Connect with us

Entretenimento

De vendedora à apresentadora de TV, conheça a trajetória de Michelle Pandora

Publicado

em

O talento para cativar pessoas sempre foi um coeficiente presente na vida e na personalidade de Michelle Pandora. Inclusive, a característica de saber ganhar a atenção e conquistar a credibilidade a fizeram por anos, ser uma mulher bem sucessivas no ramo de vendas.

Revendedora e posteriormente diretora de vendas de uma das maiores empresas de cosméticos a nível mundial, ela deu seus primeiros passos na vida pública quando ainda vendia produtos de beleza. “Eu comecei a crescer muito dentro da marca, vendia bastante. Mas, eu vivia um relacionamento muito abusivo psicologicamente falando e ele acabou me fazendo sair da empresa”, conta.

Triste por ter que deixar a marca, mas sem querer abandonar o papel de orientadora de vendas, ela começou a falar sobre os produtos por meio das redes sociais. Por receber os lançamentos antes que outras revendedoras, ela fazia reviews – como usar, quais os benefícios – que ajudavam as mulheres a vender.

“Eu não tinha intenção de ser blogueira, famosa, meu intuito era mesmo ajudar as meninas do interior a ganhar o próprio dinheiro, mas eu comecei a ganhar muitos seguidores e a fazer com que minhas meninas vendessem muito mais. Com o tempo, acabei parando de fazer esses vídeos, novamente por conta do ex marido, e até mesmo a empresa me procurou porque as vendas começaram a cair sem o trabalho que eu fazia”, explica Pandora.

Michelle Pandora/Divulgação / MF Press Global

Influenciadora

Com o passar dos anos, Michelle se separou. E foi nessa fase que buscou se reinventar e se encontrar. Fez curso de automaquiagem, cantava em bares, começou a revender cosméticos novamente, mas ainda não havia descoberto o seu lugar. Até que um amigo do blog Um Conceito , a convidou para um evento da influenciadora Alice Salazar, a fim de incentivá-la a seguir carreira no Youtube.

Apesar de não estar tão empolgada, Pandora foi, mas pensando em vender. “Eu estava a fim de conhecer pessoas, vender meu produto, mas a verdade é que naquele dia eu não vendi um batom. Ao contrário, percebi que o que Alice fazia eu também poderia fazer”, relembra.

Assim, ela começou a se empenhar a criar um blog, que na verdade nunca saiu do papel. Desse projeto, restou apenas o nome Michelle Pandora, inspirado na cidade da mitologia grega. “O blog acabou nunca existindo, mas eu comecei a ir em eventos, conhecer pessoas e a TV acabou me vendo, pois mesmo sem efetivamente produzir conteúdo de blog, eu ainda causava muito burburinho na internet”.

 Michelle Pandora/Divulgação / MF Press Global

Apresentadora

Entre os contatos e contatos, ela acabou conhecendo o Stanley Gusman que a convidou para mostrar seu talento nas telinhas. “Só que para entrar na TV era caro, e eu não tinha como pagar aquilo”, conta.

Assim, ela buscou a união entre influenciadores de sua cidade, onde conseguiu juntar o dinheiro e entrar no ar em parceria.  “Eu tinha que chegar lá as 10 horas da manhã, mas eu chegava às 6 horas, queria estar perto dos repórteres, ver como faziam”.

A sede por aprender aos poucos a levou a fazer reportagens e a conquistar espaço na emissora. “As pessoas começaram a se interessar na minha imagem, e tudo eles me colocavam para fazer, principalmente merchan, que era no que eu me destacava”.

A saída da filial do SBT veio apenas quando Pandora recebeu a proposta de comandar um programa próprio na Band, onde trabalhou por 2 anos e recebeu dois prêmios pela Revista Caras — Prêmio Mentes e Mãos que Brilham, pelo destaque cultural do programa não apenas em Minas Gerais, como também no Brasil e exterior, e o Prêmio Mulheres da Década, que também homenageou grandes artistas como Renata Banhares e Luiza Brunet.

No final do ano, Pandora anunciou sua saída da emissora Band Minas. “Fui muito feliz lá, agora é hora de alçar voos mais altos, em breve muitas novidades minhas no horário nobre da televisão”, garante.

Continue Lendo
Patrocinado
Clique para comentar

Deixe seu Comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Apresentadora Ana Calheiro faz Ação para o Dia das Crianças

Publicado

em

Por

Créditos - Foto: Laercio S.n

Ação “Distribuindo Amor” vai levar alimento e alegria às crianças

 

A iniciativa “Distribuindo Amor” que será desenvolvida em Sobradinho no dia 12 de outubro, Dia das Crianças, vai buscar distribuir para em torno de 2 mil crianças lanches e doces. Uma ação idealizada por Ana Calheiro, com o apoio do Lions Club Sobradinho, Apae, Projeto Arte e Cidadania e Interact Club Sobradinho.

 

Em entrevista ao programa Giro Regional da Gazeta FM 98.1 na manhã desta quarta-feira, 16, Ana Calheiro e a integrante do Projeto Arte e Cidadania, Cátia Dalmolin, destacaram que o objetivo da ação é proporcionar para as crianças um dia cheio de amor e alegria.

 

Conforme Cátia, está tudo organizado, a iniciativa será realizada respeitando as medidas de prevenção ao coronavírus. Também estarão presentes no dia das entregas vários personagens para levar alegria às crianças. Segundo Ana, todos estão convidados para integrar a ação, ajudando na confecção do alimento e no dia da entrega.

 

Cátia ressalta que serão atendidos os Bairros Peões, Pinhal, União, Medianeira e ação vai passar pela Rua das Bananeiras, mas nada impede que crianças de outros bairros também participem do evento.

 

A iniciativa está aceitando doações de ingredientes para a confecção de cachorro quente, refrigerantes, doces e também de valores em dinheiro. As doações podem ser deixadas na Apae de Sobradinho e na Loja Lovatto Fashion (em horário comercial). Mais informações podem ser obtidas com a Neusa Vinhas, através do número (51) 9.9891-1620.

 

 

Para ver mais Fotos dessa top, sigam o Instagram dela @anaccalheiro

Créditos – Foto: Laercio S.n

 

Continue Lendo

Entretenimento

Após sofrer assédio em academia, musa fitness decide cursar Direito

Publicado

em

Por

Fotos: Divulgação | CO Assessoria

Após dar uma pausa nos estudos, um episódio de assédio na academia fez Grasi Mattos desejar retornar a faculdade de Direito

A influencer Grasi Mattos, de 24 anos, relatou um assédio que sofreu na academia. O caso, além de a prejudicar emocionalmente, também fez com que ela mudasse a sua visão de futuro. Com o sonho de ganhar a vida como influenciadora fitness nas redes sociais e se dedicando totalmente aos seu corpo, Grasi mudou os seus planos e decidiu ser advogada para entender melhor os direitos das mulheres. “Eu parei de trabalhar como modelo e de focar nos meus sonhos por conta dos assédios.”

“Antes de tudo acontecer passava horas na academia, mas depois disso fiquei bastante tempo sem ir. Ter um corpo bonito não dá direito aos homens de me assediarem”.  Com uma cintura de 55cm e 96cm de quadril, Grasi ainda tem um corpo escultural, porém conta  que decidiu dar um tempo e deixar a vida fitness de lado. “Foi algo bastante traumatizante para mim, não desejo isso a ninguém.”

A influencer se dedicou bastante na faculdade de Direito, o que a fez ter mais confiança para seguir seu sonho de ser musa fitness. Uma mudança de planos fez Grasi trancar o curso na metade quando teve que se mudar para Lisboa e acabou iniciando um curso de Assistente Administrativo no país. Entretanto, ela ainda quer voltar para a faculdade de Direito para se especializar em legislação contra abuso de mulheres. “Nós merecemos respeito”. Grasi já participou do concurso Musa do Brasil 2018, representando Minas Gerais, e também do concurso Miss Bumbum Brasil 2017.

Fotos: Divulgação | CO Assessoria

Fotos: Divulgação | CO Assessoria

Fotos: Divulgação | CO Assessoria

Fotos: Divulgação | CO Assessoria

Continue Lendo

Entretenimento

Prêmio incentiva protagonismo feminino no cinema nacional

Publicado

em

Parceria entre plataforma mineira de streaming e festival vai premiar três argumentos com direito a consultoria da multipremiada roteirista Sabrina Fidalgo

Até o dia 22 de setembro estão abertas as inscrições para o Prêmio Cardume-Cabíria que busca valorizar o protagonismo feminino no cinema brasileiro. A iniciativa surgiu da parceria entre a plataforma mineira de streaming para curtas nacionais, Cardume, e o Cabíria Festival, que anualmente promove encontros em diversos formatos para incentivar a atuação de mulheres dentro do universo do cinema no Brasil.

Luciana Damasceno, bailarina, atriz, roteirista e co-fundadora da Cardume, explica que serão selecionados três argumentos de qualquer lugar do mundo, desde que escritos em português. “O nosso objetivo é estimular a criação de obras feitas por mulheres(cis e trans) e pessoas não binárias, desde a criação da história até o roteiro final do filme. Nosso time de curadores irá escolher as três histórias que se destacarem para receber um incentivo simbólico no valor de 200 reais, além de uma consultoria completa com uma especialista no assunto, a premiada roteirista Sabrina Fidalgo para desenvolvimento do roteiro”, revela.

Consultoria com roteirista é destaque na premiação

Para os amantes do cinema nacional, a roteirista Sabrina Fidalgo é uma das grandes inspirações. A diretora e roteirista carioca coleciona prêmios e obras reconhecidas mundo afora e está listada como oitava cineasta mais promissora ao redor do mundo, de acordo com a publicação norte-americana BUSTLE. “Uma das grandes oportunidades para quem participar dessa edição do prêmio será o bate-papo com essa artista que já produziu e levou suas obras para o mundo todo. Como uma das principais figuras femininas do meio, ela vai analisar os projetos selecionados e passar seu conhecimento de anos para que outras mulheres possam trilhar esse caminho, além de ajudar a valorizar nossa participação em um território que ainda precisa de mais diversidade”, diz Luciana.

Premiação

Os ganhadores serão divulgados no Cabíria Festival – Mulheres & Audiovisual, edição 2020, com data a ser divulgada o site da Cardume. O evento que também possui o foco de valorizar as mulheres no cinema, acontecerá em novembro, no formato digital com uma programação completa de mostras, debates, oficinas, dentre outras atrações, além do anúncio das grandes vencedoras do Prêmio Cardume-Cabíria.

Para se inscrever ou obter mais informações, basta acessar:

cardume.tv.br/premio-roteiro-cardume-cabiria

Fonte: Luciana Damasceno, bailarina e atriz formada pelo Palácio das Artes. Professora, coreógrafa e roteirista de cinema, com foco em curta-metragem. Coordenadora da Filme Pingado, que é um grupo de estudo para roteiro de cinema. Professora e coordenadora da Compasso Academia de Dança, em Belo Horizonte, e curadora do Festival Cabíria, no Rio de Janeiro.

Continue Lendo

Newsletters

Receba as Notícias do Site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana