunciado pelo CEO Tim Cook.

// CanalTech

Continue Lendo

Tecnologia

Forte explosão de vulcão faz material incandescente voar pelos ares no México (VÍDEOS)

Publicado

em

Por

O vulcão Popocatépetl, localizado próximo da Cidade do México, registrou uma nova explosão depois de sofrer sua maior atividade.

A explosão ocorreu nesta terça-feira (25) e foi registrada por uma das câmeras de monitoramento do local.

Nas cenas do vídeo, divulgado pelo projeto de observação Webcams do México, é possível observar o momento em que uma grande quantidade de material vulcânico incandescente é lançada pelos ares.

Popocatépetl ou Don Goyo foi revelado. Nesta terça-feira às 00:16 foi registrada uma impressionante explosão. Amarelo, fase 2.

O Centro Nacional de Prevenção de Desastres (Cenapred) indicou que há um alerta amarelo com relação à erupção vulcânica na região.

MARAVILLOSO. Volcán #Popocatépetl esta mañana

MARAVILLOSO. Volcán #Popocatépetl esta mañana

Posted by webcamsdemexico on Monday, February 24, 2020

Está previsto que a atividade do vulcão continue em escala baixa ou intermediária, com a possibilidade de chuvas de cinzas nas áreas próximas, bem como possíveis fluxos piroclásticos e de lodo.

//Sputniknews

Continue Lendo

Notícias

‘Cedo ou tarde’ poderá ocorrer tsunami na Terra do Fogo, alerta geólogo argentino

Publicado

em

Por

“Cedo ou tarde” um tsunami poderá ocorrer na costa do Atlântico Sul, onde se encontra a falha geológica Magalhães-Fagnano, alertou Jorge Rabassa, pesquisador do Centro Austral de Investigação Científica (CADIC) e CONICET.

Mesmo não podendo prever a data do tsunami, o pesquisador alertou que acontecerá “cedo ou tarde”, assegurando que não quer causar pânico, mas, sim, conscientizar.

“As condições estão apontando para que em algum momento ocorra um tsunami na costa do Atlântico Sul“, advertiu o geólogo e doutor em ciências naturais, relata mídia local. “Há uma grande ignorância sobre o tema, mas eu continuo tentando conscientizar.” Rabassa relembrou os terremotos de Mendoza e San Juan de 1898 e 1944, respectivamente.

“O lago Fagnano, que é o maior da Terra do Fogo, foi formado seguindo o rastro de uma fratura [geológica] conhecida como Falha de Magalhães. É um fragmento de crosta que ao chocar com outra parte da crosta pode liberar quantidade de energia suficiente para provocar um terremoto“, explicou. Trata-se de uma das falhas “mais ativas do planeta”, ocorrendo entre 10 e 12 mil sismos por ano.

O terremoto mais recente que aconteceu na zona data de 71 anos atrás. Em 1949, o Estreito de Magalhães e a costa ocidental da Terra do Fogo foram sacudidos por um terremoto de magnitude 7,9. “Um dos mais fortes sismos desde que foram introduzidos instrumentos de medição na Argentina”, adiantou o geólogo.

“Não é para provocar pânico, nem quero dizer que amanhã ou neste século ocorrerá um tsunami. Porém eu sinto a obrigação de que a comunidade e os governos saibam para que estejamos preparados quando ocorrer”, concluiu Rabassa.

//Sputniknews

Continue Lendo

Newsletters

Receba as Notícias do Site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana

Notícias no seu WhatsApp whatsapp