A porta da cidade bíblica onde Jesus terá vivido data da época do Rei David

0
216
Chmee2 / Wikimedia

Em julho de 2018, um grupo de 20 arqueólogos de várias nacionalidades descobriram na antiga cidade de Betsaida dos montes Golã, em Israel, as ruínas de uma grande porta que convidava a entrar na cidade bíblica de Zer.

“Betsaida era o nome da cidade durante o período do Segundo Templo, mas durante o Primeiro foi a cidade de Zer”, disse Rami Arav, professor na Universidade de Nebraska ao The Jerusalem Post, que cita o livro de Josué quando diz “As cidades fortificadas são Ziddim, Zer, Hammath, Rakkath, Kinneret”.

No início, a porta foi provisoriamente datada entre os anos 1.000 e 550 a.C. Agora, especialistas confirmaram que pertence ao tempo do rei David, entre os séculos XI e X a.C.

Dentro da cidade, nomeada várias vezes no Novo Testamento como a cidade onde Jesus viveu e onde conseguiu com cinco pães e dois peixes alimentar uma multidão de pessoas, os arqueólogos, incluindo Chris Sinkinson, também descobriram um estela de pedra raraque remonta ao reino de Gesur, no século XI a.C.

A peça, que representa a imagem do seu deus lunar na forma de um touro, é a segunda dessas características encontradas em Betsaida e a sétima do mundo antigo, do sul da Turquia ao Egito.

Também localizado nas Colinas de Golã, o reino de Gesur é mencionado na Bíblia juntamente com o Reino de David. Foi finalmente anexada pelo rei Hazael, que governou o que hoje é a Síria moderna.

Rami Arav afirmou que a porta e outras descobertas encontradas na cidade antiga dão a ideia de que era possível que Salomão e David não tivessem sido os únicos reis do reino israelita nos seus respetivos tempos, mas sim chefes de grandes tribos de israelitas.

Deixe seu Comentário! Comentários de leitores ou artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião do G10News