COPA AMÉRICA: Com técnico novo e time forte, Colômbia chega com esperança de boa campanha

0
209
Foto: Reprodução Twitter

Seleção vizinha luta para conquistar torneio pela segunda vez; título inédito veio em 2001, com campanha invicta e nenhum gol sofrido.

Não é nenhum exagero colocar a Colômbia entre os favoritos para a conquista da Copa América deste ano. Os colombianos chegam fortes para a competição e contam com a fase não muito boa dos sempre favoritos ao título Uruguai, Argentina e Brasil.

Tradicional escola do futebol sul-americano, a Colômbia quer voltar a levantar o troféu da Copa América. A equipe foi campeã do torneio uma única vez, quando sediaram o evento em 2001. Na época, a seleção, liderada pelo atacante Aristizábal, velho conhecido das torcidas de Vitória e Cruzeiro, foi campeã invicta, com seis vitórias em seis jogos e não sofreu nenhum gol.

Na competição deste ano, os colombianos chegam sob o comando de um novo técnico. O português Carlos Queiroz assumiu a equipe em fevereiro, substituindo o argentino José Pekerman, que deixou o cargo em setembro do ano passado, após a Copa do Mundo.

Carlos Queiroz dirigiu o Irã por quase oito anos e assumiu o comando da Colômbia com o objetivo de classificá-la para a Copa do Catar, em 2022. A Copa América será a primeira competição da seleção vizinha sob o comando do português. Imagina começar essa caminhada logo com um título sul-americano? Este é o objetivo.

E a Colômbia conta com algumas caras conhecidas que já atuaram ou ainda atuam no futebol brasileiro. Entre eles estão: o zagueiro Yerry Mina, que fez sucesso pelo Palmeiras, quando foi campeão brasileiro em 2016 e o volante Gustavo Cuéllar, no momento, um dos jogadores mais queridos da torcida do Flamengo. A equipe ainda conta com o talento de jogadores consagrados, como os atacantes Falcao García, do Mônaco (MN), e Cuadrado, da Juventus (ITA).

Além do ataque poderoso, a Colômbia aposta na organização de jogo promovida pelo meio-campista James Rodríguez. Com passagens por Real Madrid (ES) e Bayer de Munique (ALE), o jogador será o maestro da equipe na Copa América.

Foto: Sabrine Cruz - Agência do Rádio Mais

A Colômbia disputou dois amistosos durante a preparação para a Copa América e obteve 100% de aproveitamento, com duas vitórias. No dia três de junho, os colombianos venceram o Panamá por três a zero, em Bogotá. No último domingo (9), jogando no estádio Monumental de Lima, a equipe repetiu o placar, derrotando o Peru por três tentos a zero. Essas boas atuações aumentaram ainda mais a expectativa para um bom desempenho na Copa América do Brasil.

A Colômbia está no grupo B da competição, ao lado de Argentina, Paraguai e Catar. Os colombianos vão estrear logo com a missão de parar Messi e o restante dos argentinos, em Salvador (BA), no dia 15. Quatro dias depois a Colômbia enfrenta o Catar, no estádio do Morumbi, em São Paulo (SP). A equipe volta para Salvador no dia 23, onde encerra sua participação na fase de grupos diante do Paraguai.

Reportagem, Paulo Henrique Gomes

Deixe seu Comentário! Comentários de leitores ou artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião do G10News